Eleito o melhor jogador no Atl. Madrid, João Félix deixa recados

3

João Félix foi eleito o melhor jogador do Atlético de Madrid nesta temporada pelos adeptos do clube, apesar de ter terminado a época mais cedo. Olhando já para o futuro, o internacional português deixa recados internos.

O ex-atleta do Benfica recebeu o Prémio “Jogador Cinco Estrelas” de Mahou que é atribuído pelos adeptos ao melhor jogador da temporada no Atlético de Madrid.

Na entrega do galardão, demonstrou estar feliz com a distinção, agradecendo aos colegas de equipa porque “um jogador só não consegue fazer tudo”, e aproveitou para fazer um balanço da temporada.

Félix assumiu que o objetivo alcançado pelo Atlético de ficar em lugar elegível para a Liga dos Campeões no campeonato espanhol “foi difícil” de conseguir. “Mas estávamos todos focados no objetivo, tínhamos claro o que queríamos e conseguimos”, vinca citado pelo jornal espanhol Marca.

“No próximo ano, também há a Liga dos Campeões para lutar, temos que ser um pouco mais regulares, o que nesta temporada não fomos”, acrescenta, alertando que a equipa também tem de “lutar pelo título”.

Félix promete aos adeptos “muitas ganas” para a próxima época “porque queremos ganhar, ganhar, ganhar e ganhar títulos“. “Tenho muita confiança no que podemos fazer no próximo ano, mas temos que começar todos com ganas e ter essa fome de títulos e de ganhar”, acrescenta em mais um recado aos colegas de equipa.

  ZAP //

3 Comments

  1. Como diz o texto, corretamente, esta foi uma eleição dos adeptos do At. Madrid. Nenhuma surpresa, em Espanha ninguém tem dúvidas. Mas, o que o texto não realça é a maneira como fala o João Félix, estas declarações são de um líder que decidiu assumir-se e aceite no interior do clube, colegas incluídos. Há mais de dois anos escrevi que Simeone e João Félix ou se entendiam ou um dos dois estaria a mais no AM. Seis meses atrás, Simeone passou por apuros, a direção teve que lhe manifestar um voto de confiança e a razão para os apuros residia na forma como o treinador não potenciava João Félix depois de trinta meses de “convívio”. Por exemplo, Ferdinand disse ou escreveu: “como poderia JF marcar golos a jogar a 50/70 metros da baliza”?. Coincidência ou não, Simeone “permitiu” JF não apenas “mais” perto da área, começou a deixar o moço evoluir para o que será: “ponta-de-lança”,era esse o papel de JF antes de ser lesionado. JF tem outro problema, não é já Simeone,é o jogador mais massacrado de LA Liga com faltas e patadas, La Liga ou o João vão ter que fazer alguma coisa quanto a isso.

    • O JF não encaixa no sistema de jogo das equipas do Simeone. É um jogador para equipas com posse de bola como por exemplo Manchester City.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.