As aves conseguem ver o campo magnético da Terra e já se sabe como

Os pássaros podem sentir o campo magnético da Terra, e essa habilidade pode ajudá-los a voar a partir de lugares desconhecidos ou a navegar em migrações que se estendem por dezenas de milhares de quilómetros.

É provável que as aves conheçam a física quântica melhor do que muitos humanos, por ser algo que lhes é inato. Cientistas acreditam que é possível que as aves possuam proteínas nos seus olhos que lhes permitam ver o campo magnético da Terra. Por sua vez, essas proteínas ajudam os pássaros a percorrer longas distâncias em todo o mundo.

Duas equipas de cientistas afirmam, agora, ter identificado a chave de uma proteína sensível à luz, que se baseia num atributo inato de eletrões chamado “spin”, uma das propriedades mecânicas mais quânticas que existe. A proteína em causa chama-se Cry4.

Na mecânica quântica, o termo spin associa-se às possíveis orientações que as partículas subatómicas carregadas, como o protão e o eletrão, e alguns núcleos atómicos podem apresentar quando imersas num campo magnético.

No caso da Terra, esta funciona como um íman, no qual os polos do íman estão próximos dos polos geográficos do planeta. A a intensidade do campo magnético é medida com magnetómetros, que determinam a intensidade do campo na horizontal e na vertical. As bússolas, tal como os pássaros, orientam-se por meio desse campo magnético.

Os dois estudos, o primeiro publicado em janeiro na Current Biology e o segundo publicado em março no Jornal da Royal Society Interface, notam que esta é a primeira vez que uma proteína específica responsável pela deteção de campos magnéticos é identificada em animais.

Segundo o ScienceNews, a primeira equipa de cientistas descobriu que Cry4 foi encontrado na retina das aves. Já a segunda equipa estudou várias proteínas sensíveis à luz numa espécie de ave e descobriu que a Cry4, era produzida constantemente durante o dia, ao contrário de outras que variavam ao longo do dia.

De acordo com a Gizmodo, a investigação permitiu saber que as aves só podem detetar campos magnéticos se certos comprimentos de onda de luz estiverem disponíveis. Aliás, há estudos que mostram que a perceção magnética das aves parece depender da luz.

No entanto, em ambos os casos os investigadores advertem para a necessidade de mais investigação neste ramo, ates de declarar a Cry4 como magnetorrecetor. Embora a evidência seja sólida, ainda não é definitiva.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns porque esta noticia acabou de ganhar o prêmio da afirmação mais absurda do ano: “É provável que as aves conheçam a física quântica melhor do que muitos humanos”

RESPONDER

Pode já ser demasiado tarde para salvar o Taj Mahal

O Taj Mahal, monumento que é cartão postal da índia, está a ficar amarelado devido à poluição. O Supremo Tribunal indiano já ameaçou o Governo: "ou restauram ou demolem". Há um ditado que diz que o …

Se precisa de um emprego, faça uma tatuagem

Se está à procura de emprego, não coloque de lado a hipótese de fazer uma tatuagem. Um surpreendente estudo demonstrou que as tatuagens podem dar aos candidatos uma vantagem competitiva no mercado de trabalho. De certeza …

Cientistas descobrem por que o "cheiro da chuva" é tão agradável

Não é só o alívio, após um longo período de seca, que faz com que o "cheiro da chuva" seja tão agradável. Segundo os cientistas há uma série de fatores envolvidos - que incluem a …

39 mortos confirmados em Génova. "Foi erro humano"

O Governo italiano declarou o "estado de emergência" por 12 meses em Génova, onde esta terça-feira a queda de um viaduto matou pelo menos 39 pessoas, e vai prestar um primeiro apoio de cinco milhões …

Michael Schumacher vai ser levado em breve para Maiorca

O alemão Michael Schumacher, heptacampeão mundial de Fórmula 1, vai ser levado para a ilha de Maiorca, em Espanha, onde passará a viver com a família, segundo revela a edição desta quarta-feira da revista suíça …

Marcha imparável de mortíferas viúvas-negras está a apoderar-se do Canadá

O habitat das criaturas potencialmente letais de oito patas estendeu-se em mais de 48 quilómetros nos últimos 12 anos, e aparentemente nada pode ser feito para as conter. Segundo um estudo publicado a semana passada na …

Marca espanhola cria sapato feito de lixo retirado dos oceanos

O lixo nos oceanos é um problema de longa data e aumenta de forma proporcional ao nosso consumo. A prática tem causado danos em inúmeras espécies marinhas,  como tartarugas e baleias. Para ajudar a combater estes …

Está explicado por que os índios têm cabelo comprido

Quando pensámos em índios, figuramos rapidamente uma pessoa de pele morena, com a cara pintada e, quase inevitavelmente, cabelo comprido. Ao que parece, o cabelo comprido não representa apenas uma questão meramente estética - pode …

Os próximos 4 anos vão ser "anormalmente quentes"

O período de tempo até 2022 poderá registar temperaturas ainda mais elevadas do que o esperado, com anos "anormalmente quentes", segundo um estudo baseado num novo método de previsão, divulgado nesta terça-feira. O trabalho realizado por …

2,3 milhões de venezuelanos abandonam o país por falta de alimentos e medicamentos

A falta de alimentos e de medicamentos forçou 2,3 milhões de venezuelanos a abandonarem o país, segundo a ONU, que alertou hoje para a situação de risco de dezenas de milhares de cidadãos da Venezuela. "As …