Zalerion é o fungo que vai acabar com o plástico no fundo do mar

São cientistas e são portugueses. Foram eles que detetaram um fungo que vive nos oceanos e destrói plástico. A descoberta pode ser promissora no combate à poluição, avança a Universidade de Aveiro.

O fungo dá-se pelo nome de “Zaleiron maritimium” e, não sabendo exatamente onde, sabe-se para já que habita nas costas portuguesas e espanhola, assim como ao largo da Austrália e da Malásia.

Segundo a Renascença, a equipa de investigadores da Universidade de Aveiro conseguiu simular, em ambiente de laboratório, o fundo do mar poluído com sacos de compras. Os resultados foram impressionantes: à medida que a quantidade de plástico diminuía, os fungos aumentavam, “tomando conta” da poluição marítima.

Ao fim de sete dias, cerca de 70% do plástico estava degradado, graças ao fungo que é descrito como “de aparência esponjosa e cor esbranquiçada”. Teresa Rocha Santos, do Departamento de Química e do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar da Universidade de Aveiro, disse ainda que o fungo “é muito pequenino, e só vai procurar os plásticos como fonte de alimento se não tiver outras”.

Quer isso dizer que, se o fungo encontrar no seu habitat natural outras fontes de alimento, não vai procurar plástico. No entanto, segundo a investigadora, nada pode garantir que o fungo não continue a degradar o plástico, mesmo tendo disponíveis outras fontes, mas em pequenas quantidades.

Os resultados da investigação  foram publicados na “Science of the Total Environment“, e podem ser promissores. O objetivo futuro é destruir o plástico em pequenas estações de tratamento localizadas junto da costa e a de estuários. Aí, o “Zalerion” seria cultivado em grandes dimensões e de forma controlada.

Depois da experiência em ambiente controlado de laboratório, a equipa vai agora embarcar numa experiência piloto, simulando uma estação de tratamentos de plástico. “Estamos a simular, em testes em aquário, o ambiente de uma estação de tratamento. Só temos água do mar sem nutrientes adicionais, fungo e plásticos”, adiantou a investigadora.

São esperados resultados destes testes em setembro deste ano, no entanto falta aprofundar ainda outros estudos. Nomeadamente o da eventual toxicidade das águas, devido à decomposição dos plásticos, apesar de, na experiência inicial, a equipa não ter detetado vestígios de compostos tóxicos na água.

O trabalho coordenado pela Universidade de Aveiro tem a colaboração da Universidade do Porto e da Universidade Católica Portuguesa.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Só tem que ficar esperto de primeiro saber e estudar o que tal fungo pode trazer de dano a natureza se espalhado de qualquer forma.

    Tudo o que o homem toca na natureza, ele consegue destruir.

RESPONDER

Passageiros dos EUA e PALOP têm de apresentar teste negativo de covid-19

O Governo prorrogou várias medidas restritivas do tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal, com novas orientações e exceções, num despacho publicado terça-feira em Diário da República. Segundo noticiou o Expresso, um comunicado do …

PGR angolana diz que Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal

Isabel dos Santos pode ser ouvida em Portugal ou noutro país com acordos judiciários com Angola, no âmbito do processo-crime por alegada má gestão e desvio de fundos da Sonangol, disse à Lusa fonte da …

Autoridades descartam participação da milícia "Escritório do Crime" no caso Marielle Franco

O envolvimento da milícia conhecida como "Escritório do Crime" no homicídio da vereadora e ativista Marielle Franco chegou a ser investigado, mas foi descartado pela polícia brasileira. O delegado brasileiro Daniel Rosa, da cidade do Rio …

Desconfinamento não foi suficiente. Desemprego volta a subir em Espanha para valores de 2016

O número de desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego em Espanha voltou a aumentar em 5.107 pessoas em junho, uma desaceleração em relação a maio, atingindo um total de 3.862.883 espanhóis. De acordo com os …

Governo vai monitorizar discurso de ódio na Internet

O Governo vai monitorizar o discurso de ódio nas plataformas online, estando "em vias" de dar início à contratação pública de um projeto que deverá traduzir-se num barómetro mensal de acompanhamento e identificação de sites. Segundo …

Tribunal britânico decide que é Guaidó (e não Maduro) quem manda nas reservas de ouro da Venezuela

A justiça britânica decidiu esta quinta-feira que é o líder da oposição venezuelana Juan Guaidó e não o Presidente Nicolás Maduro quem tem autoridade sobre as reservas de ouro da Venezuela depositadas no Banco de …

Mistério resolvido. Cientistas descobriram como é que as cobras "voam"

Nem todas as cobras se movem arrastando-se discretamente pelo chão. Há uma cobra do género Chrysopelea que parece voar de árvore em árvore. Agora, os cientistas descobriram como é que estes animais se movem pelo …

Mais de 80 mil pessoas registaram-se na Segurança Social desde janeiro

O programa “Segurança Social na Hora”, criado em janeiro deste ano, abrangeu até ao momento 80.700 pessoas, de acordo com os dados divulgados pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS). Ana Mendes Godinho avançou …

Douro. Poluição regressa a valores anteriores ao estado de emergência

Os valores de contaminação do estuário do rio Douro, que durante o estado de emergência baixaram a níveis só vistos há mais de 30 anos, já regressaram aos valores pré-pandemia. As boas notícias "rapidamente se esfumaram". …

Reino Unido deixa cair pontes aéreas e prepara levantamento da quarentena para dezenas de países

O Reino Unido vai deixar cair o plano para a criação de pontes aéreas e prepara-se para substituir a medida pela isenção de quarentena para dezenas de países. Dezenas de países vão ficar isentos de restrições …