Barcelona ganhou a Supertaça, mas celebrou-se a vida: adversária que superou tumor cerebral foi lançada ao ar

Lalu R. Albarrán / Twitter

Virginia Torrecilla lançada ao ar pelas jogadoras do Barcelona.

Virginia Torrecilla lançada ao ar pelas jogadoras do Barcelona.

Virginia Torrecilla regressou aos relvados este domingo após superar um tumor cerebral. As adversárias do Barcelona lançaram-na ao ar após o jogo.

Esta manhã disputou-se o FC Barcelona – Atlético de Madrid, em futebol feminino. Em jogo estava a Supertaça Espanhola, título almejado por ambos os clubes, obviamente. No final, as catalãs golearam as colchoneras, por 7-0. Um passeio para a equipa campeã da europa.

Mas, como numa história saída de um conto de fadas, o futebol tornou-se secundário. O triunfo já não importava, o troféu não passava de latão e a glória foi posta de lado. Festejou-se outro tipo de vitória: a vitória da vida.

Isto porque este domingo, dia 23 de janeiro, marcou o regresso aos relvados de Virginia Torrecilla, jogadora do Atlético de Madrid que recentemente superou um tumor cerebral. Aos 85 minutos de jogo, a ‘bandeirinha’ levantou o placard — 683 dias depois voltava a ler-se o número 14, da camisola de Virginia.

A espanhola de 27 anos entrou para o lugar de Silvia Meseguer a poucos minutos do fim do encontro. Dos bancos e das bancadas ouviram-se gritos de apoio e aplausos para a jogadora.

Já não se discutia nada: a vitória estava mais do que confirmada, embora o Barça ainda tenho dado a machadada final já em cima do minuto 90.

No final da partida, as jogadoras do Barcelona dirigiram-se a Viriginia Torrecilla, beijaram-na, abraçaram-na e, num gesto emocionante, lançaram-na repetidamente ao ar.

A última vez que Viriginia tinha jogado foi no dia 11 de março de 2020. A centro-campista fez, na altura, 33 minutos no Espanha-Inglaterra, a contar para a She Believes Cup.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE