O Alzheimer nem sempre é Alzheimer (e é por isso que não encontramos a cura)

Foto: Tom/Flickr

Pelo menos um terço das pessoas diagnosticadas com Alzheimer pode, afinal, estar a sofrer de um tipo completamente diferente de demência que só agora foi identificado.

Esta descoberta não apenas altera a nossa compreensão das causas e da natureza da demência, mas também pode explicar porque é que todas as tentativas de desenvolver uma cura para o Alzheimer falharam.

De acordo com um novo estudo publicado na revista Brain, isto pode ter ocorrido porque um grande número de participantes destes testes não tinha, de facto, a patologia. Em vez disso, podem estar a sofrer de uma condição chamada encefalopatia TDP-43 relacionada com a idade, predominantemente de nível límbico – ou LATE, para abreviar – que causa sintomas que imitam o Alzheimer.

A condição é causada por um dobramento incorreto de uma proteína chamada TDP-43, que regula a expressão gênica no cérebro. Depois de rever as evidências de milhares de exames post-mortem, os autores do estudo afirmam que cerca de um quarto das pessoas com mais de 85 anos têm TDP-43 com problemas de desdobramento a prejudicar a sua memória e cognição geral.

Afetando os “mais velhos” – aqueles com mais de 80 anos – o LATE é considerado um declínio mais gradual nas capacidades mentais do que o Alzheimer, embora quando as duas condições estão presentes na combinação, os sintomas tendem a desenvolver-se muito rapidamente.

Nina Silverberg, diretora do Programa de Centros de Doença de Alzheimer do Instituto Nacional do Envelhecimento, disse em comunicado que “estudos recentes e ensaios clínicos na doença de Alzheimer ensinaram-nos duas coisas: primeiro, nem todas as pessoas que pensávamos tinham a doença de Alzheimer; segundo, é muito importante entender os outros colaboradores da demência”.

A revelação de que muitas pessoas que pensavam estar a sofrer da doença pode ter sido afetada pelo LATE abre a possibilidade de desenvolver novos tratamentos que sejam mais efetivamente direcionados. O co-autor do estudo Peter Nelson já pediu mais trabalho nesta área, afirmando que “o LATE responde a tratamentos diferentes do que o Alzheimer, o que pode ajudar a explicar porque é que tantos remédios de Alzheimer falharam em testes clínicos”.

No entanto, os autores do estudo lamentam que a falta de ferramentas de diagnóstico para o LATE represente um grande obstáculo ao progresso clínico. Os investigadores sugerem que o desenvolvimento de biomarcadores de bio-fluidos ou neuroimagem, que poderiam ajudar a diagnosticar o atraso, aumentaria consideravelmente as probabilidades de encontrar um tratamento eficaz para várias formas diferentes de demência.

Marcadores genéticos também poderiam ser usados ​​para ajudar a diagnosticar o atraso, e os autores já identificaram cinco genes separados que parecem contribuir para a condição – alguns dos quais também estão envolvidos na causa do Alzheimer.

ZAP ZAP // IFL Science

PARTILHAR

RESPONDER

O segredo para a investigação do cancro pode estar escondido nas baleias

Algumas espécies de baleias vivem durante muitos anos graças a genes supressores de tumores duplicados. Esta descoberta pode ajudar na investigação sobre cancro em humanos. Um novo estudo sugere que o tamanho gigantesco das baleias não …

Passos Coelho cancela participação em fórum para afastar "especulações infundadas" sobre o seu regresso

O antigo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, decidiu cancelar a presença numa conversa via Zoom agendada para 25 de março, inserida num ciclo denominado “Repensar Portugal”. Esta quinta-feira, o semanário Expresso adiantou que o antigo primeiro-ministro Pedro …

A física quântica pode causar mutações no nosso ADN

Simulações de computador e métodos de mecânica quântica têm sido usados ​​para determinar o papel que o tunelamento de protões, um fenómeno puramente quântico, desempenha nas mutações espontâneas no ADN. A biologia quântica é um campo …

Buracos negros minúsculos podem estar a "esconder-se" dentro de estrelas (e a devorá-las por dentro)

Uma equipa de investigadores tem um novo palpite sobre onde procurar a misteriosa matéria escura: esta pode estar a assumir a forma de buracos negros endoparasitários. De acordo com o ScienceAlert, buracos negros primordiais minúsculos, quase …

Maionese está a salvar tartarugas após derrame de petróleo em Israel

Membros do Centro Nacional de Resgate de Tartarugas Marinhas de Israel estão a usar maionese para limpar as vias respiratórias de tartarugas que inalaram petróleo em alto-mar. Israel fechou este domingo as praias mediterrânicas dias após …

Itália investiga empresas de entrega de comida. Há estafetas tratados "como escravos"

Itália está a investigar as empresas de entrega de comida online, com um promotor a lamentar que os estafetas que fazem as entregas, muitos deles imigrantes, são praticamente tratados "como escravos". Procuradores de Milão avançaram que …

O IONIQ 5 é o novo carro elétrico da Hyundai (e é enorme entre eixos)

O ano 2021 vai ser promissor na apresentação e lançamento de carros elétricos no mercado mundial. Algumas marcas, como a Hyundai, têm produtos prontos para serem comercializados. Agora, a marca sul-coreana apresenta o IONIQ 5. Com …

Em Moscovo, qualquer um pode ser vacinado contra a covid-19 (e até ganha um gelado)

Em Moscovo, capital da Rússia, a vacina Sputnik V está disponível gratuitamente a qualquer pessoa que queira ser vacinada desde 18 de janeiro. Os interessados não precisam de agendar a toma e até ganham um …

As abelhas convenceram-nos de que sabiam matemática. Mas mentiram-nos

O novo estudo não significa necessariamente que as abelhas não entendam números, mas sugere que os animais usam propriedades não numéricas para resolver problemas matemáticos. Vários estudos convenceram-nos de que as abelhas são pequenos génios matemáticos: …

Liam Thorpe era prioritário na vacinação contra a covid-19 por ter 6,2 cm. Foi um erro

Liam Thorp, um homem de 32 anos sem comorbilidades, foi incorporado na lista de cidadãos prioritários para a vacinação contra a covid-19 no Reino Unido. Tudo por causa de um erro no sistema, que o registou …