Actor britânico vai testar nova vacina contra cancro do cérebro

BBC

O actor Robert Demeger vai ser o primeiro paciente na Europa a testar a nova vacina contra o cancro do cérebro.

O actor Robert Demeger vai ser o primeiro paciente na Europa a testar a nova vacina contra o cancro do cérebro.

Entrou na fase de testes uma nova vacina, que se propõe tratar uma forma agressiva do cancro do cérebro com uma abordagem que se baseia em ensinar sistema o imunológico do paciente a combater o cancro.

O actor Robert Demeger, 62 anos, foi diagnosticado este ano com cancro no cérebro. É o primeiro paciente europeu a receber o tratamento, no hospital King’s College, em Londres.

O King’s College faz parte de um grupo de mais de 50 hospitais – os outros são nos Estados Unidos – que estão a testar o tratamento.

A vacina é personalizada para cada doente e foi desenvolvida para ensinar o sistema imunológico a lutar contra as células de um tumor.

Demeger, um actor de televisão e teatro, teve que desistir de seu papel de Otelo, no consagrado Teatro Nacional, depois de ter começado a ter convulsões.

O actor chegou a ter um substituto, para o caso de se sentir mal no palco, mas não chegou a precisar da sua ajuda.

“Fui diagnosticado com um tumor no cérebro e marcaram-me uma cirurgia numa questão de dias”, conta Demeger à BBC.

Antes de ser operado, Demeger foi convidado a ser o primeiro paciente na Europa a participar na experiência internacional com a nova vacina.

Os cirurgiões removeram então o máximo possível do seu tumor – que foi depois levado para um laboratório, onde foi incubado com células dendríticas (células imunológicas tiradas do seu sangue).

O objectivo foi ensinar as células a reconhecer o tumor. A vacina personalizada que resultou do processo foi injectada no seu braço, na esperança de que as células treinariam o seu sistema imunológico a localizar e destruir o cancro.

Demeger irá agora recebe dez doses da vacina nos próximos dois anos.

BMJ

Dr. Keyoumars Ashkan, cirurgião do King's College

Dr. Keyoumars Ashkan, cirurgião do King’s College

Keyoumars Ashkan, neurocirurgião do King’s College,  lidera a parte britânica da pesquisa.

Segundo Ashkan, há uma grande necessidade de novos tratamentos para o câncer de cérebro. “Mesmo que um tumor pareça igual em dois pacientes, na realidade ele varia muito”.

“Por isso, a terapia padrão provavelmente não é a melhor. Há uma necessidade de fornecer tratamento individualizado baseado no tipo de cancro de cada paciente”.

Ashkan realçou que a actual pesquisa, que envolverá 300 pacientes, é necessária para mostrar se o tratamento é realmente eficiente. Metade dos paciente receberá a vacina real e os restantes tomarão placebos.

“Até obtermos os resultados deste estudo não saberemos se a terapia deve ser dada a todos os pacientes”, diz Ashkan.

Demeger afirma que está encantado por fazer parte deste estudo.

A cirurgia para remover o cancro afectou a sua fala, porque o tumor estava próximo da zona do cérebro que lida com a linguagem.

Demeger, que tinha a voz como seu meio de vida, teve que reaprender a comunicar. “Adoraria voltar a atuar, é o meu trabalho”.

“Tenho trabalhado com um terapeuta da fala e com o chefe das vozes no Teatro Nacional”, diz o actor, “e não sei se poderei voltar aos palcos em semanas ou meses, mas estou esperançoso”.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Bola de fogo de mil Hiroshimas destruiu cidade inteira (e pode ter inspirado história bíblica)

Um asteróide atingiu Tall el-Hammam há cerca de 3.600 anos, destruindo toda a cidade e matando toda a sua população. A explosão pode ter inspirado a história bíblica de Sodoma. Enquanto os habitantes de uma antiga …

António Costa sobre a Galp: "Era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta irresponsabilidade, tanta falta de solidariedade"

Intenção de "dar uma lição" à empresa foi manifestada por António Costa numa ação de campanha, o que gerou críticas por parte dos partidos da oposição que relembraram o seu estatuto de primeiro-ministro e o …

Indústrias criativas são "fator de aceleração e crescimento" económico no país

O ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira, disse esta terça-feira que o Governo tem identificado as indústrias criativas como “um fator de aceleração e crescimento” da atividade económica no país, reconhecendo que …

Rui Moreira garante maioria absoluta (com resultado superior a 2017). PS cai a pique

O presidente da câmara do Porto deverá consolidar a sua legitimidade à frente da autarquia. Por sua vez, o PS corre o risco de perder dez pontos percentuais de votos face a 2017. O estudo …

Fernando Nobre, fundador da AMI, alvo de processo disciplinar da Ordem dos Médicos

A Ordem dos Médicos (OM) abriu um processo disciplinar ao médico Fernando Nobre, na sequência de uma queixa sobre declarações que prestou numa manifestação de negacionistas da pandemia de covid-19 realizada junto à Assembleia da …

Sem que precise de falar, novo teste pode diagnosticar demência precocemente

Num novo estudo, investigadores relataram grande precisão a identificar pessoas com a doença de Alzheimer através de um novo teste em que o paciente nem precisa de falar. O nosso sistema de memória visual tem uma …

Portugal a dois pontos de atingir 85% da vacinação completa

Mais de 8,5 milhões de pessoas já têm a vacinação completa contra a covid-19, o que faz com que Portugal esteja a dois pontos percentuais de atingir a meta de 85% da população totalmente vacinada. Segundo …

Encontrada parte da matéria perdida do Universo

As galáxias podem receber e trocar matéria com o seu ambiente externo graças aos ventos galácticos criados por explosões estelares. Devido ao instrumento MUSE do VLT (Very Large Telescope) do ESO, uma equipa internacional liderada …

A Lilium testou o seu táxi voador de quinta geração — com direito a vídeo e som

Empresa alemã quer tornar-se uma referência do transporte aéreo de nova geração, pelo que se tem esforçado por responder a todos os pedidos e solicitações de melhorias enviadas por possíveis compradores. O modelo eVTOL da empresa …

Irão disponível para negociações sobre acordo nuclear nas próximas semanas

O Irão retornará às negociações sobre a retomada do acordo nuclear de 2015 nas próximas semanas, avançou o Ministério dos Negócios Estrangeiros esta terça-feira, apesar das suspeitas das potências ocidentais sobre a estratégia de Teerão …