Afinal, sorrir pode não ser um sinónimo de alegria universal

SXC

-

Um estudo realizado na Papua Nova Guiné sugere que as expressões faciais das emoções podem não ser universais.

Uma equipa de investigadores da Universidade Autónoma de Madrid, em Espanha, descobriu que há um povo da Papua Nova Guiné que não associa um sorriso à sensação de alegria.

Segundo o El País, a comunidade das ilhas Trobriand sempre foi muito associada à promiscuidade e à liberdade sexual mas os cientistas espanhóis podem ter descoberto algo bem mais importante.

Em algumas das aldeias, um sorriso é “interpretado como um convite social, como a magia da atração”, explica o psicólogo José Miguel Fernández Dols, líder da investigação.

Esta pode vir a ser uma descoberta maior do que o seu tempo, como explica o diário espanhol, uma vez que a comunidade científica sempre acreditou que as expressões faciais associadas às emoções não eram determinadas pela cultura em que se vive mas sim pela origem biológica e são universais.

O pai desta “Teoria da Universalidade” é o psicólogo norte-americano Paul Ekman, que defende que as cinco emoções – alegria, tristeza, raiva, medo e nojo – podem ser reconhecidas pelos 7.400 milhões de habitantes do planeta Terra.

Para comprovar esta nova possibilidade, a equipa de Dols estudou os rostos de dezenas de pessoas em várias situações como, por exemplo, atletas olímpicos a receber a medalha de ouro, pessoas a ter um orgasmo, lutadores de judo a ganhar as suas provas, adeptos de futebol a festejar e até de toureiros em plena arena.

As conclusões a que chegaram, agora publicadas na revista científica JEP, é que as expressões faciais, tal como o sorriso, são muito mais ferramentas de interação social do que uma simples representação de uma emoção básica interna.

“As expressões faciais são estratégias interativas. Por exemplo, as crianças, quando caem, só choram quando veem a sua mãe”, explica o psicólogo.

O psicólogo Carlos Crivelli, que também esteve envolvido na pesquisa, e o antropólogo Sergio Jarillo, do Museu de História Natural de Nova Iorque, foram então tentar provar a nova teoria.

Juntos mostraram a 68 crianças e adolescentes das ilhas Trobriand seis fotografias com expressões típicas de alegria , tristeza, raiva, medo e nojo, assim como um rosto neutro. De seguida, fizeram o mesmo a 113 jovens residentes em Madrid.

Em Trobriand, apenas 58% dos participantes associaram o sorriso à alegria, enquanto 46% ligou à tristeza, 31% com o medo, 25% no nojo e 7% na raiva.

Em Matemo, uma ilha perdida em Moçambique, os investigadores obtiveram resultados semelhantes. Na capital espanhola, a maioria dos participantes agruparam as emoções básicas com as suas supostas expressões faciais universais.

“O conceito de emoção básica é popular mas não é necessariamente científico”, declara Dols ao jornal espanhol.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …

Há mais 11 mortes e 374 novos casos de infecção (300 são na Grande Lisboa)

Portugal regista hoje mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infectados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim da Direcção-Geral da …

Gestão da pandemia: PGR francesa vai abrir investigação judicial a PM e ministros

Em causa estão 90 queixas contra o anterior chefe do Governo Edouard Philippe, e os ministros Olivier Véran e Agnès Buzyn, tendo 53 delas sido examinadas e nove consideradas admissíveis para seguirem eventualmente para tribunal. O …

Benfica perto de garantir Taremi e Helton Leite para a próxima época

O SL Benfica está perto de assegurar as contratações do avançado do Rio Ave, Mehdi Taremi, e do guarda-redes do Boavista, Helton Leite, para a próxima temporada. Mehdi Taremi e Helton Leite deverão ser reforços do …

Operação Marquês. Ivo Rosa não marca data de início do julgamento

O juiz de instrução Ivo Rosa optou por não marcar data de início do julgamento dada a complexidade do processo da Operação Marquês. O anúncio foi feito no final do debate instrutório, esta sexta-feira. "É manifesta …

Bolsonaro veta obrigatoriedade do uso de máscaras em lojas e igrejas

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, vetou hoje parte de uma lei que estipulava o uso obrigatório de máscaras em órgãos públicos, lojas, indústrias, templos religiosos e locais fechados em que haja concentrações de pessoas. O …