Bruno de Carvalho reage: “Se sou terrorista não posso estar em liberdade”

Tiago Petinga / Lusa

Bruno de Carvalho, ex-presidente do Sporting

Bruno de Carvalho vai ser julgado por um total de 195 crimes, 97 de terrorismo. No Facebook, comentou a decisão judicial, acusando o juiz de ter cedido à opinião pública.

Esta sexta-feira, Bruno de Carvalho publicou um longo texto no Facebook em reação a decisão do juiz de instrução criminal Carlos Delca de levar a julgamento todos os 44 arguidos acusados pelo Ministério Público no caso do ataque à Academia de Alcochete, incluindo o antigo dirigente leonino, e de imputar a todos o crime de terrorismo.

Conseguiram! A minha vida está irremediavelmente destruída.” O ex-presidente do Sporting critica os 97 crimes de terrorismo de que é acusado, ironizando acerca do contraste entre a redução da medida de coação a que está sujeito (apresentações quinzenais) e a gravidade da acusação de que é objeto.

Num Estado de Direito real só se leva as pessoas a tribunal quando se tem a convicção, pelas provas produzidas, que a…

Publicado por Bruno de Carvalho em Sexta-feira, 2 de agosto de 2019

“Se sou terrorista, pior ainda, se sou o mandante de um acto de terrorismo, sendo assim o ‘terrorista chefe’, não posso estar em liberdade! Mais, não posso estar em liberdade e passar de apresentações diárias para apresentações quinzenais! Com um terrorista não se pode facilitar, não se pode contemplar, não se pode dar ‘regalias’”, escreve Bruno de Carvalho.

Admitindo a possibilidade de ser declarado culpado de todas as acusações, o ex-presidente dos leões critica a atuação da Justiça, afirmando que lhe foram “novamente negados princípios constitucionais fundamentais” e que a acusação avançou sem provas para o julgamento.

O Ministério Público acusa Bruno de Carvalho de ter sido o autor moral do ataque à academia de Alcochete, em maio do ano passado. Está em causa a ação de um grupo de adeptos do Sporting, afetos à claque Juventude Leonina, que entrou encapuzado no centro de treinos dos “leões” e agrediu vários jogadores e membros da equipa técnica.

Os crimes imputados a Bruno de Carvalho são os mesmos que foram assacados ao líder da claque da Juventude Leonina, Nuno Mendes, conhecido como “Mustafá”, e a Bruno Jacinto, que à data dos factos tinha as funções de oficial de ligação do Sporting aos adeptos. Mustafá está também acusado de um crime de tráfico de droga, permanecendo em prisão preventiva por esse motivo, escreve o Público.

Bruno de Carvalho deixou de estar obrigado a apresentar-se diariamente às autoridades, com a medida de coação a ser substituída por apresentações quinzenais. Ainda assim, juiz Carlos Delca manteve-lhe a caução de 70 mil euros que lhe tinha sido decretada.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Uma vida nunca está destruída. Estou convicto, que nunca cumprirá pena de prisão efectiva . Portanto, o Sr. Bruno tem toda a liberdade em arranjar emprego (seja no que for), basta inscrever-se no Centro de Emprego como qualquer Cidadão comum desempregado !….. Vá coragem!!!!….. mãos a obra!

  2. Faço minhas as palavras do sr. “atento”, dizendo ainda que se vier a cumprir uma pena efectiva, não é o fim do mundo, quantos e quantos não aproveitam a estadia, para tirarem uns cursos profissionais e cá fora tirarem partido desses mesmos, por isso não desanime caro Bruno

  3. Já devia estar condenado e preso. O que fez nos anos que esteve à frente do destino do Sporting merece ser considerado “terrorismo” e esses são vigiados dia e noite. Quando estamos à frente de qualquer instituição devemos dar exemplo o que lhe faltou e agora deve sofrer as consequências disso.

  4. É prendê-lo e o problema fica resolvido.
    Só eu sei, porque não fico em casa. La, la, la, la, la, la, Só eu sei, porque não fico em casa.

RESPONDER

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …

Autoeuropa quer recorrer ao lay-off (e retomar produção a 20 de abril)

A administração da Autoeuropa quer promover um regresso gradual ao trabalho a partir de 20 de abril, pretendendo recorrer ao lay-off simplificado para os trabalhadores que não regressem ao trabalho nessa data. “O regresso ao trabalho …

Ex-mulher de astronauta acusada de mentir sobre o "primeiro crime espacial"

A ex-mulher da astronauta da NASA Anne McClain, Summer Worden, foi acusada formalmente de mentir sobre o "crime espacial" que McClain terá cometido. Em agosto de 2019, o jornal norte-americano The New York Times noticiou que …

Em Singapura, os parques de estacionamento são agora quintas urbanas

A pandemia de covid-19 está a obrigar alguns países a adaptarem-se. É o caso de Singapura, que está a transformar os parques de estacionamento em quintas urbanas para aumentar a produção alimentar. Só 1% do território …

O empresário mais odiado do mundo quer sair da prisão (para desenvolver um medicamento para a covid-19)

Martin Shkreli, o empresário mais odiado do mundo, quer sair brevemente da prisão para ajudar a desenvolver um tratamento para a covid-19. Num artigo publicado no site da empresa de Shkreli, Prospero Pharmaceuticals, juntamente com outros …

Ceferin acusado de ganância. "Manter a Liga dos Campeões foi um ato criminoso irresponsável"

O primeiro-ministro da Eslovénia, Janz Jansa, teceu duras críticas à forma como a UEFA e o seu presidente, Aleksander Ceferin, lidaram com a fase inicial da pandemia de covid-19. "Manter a Liga dos Campeões foi um …