Suspeito de ataque a mesquitas na Nova Zelândia vai ser submetido a avaliações de estado mental

Martin Hunter / EPA

O australiano Brenton Tarrant, apontado como o autor do ataque terrorista do mês passado em duas mesquitas de Christchurch, na Nova Zelândia, vai ser submetido a duas avaliações para determinar o seu estado mental. O homem enfrenta 50 acusações de homicídio e 39 de tentativa de homicídio. 

Segundo avançou esta sexta-feira o Expresso, o juiz Cameron Mander deliberou que os testes vão determinar se o suspeito, de 28 anos, está apto a ser julgado ou se é considerado louco.

Brenton Tarrant, que compareceu à curta audiência de tribunal por videoconferência a partir da prisão, ouviu o juiz e não fez quaisquer comentários. O magistrado manteve-o sob custódia e agendou para 14 de junho a sua próxima aparição em tribunal.

O suspeito está detido em regime de isolamento na Prisão de Auckland, em Paremoremo, considerada a mais dura da Nova Zelândia. Brenton Tarrant foi preso a 15 de março pelo seu envolvimento no ataque na mesquita de Al Noor e no Centro Islâmico de Linwood.

Na audiência do dia seguinte ao ataque, o suspeito recusou ser representado por um advogado e disse que planeava defender-se a si mesmo durante o julgamento. O homem permaneceu lúcido e sem mostrar qualquer tipo de arrependimento, indicou então o advogado Richard Peters, inicialmente designado para o defender.

Richard Peters afirmou que o réu não parecia ser mentalmente instável, apesar de expressar a sua ideologia extremista. De acordo com o advogado, Brenton Tarrant procura usar o processo para fazer eco da sua ideologia.

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, ordenou na semana passada a abertura de um inquérito ao ataque. Uma comissão real, o mais alto nível de inquérito independente no país, vai investigar se a polícia e os serviços de informação poderiam ter feito mais para evitar os tiroteios, revelou a chefe de Governo.

Jacinda Ardern esclareceu que o inquérito vai investigar igualmente questões relacionadas com o acesso a armas semi-automáticas e o papel que as redes sociais desempenharam no ataque. Parte dos tiroteios foi transmitido em direto pelo suspeito na Internet.

Em menos de uma semana após o ataque, Jacinda Ardern anunciou a proibição da venda de todas as armas de assalto e semi-automáticas. “A 15 de março, a nossa história mudou para sempre. Agora, as nossas leis também vão mudar”, disse.

A nova legislação, cuja proibição se aplica também às peças usadas para converter armas comuns em semi-automáticas de estilo militar, deverá entrar em vigor no próximo dia 11.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Suicídio entre militares norte-americanos aumenta 20% em época de covid-19

Os suicídios entre os militares subiram 20% este ano em comparação com o mesmo período de 2019, registando-se um aumento nos incidentes de comportamento violento à medida que as tropas lutam contra a covid-19 e …

Turista apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma. Arrisca ser condenado a prisão

Um turista foi apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma, em Itália, e arrisca ser punido com um até um ano de prisão. De acordo com o diário italiano La Repubblica, o turista, …

Função Pública. Fesap exige subida de remuneração mínima para 693 euros

A Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap) exige que a primeira posição da Tabela Remuneratória Única avance para 693,13 euros em 2021 e uma atualização do subsídio de refeição para seis euros. Estas duas medidas …

Escolas encerradas empurram milhões de crianças para o trabalho infantil

Milhões de crianças correm o risco de serem forçadas a fazer trabalho infantil, como resultado da pandemia do novo coronavírus. Isto poderá levar ao primeiro aumento no trabalho infantil, depois de 20 anos de progresso. De …

Oito anos depois, um Schumacher volta à F1

Mick Schumacher vai conduzir um Alfa Romeo em Nürburgring, na 1.ª sessão de treinos livres. Jovem piloto deverá ser campeão da Fórmula 2, já neste ano. Michael Schumacher esteve na Fórmula 1 em 19 épocas, não …

Restauração, cinema e alojamento com condições especiais nas moratórias

Restauração, transportes aéreo, ferroviário e marítimo, educação, atividades de saúde e desportivas, alojamento e cinema são alguns dos setores com condições especiais de pagamento nas moratórias bancárias, segundo diploma publicado. O decreto-lei, esta terça-feira publicado em …

Ex-diretor da agência Elite Models europeia investigado por violação e abuso sexual

Gérald Marie, ex-diretor de uma das maiores agências de modelos do mundo, está a ser investigado pelas autoridades francesas, por suspeitas de agressão sexual e violação, inclusivamente a uma menor. Segundo a Procuradoria-Geral da República francesa, …

Parceiros sociais apanhados de surpresa com alterações ao sucessor do lay-off

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP) disse que o Governo não apresentou aos parceiros sociais as alterações que anunciou para regime de apoio à retoma progressiva, o sucedâneo do lay-off simplificado. "Compreendemos que o …

Apesar de "isto estar mais para os partidos de extremos", Santana Lopes nega ligações ao Chega

Em entrevista à TVI24, Santana Lopes referiu que a saída do Aliança não é o fim da sua carreira política, ainda assim recusa um regresso ao PSD. O ex- primeiro-ministro assume as ligações à direita, …

Nem senhoras, nem senhores. Japan Airlines vai abolir expressões de género

A habitual saudação "senhoras e senhores" da companhia aérea japonesa vai ser substituída por saudações neutras relativamente ao género como, por exemplo, "bom dia" e "boa noite". Segundo o jornal The Telegraph, a Japan Airlines vai …