Adolescente descobriu uma antiga cidade Maia a olhar para as estrelas (ou talvez não)

Google Earth

-

Um adolescente canadiano com 15 anos descobriu uma antiga cidade maia, na selva do Iucatão, sem sair de casa – apenas a observar imagens de constelações a partir do seu computador. Mas a história pode não ser bem assim.

William Gadoury, um jovem canadiano de 15 anos que confessa o seu fascínio pela civilização maia, afirma ter descoberto que a posição de estrelas em diversas constelações do mapa celeste correspondia à localização de 117 conhecidas cidades maias.

A correspondência entre constelações e cidades maias é uma descoberta que nunca tinha sido feita pelos arqueólogos e outros cientistas que durante séculos estudaram a civilização meso-americana, que se desintegrou antes da chegada de Cristóvão Colombo, em 1492.

Gadoury reparou que, no caso de uma constelação de três estrelas, apenas dois astros correspondiam a outras tantas cidades, pelo que começou a investigar se poderia haver uma urbe ainda não descoberta.

O adolescente de Saint-Jean-de-Matha, na região de Lanaudière (Québec), começou a estudar imagens de satélite proporcionadas pela agência espacial canadiana (CSA), até que descobriu o que pareciam estruturas humanas na selva do Iucatão, no sudoeste do México, segundo relata a notícia publicada inicialmente no Le Journal de Montréal.

Tanto a CSA como as agências espaciais dos EUA e do Japão corroboraram que as estruturas descobertas pelo jovem correspondem a uma pirâmide e a cerca de 30 edifícios do que parece ser uma das maiores cidades da civilização maia.

Gadoury batizou a suposta nova cidade como “K’aak Chi'”, que significa “Boca de Fogo” na língua maia.

Nem tudo o que reluz

Os especialistas em civilização maia, no entanto, já começaram a alertar para as falhas nesta teoria. Para alguns investigadores mexicanos e especialistas em arqueologia, a suposta descoberta do jovem William Gadoury é uma teoria que deve ser verificada e uma especulação arriscada.

O arqueólogo David Stuart refere à Wired que a descoberta é “falsa”, enquanto o colega Ivan Sprajc afirma que muito provavelmente as imagens captadas pelo jovem podem simplesmente retratar um campo abandonado e um lago seco.

Considerando a precisão das observações astronómicas dos maias, Héctor Hernández Álvarez, arqueólogo da Universidade Autónoma do Iucatão, no México, não considera a ideia descabida, já que os maias eram conhecidos por serem bons astrónomos e por manterem registos precisos da Lua, de Vénus e talvez até de Marte.

“Atualmente, as novas tecnologias de deteção remota permitem identificar povoações e descobrir sítios que foram ocupados por grupos de humanos no passado”, refere, citado pelo El País.

“O que tem de se confirmar é se isto realmente coincide com a ideia de que as cidades maias foram planeadas com base num cosmograma”, ou seja, uma mapa bidimensional do cosmos.

Por seu turno, Harri Kettunen, presidente da Associação Europeia de Maianistas e investigador na Universidade de Helsínquia, na Finlândia, refere ao Observador que “não há razões para acreditar que isto seja baseado em investigação científica”.

Nikolai Grube, especialista em hieróglifos maias e professor na Universidade de Bona, na Alemanha, explica que o padrão para a construção das cidades maias estava relacionado, principalmente, com “a disponibilidade de recursos, como água, bom solo e acesso a rotas comerciais”.

“A maior parte das cidades que o jovem liga por linhas para mostrar que representam constelações não são contemporâneas”, explicou ao Observador.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Criança encontra dente gigante de mamute com 12 mil anos

Jackson Hepner, de 12 anos, encontrou um dente gigante de mamute lanoso enquanto passava férias com a sua família no estado norte-americano de Ohio. Foi em junho passado que a criança encontrou o dente, no condado …

Febre do lítio pede licença para chegar a Portugal

Com o potencial de ter as maiores reservas da Europa, a febre do lítio chegou a Portugal, onde se registaram duas dezenas de solicitações de prospecção este ano, embora as empresas mineiras continuem à espera …

Virgin Galactic abre as portas do primeiro aeroporto espacial do mundo

A empresa norte-americana Virgin Galactic, do bilionário Richard Branson, está a preparar o primeiro aeroporto espacial comercial do mundo, tendo revelado esta semana algumas das imagens daquelas que vão ser as instalações. O aeroporto, localizado …

A Internet está a regar esta planta há três anos

A comunidade online do Reddit tem tratado de uma planta durante três anos. Os utilizadores escolhem diariamente se a planta de ou não ser regada. Tudo começou com uma pequena brincadeira no Reddit, um dos maiores …

O pulmão de um chinês colapsou (e a culpa foi do karaoke)

O pulmão de um homem de 65 anos, na China, colapsou após ter tentado atingir uma nota alta durante uma intensa sessão de karaoke. O homem, residente em Nanchang, na província de Jiangxi, teria estado a …

"Emergência nacional". Deputados pedem a Boris que convoque imediatamente o Parlamento

Mais de 100 deputados britânicos pediram, numa carta divulgada este domingo, ao primeiro-ministro Boris Johnson para convocar imediatamente o Parlamento e voltar a debater o Brexit. As férias de verão do Parlamento terminam normalmente a 03 …

Rambo Luso. Há um português a viver na selva venezuelana há 25 anos

Há 25 anos que o português António Pestana Drumond realiza expedições às regiões de selva do Delta Amacuro e do Parque Nacional Canaima, leste da Venezuela, onde é conhecido pelos indígenas locais como o Rambo …

Já é possível saber se alguém está a mentir. Basta olhar nos olhos

Os olhos não mentem. Pelo menos é o que acham os investigadores da Universidade de Stirling, na Escócia, que criaram uma prova que diz se a pessoa está a mentir ou não com a monitorização …

A NASA detetou (e mediu) o primeiro choque interplanetário

A Multiscale Magnetospheric Mission (MMS) da agência espacial norte-americana conseguir fazer as primeiras medições de um choque interplanetário. Em comunicado, a NASA explica que os choques interplanetários são um tipo de choque sem colisão, no …

Quem ganhou a Segunda Guerra Mundial? Aliados e Eixo dizem que foram eles próprios

Em média, tanto os cidadãos de países dos Aliados como cidadãos de países do Eixo dizem que foram eles mesmos os vencedores da Segunda Guerra Mundial. Se perguntarmos a qualquer um dos poucos veteranos remanescentes da …