//

Daqui a 20 anos, o nosso corpo vai estar todo desfigurado por causa do trabalho de escritório

3

Pernas inchadas, varizes, olhos achatados e costas curvadas. É assim que vai ficar o nosso corpo em 2040, depois de 20 anos de trabalho de escritório.

Emma é uma boneca de tamanho real que mostra como poderá ser um funcionário de escritório comum no Reino Unido daqui a 20 anos se não houver mudanças drásticas no ambiente de trabalho.

Emma foi projetada pela Fellowes, sediada no Reino Unido, uma empresa que fabrica material de escritório e artigos para estações de trabalho, que se uniu a um Futurista Comportamental e a um painel de especialistas em ergonomia, saúde ocupacional e bem-estar no trabalho para compilar um relatório detalhando os efeitos na saúde como consequência dos hábitos de trabalho atuais no Reino Unido.

Num relatório, uma equipa de especialistas de saúde liderados pelo futurista comportamental William Higham analisaram, de acordo com o Futurism, uma base de dados submetida por mais de três mil funcionários de escritório em França, Alemanha e Reino Unido.

As percentagens de trabalhadores britânicos que disseram que já sofrem de dor de olhos (50%), dor nas costas (48%) e dores de cabeça (48%) como resultado direto do seu ambiente de trabalho construíram o design de Emma, a boneca que sofre de eczema, como consequência de stress, excesso de peso e membros inchados.

O relatório sugere que as secretárias projetadas de forma inadequada e a má postura levarão a costas permanentemente dobradas, tornando-nos corcundas. Além disso, teremos varizes por estarmos sentados durante longos períodos de tempo e os ecrãs dos computadores tornarão os nossos olhos vermelhos e secos.

Os nossos pulsos vão inchar por causa dos movimentos repetitivos, os nossos narizes e orelhas terão muitos pêlos por causa da má qualidade do ar e a nossa pele vai ficar pálida e irritada com eczema relacionado com o stress.

Se o ambiente padrão dos escritórios não for alterado, estamos a caminhar para um futuro repleto de “Emmas”, alertou Higham. “A menos que façamos mudanças radicais nas nossas vidas profissionais, como andar mais, pensar na postura nas nossas secretárias, fazer intervalos regulares para andar de pé ou considerar melhorar a configuração da estação de trabalho, os nossos escritórios vão deixar-nos muito doentes“, disse o investigador em declarações ao jornal britânico The Independent.

O britânico comum passa uma média de seis horas por dia sentado numa mesa e 9 em cada 10 trabalhadores de escritório relatam problemas de saúde devido ao seu ambiente de trabalho. Os maus ambientes de escritório custam à economia britânica cerca de 77 mil milhões de libras por ano em dias de doença relacionados ao trabalho.

Os autores observam que as avaliações de risco do ambiente de trabalho são necessárias em toda a Europa. Mais de um quarto das solicitações de avaliação não foram respondidas e um quinto dos trabalhadores afirma que os seus chefes não levaram as suas preocupações a sério.

  ZAP //

3 Comments

  1. Vamos estar deformados mas com a radiação do 5G, que funciona por micro-ondas e tem uma potência 20x mais do que um “micro-ondas”

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.