Autistas são bons a matemática (e agora sabemos porquê)

O transtorno do espetro do autismo causa muitos desafios, mas essas diferenças cerebrais podem também tornar algumas tarefas um pouco mais fáceis.

Uma investigação recente, realizada por um psicólogo italiano, fornece provas que relacionam o pensamento sistemático à capacidade matemática, o que ajuda a explica por que muitos indivíduos que sofrem de autismo tendem a ter uma mente especialmente vocacionada para os números.

O cérebro tende a ter duas abordagens diferentes para encontrar soluções para um determinado dilema: ou identificamos relações impessoais entre categorias e prevemos um resultado, ou usamos uma variedade de funções sociais para avaliar uma conclusão.

Estas tendências sistemáticas em contraposição com as empáticas têm as suas vantagens e desvantagens. Muitas vezes, misturamos e combinamos os processos à medida que raciocinamos, nos relacionamos, em suma, vivemos.

No entanto, os indivíduos têm sempre as suas preferências, tanto como resultado de respostas aprendidas como graças a caminhos neurológicos distintos. Isto ajuda a explicar o facto de alguns serem melhores a resolver certo tipo de problemas do que outros.

Aspetos relacionados com a resolução de quebra-cabeças da matemática exigem mais este tipo de pensamento sistemático. Todavia, apesar de ser óbvio que as pessoas com este tipo de pensamento têm um talento especial para a matemática, a ciência não comprovava esse dado (quase) adquirido.

Assim, Paola Bressan, psicóloga da Universidade de Pádua, notou a ausência de evidências sobre o assunto, e decidiu investigar. Para isso, convidou cerca de 200 estudantes universitários e investigou-os individualmente, analisando particularmente as suas habilidades matemáticas, a capacidade de sistematizar e de resolver problemas fazendo uso da ciência dos números.

Os resultados foram compatíveis com o que a especialista esperava. Os alunos que fizeram disciplinas matemáticas, como engenharia e física, tenderam a aplicar o pensamento sistemático em vez do empático.

Contudo, a população estudada estava limitada a estudantes universitários de origem semelhante. Assim, os investigadores decidiram dar o passo seguinte: aplicar estas descobertas ao autismo é um salto muito grande, mas não irracional, isto porque investigações anteriores sugeriram que o autismo aumenta a probabilidade de a pessoa obter melhores resultados na matemática.

Além disso, há também teorias que argumentam que os autistas têm tendência de hiper-sistematizar, tornando mais provável que se tornem em pessoas resistentes à mudança e se concentrem atentamente em certos padrões comportamentais.

Assim, muitos indivíduos diagnosticados com transtorno do espetro do autismo têm habilidades aritméticas e senso numérico acima da média (pensamento sistemático), mas lutam muitas vezes contra a matemática quando ela é enquadrada num cenário do mundo real, como um problema de palavras (pensamento empático).

Ajustar as aplicações da matemática em termos de pensamento sistemático e empático poderia fazer com que os professores estudassem novas estratégias para ajudarem os alunos – e não apenas os que sofrem de autismo, mas todos nós.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Tenho alguma dificuldade em entender este artigo. Utiliza dois conceitos: pensamento sistemático e pensmento empático, que eu tenho, de acordo com os conteúdos significativos que possuo deles, de enquadrar no síndrome de perturbação autista. Por isso, tenho-me que me reservar na apreciação que possa fazer sobre o conhecimento cientifico que este artigo possa transmitir.

  2. Correção:
    Tenho alguma dificuldade em entender este artigo. Utiliza dois conceitos: pensamento sistemático e pensmento empático, que eu tenho, de acordo com os conteúdos significativos que possuo deles e do conhecimento que possuo sobre a perturbação do espetro do autismo , dificuldade em enquadrar ana entidade clínica referida. Por isso, tenho-me que me reservar na apreciação que possa fazer sobre o conhecimento cientifico que este artigo possa transmitir.

RESPONDER

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …

Município italiano proíbe Google Maps. App faz com que muitas pessoas se "percam"

O autarca do município italiano de Baunei, na Sardenha, proibiu o uso do Google Maps na região, argumentando que "muitas" pessoas se perderam por causa de "sugestões enganosas" do serviço de localização. A informação é …

Pedalar mais dá direito a prémios. Tecnologia portuguesa desperta interesse de Copenhaga

Depois de se ter estreado em Matosinhos e de ter despertado interesse em Nova Iorque, um programa português que premeia comportamentos de mobilidade ambientalmente sustentáveis chamou a atenção em Copenhaga. O AYR, desenvolvido pela empresa CEiiA …

Associação de Armas americana editou artigos da Wikipédia para desacreditar o Holocausto

A National Rifle Association (Associação Nacional de Armas) dos Estados Unidos tem estado a editar artigos da Wikipédia de forma a desacreditar o Holocausto. Um trabalho de investigação da Splinter identificou pelo menos 150 edições em …

Bebé recém-nascida encontrada enterrada viva numa sepultura na Índia

Uma bebé recém-nascida enterrada viva foi encontrada na Índia por um pai que estava a enterrar a filha, que morreu após o parto, revelou o chefe da polícia local, Abhinandan Singh. A menina foi encontrada dentro …

Reutilização é a verdadeira alternativa a plástico descartável

A alternativa aos produtos de plástico descartáveis tem sido outros produtos também descartáveis, mas a melhor solução passa pela reutilização, indica um relatório divulgado esta terça-feira, que dá exemplos de sucesso. O documento, “The Reusable solutions: …