A Terra “engordou” à custa dos planetas e pequenas luas que engoliu

Um estudo dos primeiros tempos de existência do planeta Terra provou recentemente que a contribuição dos planetesimais, ou protoplanetas, no desenvolvimento do nosso planeta é maior do que se acreditava anteriormente.

Uma equipa de cientistas liderada por Simone Marchi, cientista do Southwest Research Institute, no Colorado, EUA, usou um método computacional, conhecido como hidrodinâmica de partículas suavizadas, para simular um período violento da vida da Terra, imediatamente após a formação da Lua.

Segundo a revista Cosmos, a formação do planeta Terra e da Lua deu-se após a colisão de um protoplaneta, aproximadamente do tamanho de Marte, com outro protoplaneta do tamanho atual do planeta Terra.

Depois da colisão, a Terra foi bombardeada por planetesimais que, a partir de aglomerados de matéria interestelar, formaram rochas que variavam de tamanho: desde o tamanho de um grão de areia até rochas com mais de três mil quilómetros de extensão.

Os planetesimais desempenharam, assim, um papel fundamental na formação de planetas no sistema solar, já que, para além de terem acrescentado massa, acrescentaram também um conjunto de elementos, chamados “siderófilos”, que inclui ouro, platina e prata.

Modelos anteriores sugeriram que, quando os planetesimais atingiram a Terra, a massa se dispersou e acabou por se integrar no manto do planeta. Estimava-se que a matéria planetesimal representasse, aproximadamente, 0,5% da massa do planeta Terra.

No entanto, este novo estudo, publicado esta segunda-feira na revista Nature Geoscience, veio provar que a matéria planetesimal que constitui a percentagem da massa do nosso planeta é pelo menos cinco vezes maior do que a estimativa anterior: 2,5%.

Os cientistas acreditam que os planetesimais são diferenciados, tendo uma camada externa de silicato e um núcleo de ferro. Para descobrir como atingiram a Terra, estimaram os impactos, usando uma variedade de ângulos de entrada combinada com diferentes velocidades.

As experiências revelaram que os planetesimais não se fragmentaram perto da superfície do nosso planeta. Em vez disso, os seus elementos de ferro perfuraram o manto do planeta e atingiram o núcleo, aumentando assim a massa da Terra.

ZAP // Cosmos / RT

PARTILHAR

RESPONDER

Argélia expulsa para o deserto 390 pessoas (incluindo grávidas e crianças)

A Argélia expulsou este domingo 391 pessoas em condições precárias, incluindo crianças e grávidas, para o deserto do Níger. A Organização Internacional para as Migrações, OIM, indicou que as pessoas expulsas, oriundas de países da África …

Descoberto em Israel um mosaico que retrata os "espiões bíblicos" de Moisés

A descoberta de uma série de mosaicos que datam de há 1600 anos, no interior de uma antiga sinagoga, em Israel, está a "revolucionar" tudo o que sabíamos sobre o Judaísmo dessa época, apresentando "novas …

Investigadores descobrem que Ross 128 B tem todas as condições para ter vida

O exoplaneta Ross 128 b tem características viáveis para abrigar vida. Uma equipa coordenada por investigadores do Observatório Nacional do Brasil analisou as características físico-químicas do sistema extrassolar Ross 128, e constatou que este sistema …

Naufrágio do século XVI encontrado na Florida (mas o tesouro pertence à França)

Um naufrágio do século XVI, sobrevivente de uma das primeiras viagens europeias à América, foi descoberto na costa da Florida. O achado guarda tesouros que valem milhões de dólares, mas um tribunal norte-americano determinou que a …

Quem é o maior inimigo dos EUA? A União Europeia, respondeu Trump

O Presidente norte-americano, Donald Trump, disse hoje, em declarações à CBS, que a União Europeia, a Rússia e a China são inimigos dos Estados Unidos. Numa entrevista à CBS News, quando questionado pelo jornalista Jeff Glor …

E os vencedores são... Modric, Kane e Mbappé

O médio Luka Modric conquistou hoje a Bola de Ouro, o prémio de melhor jogador do Mundial2018 de futebol, que decorreu na Rússia, apesar da derrota da Croácia na final perante a França (4-2). O jogador …

Os satélites gémeos GRACE-FO já disparam os seus lasers no espaço

Falar de lasers e espaço na mesma frase será suficiente para fazer imaginar loucas batalhas espaciais como as que vemos em filmes como o Star Wars, mas desta vez a utilização de lasers é para …

Prémio Nobel alternativo da Nova Academia vai ser decidido pelo público

Depois do cancelamento do prémio por parte da Academia Sueca, a Nova Academia, criada este ano em protesto, vai atribuir um prémio alternativo. As votações para o prémio ao Nobel (alternativo) da Literatura serão realizadas …

O fungo mortal que queria ser bactéria está a tornar-se um problema de saúde mundial

Um agente patogénico que resiste a quase todos os medicamentos desenvolvidos para o tratar está a espalhar-se rapidamente pelo mundo. Já foram detectadas infecções em 27 países e há já várias mortes registadas. O mais estranho …

França vs Croácia | "Les bleus" conquistam o Mundo

A França conquistou o seu segundo Campeonato do Mundo. Na final frente à Croácia, os gauleses foram felizes na primeira parte, somando dois golos, um na própria baliza por Mario Mandzukic, e outro de penálti, …