Antigo baterista dos Megadeth morreu em palco aos 51 anos

Nick Menza / Facebook

Nick Menza, antigo baterista dos Megadeth

Nick Menza, antigo baterista dos Megadeth

Nick Menza atuava este domingo com a banda que representava de momento, os OHM, num clube de jazz, em Los Angeles, nos Estados Unidos, quando desmaiou.

Apesar dos esforços de colegas e amigos presentes no espetáculo, enquanto não chegavam os médicos, Nick Menza, de 51 anos, não reagiu às diversas tentativas de reanimação e o óbito viria a ser declarado pouco depois, quando já seguia numa ambulância rumo ao hospital.

Apesar de já haver suspeitas para a causa da morte do antigo baterista dos Megadeth, resta agora esperar pelos resultados da autópsia que será realizada em breve.

“O Nick morreu durante a terceira música do primeiro set. Segundo nos informaram, ele sofreu um grave ataque cardíaco e foi dado como morto antes de chegar ao hospital”, disse o manager do músico, citado pelo The Guardian.

Nick Menza foi, de resto, o baterista que mais tempo serviu os Megadeth, entre 1989 e 1998, ou seja, no auge da banda.

A meio de uma tournée, em 1998, descobriu um tumor num joelho e foi obrigado a afastar-se da banda para receber tratamento. Acabaria por ser substituído e nunca mais voltou.

Move

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"O vírus não existe". Em Itália, os "coletes laranja" exigem a queda do Governo (e que o país saia da UE)

Inspirados nos Coletes Amarelos franceses, nasceram os "coletes laranjas" em Itália, um movimento de contestação contra o Governo que acredita que "o vírus não existe". Apesar de ainda não ser um movimento muito grande, há já …

Época balnear arranca no sábado, mas começa mais tarde no Norte

A época balnear arranca no próximo sábado, 6 de junho, mas não em todo o país. No Norte de Portugal só começa a 27 de junho. Segundo o despacho publicado esta quinta-feira em Diário da República, …

Um terço das empresas de restauração não reabriu

Cerca de um terço das empresas de restauração não retomou a atividade e quase metade tem registado uma faturação média inferior a 10%, revelou a associação representativa do setor. A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares …

Ministério Público alemão assume que Maddie McCann está morta

O procuradores do Ministério Público alemão acreditam que Madeleine McCann foi assassinada. O investigador Christian Hoppe, do Bundeskriminalamt, revelou que a criança pode ter sido alvejada quando o suspeito assaltava o apartamento da família. O procuradores do …

Nadadores-salvadores devem privilegiar salvamento "sem entrar na água"

A Federação Portuguesa de Nadadores-Salvadores divulgou hoje alguns dos procedimentos que os vigilantes devem adotar na época balnear face à pandemia, como privilegiar o salvamento “sem entrar na água” ou abordar o náufrago pelas costas. “Ainda …

Confederação do Turismo propõe Lay-off simplificado, banco de horas e horário concentrado

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) propôs ao Governo 99 medidas para mitigar as consequências "gigantescas" que a pandemia está a ter no sector, apontando um cenário de "eclipse total e asfixia". Segundo noticiou esta …

Coreia do Norte ameaça romper acordo militar com Seul

A Coreia do Norte ameaçou hoje romper o acordo militar com a Coreia do Sul e fechar o gabinete de ligação transfronteiriça, se Seul não impedir que ativistas continuem a enviar panfletos através da fronteira. A …

Moratórias no crédito prolongadas até 31 de março de 2021

O Governo decidiu estender a moratória nos empréstimos dos bancos às famílias e empresas afetadas pela crise. As prestações e juros só voltarão a ser pagos depois de 31 de março de 2021, apurou o …

Santana Lopes deixou funções executivas no Aliança. Mas não "deserta"

O fundador do partido Aliança deixou, recentemente, as suas funções executivas por "motivos profissionais", mas promete "não desertar", "muito menos em alturas difíceis". No passado dia 15 de maio, Pedro Santana Lopes pediu a suspensão das …

Pela primeira vez em 30 anos, Hong Kong proíbe vigília em memória de Tiannamen

Pela primeira vez em 30 anos, tanto Hong Kong como Macau não vão ter vigílias em homenagem às vítimas do massacre de Tiananmen. A Polícia de Hong Kong proibiu a vigília em memória do massacre de …