Bruno de Carvalho reage: “Se sou terrorista não posso estar em liberdade”

Tiago Petinga / Lusa

Bruno de Carvalho, ex-presidente do Sporting

Bruno de Carvalho vai ser julgado por um total de 195 crimes, 97 de terrorismo. No Facebook, comentou a decisão judicial, acusando o juiz de ter cedido à opinião pública.

Esta sexta-feira, Bruno de Carvalho publicou um longo texto no Facebook em reação a decisão do juiz de instrução criminal Carlos Delca de levar a julgamento todos os 44 arguidos acusados pelo Ministério Público no caso do ataque à Academia de Alcochete, incluindo o antigo dirigente leonino, e de imputar a todos o crime de terrorismo.

Conseguiram! A minha vida está irremediavelmente destruída.” O ex-presidente do Sporting critica os 97 crimes de terrorismo de que é acusado, ironizando acerca do contraste entre a redução da medida de coação a que está sujeito (apresentações quinzenais) e a gravidade da acusação de que é objeto.

Num Estado de Direito real só se leva as pessoas a tribunal quando se tem a convicção, pelas provas produzidas, que a…

Publicado por Bruno de Carvalho em Sexta-feira, 2 de agosto de 2019

“Se sou terrorista, pior ainda, se sou o mandante de um acto de terrorismo, sendo assim o ‘terrorista chefe’, não posso estar em liberdade! Mais, não posso estar em liberdade e passar de apresentações diárias para apresentações quinzenais! Com um terrorista não se pode facilitar, não se pode contemplar, não se pode dar ‘regalias’”, escreve Bruno de Carvalho.

Admitindo a possibilidade de ser declarado culpado de todas as acusações, o ex-presidente dos leões critica a atuação da Justiça, afirmando que lhe foram “novamente negados princípios constitucionais fundamentais” e que a acusação avançou sem provas para o julgamento.

O Ministério Público acusa Bruno de Carvalho de ter sido o autor moral do ataque à academia de Alcochete, em maio do ano passado. Está em causa a ação de um grupo de adeptos do Sporting, afetos à claque Juventude Leonina, que entrou encapuzado no centro de treinos dos “leões” e agrediu vários jogadores e membros da equipa técnica.

Os crimes imputados a Bruno de Carvalho são os mesmos que foram assacados ao líder da claque da Juventude Leonina, Nuno Mendes, conhecido como “Mustafá”, e a Bruno Jacinto, que à data dos factos tinha as funções de oficial de ligação do Sporting aos adeptos. Mustafá está também acusado de um crime de tráfico de droga, permanecendo em prisão preventiva por esse motivo, escreve o Público.

Bruno de Carvalho deixou de estar obrigado a apresentar-se diariamente às autoridades, com a medida de coação a ser substituída por apresentações quinzenais. Ainda assim, juiz Carlos Delca manteve-lhe a caução de 70 mil euros que lhe tinha sido decretada.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Uma vida nunca está destruída. Estou convicto, que nunca cumprirá pena de prisão efectiva . Portanto, o Sr. Bruno tem toda a liberdade em arranjar emprego (seja no que for), basta inscrever-se no Centro de Emprego como qualquer Cidadão comum desempregado !….. Vá coragem!!!!….. mãos a obra!

  2. Faço minhas as palavras do sr. “atento”, dizendo ainda que se vier a cumprir uma pena efectiva, não é o fim do mundo, quantos e quantos não aproveitam a estadia, para tirarem uns cursos profissionais e cá fora tirarem partido desses mesmos, por isso não desanime caro Bruno

  3. Já devia estar condenado e preso. O que fez nos anos que esteve à frente do destino do Sporting merece ser considerado “terrorismo” e esses são vigiados dia e noite. Quando estamos à frente de qualquer instituição devemos dar exemplo o que lhe faltou e agora deve sofrer as consequências disso.

  4. É prendê-lo e o problema fica resolvido.
    Só eu sei, porque não fico em casa. La, la, la, la, la, la, Só eu sei, porque não fico em casa.

RESPONDER

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …

Depois do balde de água fria da pandemia, Israel vai ficar melhor do que nunca. Tudo pelos turistas

Israel está fechado em casa e viajar para este país não faz parte dos planos de muitas pessoas. No entanto, este período de acalmia pode mesmo ser o melhor momento para planear uma viagem - …

Menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais e menos 151 mil cirurgias em 2020

No ano em que a pandemia chegou a Portugal, houve menos 151 mil cirurgias e menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais públicos. A covid-19, que chegou a Portugal a 2 de março de 2020, obrigou …

Várias escolas de Tóquio pedem "certificados de cabelo real" aos alunos

As escolas japonesas são conhecidas pela sua rigidez relativamente à aparência dos seus alunos, tanto que os estudantes que não seguem o padrão de "cabelo liso e preto" têm de apresentar provas. Dados divulgados, esta semana, …

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …

Mais 41 mortes e 718 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais 41 mortes e 718 novos novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 718 …