Militar espanhola denunciou assédio de capitão (e agora arrisca pena de prisão)

A militar espanhola, que acusou um capitão de assédio sexual, poderá agora enfrentar um mês de prisão porque o Exército considera a denúncia “infundada”.

De acordo com o El País, uma cabo espanhola, destacada em Ceuta, pode vir a pagar caro por ter denunciado um capitão por assédio sexual e laboral. O caso chegou ao Supremo Tribunal, que decidiu absolver o oficial por considerar que a denúncia era “infundada”.

Com base nesta sentença, o Exército acusa a militar de ter prestado “declarações falsas” e o instrutor que elaborou o castigo pede agora a sanção máxima de um mês de prisão. O jornal escreve que este responsável mostra ser “extraordinariamente duro” com a cabo.

Nas suas conclusões, apresentadas em março, o instrutor assegura que “foi provada a falsidade” das denúncias e acrescenta que estas estariam relacionadas com a tentativa da militar em ver “reconhecida a sua baixa médica”, com “total desprezo” pela imagem do capitão e “em detrimento da boa consideração que apresenta na sua unidade”.

De acordo com as denúncias da cabo, o oficial terá dito que estava sempre a observá-la e que gostaria de “estar com ela”. Depois, o capitão terá colocado uma mão no seu braço e outro na sua cintura, tendo esta rejeitado e afirmado que tinha namorado e que o relacionamento entre os dois era apenas profissional.

A partir desse momento, o capitão começou a assediá-la no trabalho, negando-lhe licenças e castigando-a. Segundo o jornal, a militar alega que esta situação lhe causou um transtorno depressivo e a levou a sofrer um aborto aos cinco meses de gravidez.

Desta forma, o instrutor considera que “a sanção económica de oito a 15 dias de multa não é suficiente, tendo em conta a gravidade das acusações e da inexorável lesão à boa reputação do capitão”, que teve de ver este assunto ser tratado na jurisdição militar.

O Supremo confirmou, em julho do ano passado, a absolvição do capitão, mas um dos magistrados votou contra, o que permitiu à militar apresentar recurso desta decisão.

Segundo este juiz, o tribunal não avaliou de forma adequada os dois relatórios periciais apresentados. Num deles, um coronel psiquiatra determinou taxativamente que a causa do transtorno psicológico estava relacionado com “o comportamento inapropriado do capitão”.  No outro documento, do Hospital Central da Defesa, é referido que os sintomas da cabo “podem ser compatíveis com uma situação de assédio“.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Morreu Rogério "Pipi", histórico jogador do Benfica

O ex-futebolista internacional português, que se evidenciou ao serviço do Benfica nas décadas de 40 e 50 do século passado, morreu este domingo, um dia depois de completar 97 anos. "Foi com profunda tristeza e pesar …

Milhares de manifestantes voltam às ruas de Hong Kong

A polícia de Hong Kong deteve, este domingo, onze pessoas e apreendeu várias armas, incluindo uma pistola, pouco antes do início de uma manifestação convocada para a cidade, para a qual se espera uma forte …

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …