Reino Unido avança com legislação para se tornar neutro em emissões de CO2 até 2050

Will Oliver / EPA

Theresa May, primeira-ministra britânica

A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou hoje nova legislação para tornar o Reino Unido neutro em termos de emissões de dióxido de carbono (CO2) até 2050.

A proposta será submetida no parlamento até ao final do dia e representa uma alteração à Lei sobre as Alterações Climáticas de 2008 para intensificar o esforço do país para reduzir drasticamente as emissões de CO2.

Ficar parado não é uma opção. Atingir a neutralidade carbónica até 2050 é uma meta ambiciosa, mas é crucial atingi-la para garantir a proteção do nosso planeta para as gerações futuras”, disse May, num comunicado.

A Comissão para as Alterações Climáticas britânica publicou um relatório a 2 de maio que incentivava o governo a tomar medidas rápidas para alcançar a neutralidade carbónica antes de 2050, as quais estimou que possam custar por ano 1 a 2% do Produto Interno Bruto (PIB).

O Reino Unido foi o primeiro país a aprovar, no parlamento, a declaração de uma “emergência ambiental e climática” por proposta do partido Trabalhista no sentido acelerar as medidas para reduzir emissões poluentes e proteger a biodiversidade.

O secretário do Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais britânico, Michael Gove, explicou que a legislação a ser introduzida “em breve” pelo governo vai estabelecer os “mais altos padrões de proteção ambiental”. Haverá uma “mudança radical” na forma de enfrentar “os desafios da mudança climática” e “uma degradação ecológica mais ampla”.

“Comprometemo-nos a trabalhar com outros países que tenham intenções sérias de acabar com a catástrofe climática e queremos deixar claro ao Presidente norte-americano Donald Trump que não pode ignorar os acordos internacionais e ação para travar a crise climática”, afirmou o líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

34 anos depois, dados da Voyager 2 revelam mais um segredo de Urano

Mais de 30 anos depois, os dados da Voyager 2, que sobrevoou o planeta em 1986, permitiram aos cientistas da NASA desvendar mais um segredo de Urano. Em janeiro de 1986, a Voyager 2 sobrevoou Urano. …

Está a nevar em Plutão

Em julho de 2015, a sonda New Horizons da NASA concluiu uma longa e árdua jornada pelo Sistema Solar, viajando a 36.000 mph durante nove anos e meio. Toda a missão focava-se em mapear a …

Cientistas dão um importante passo na criação de uma Internet quântica segura

Uma nova investigação da Universidade de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, revelou o elo que faltava para termos uma Internet quântica funcional e prática: uma forma de corrigir os …

Os pedregulhos de Bennu brilham como faróis para a Osiris-Rex da NASA

Este verão, a sonda OSIRIS-REx empreenderá a primeira tentativa da NASA de tocar a superfície de um asteroide, recolher uma amostra e recuar em segurança. Mas, desde que chegou ao asteroide Bennu há mais de …

Cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para futuros desastres

Especialistas ouvidos pelo portal One Zero acreditam que cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para populações que possam vir a enfrentar desastres naturais no futuro potenciados pelas alterações climáticas. À medida que os desastres naturais …

Descobertas três novas espécies de pterossauro em Marrocos

Cientistas encontraram três novas espécies de pterossauro, que viveram no deserto do Sahara, há 100 milhões de anos, em Marrocos. De acordo com o site EurekAlert!, estas três novas espécies de pterossauro faziam parte de um …

Texto português do século XVI mostra eficácia da quarentena

Um especialista australiano descobriu num texto português do século XVI uma prova de que a quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 …

Coronavírus. Mercados chineses continuam a vender morcegos

Nem com a pandemia de covid-19 a China abre mão dos seus velhos hábitos. Embora o novo coronavírus tenha tido origem num mercado de animais exóticos, em Wuhan, muitos destes sítios continuam a funcionar normalmente …

No Twitter, o discurso de ódio contra chineses cresceu 900%

A L1ght, uma empresa que mede a toxicidade das plataformas digitais, partilhou recentemente um relatório no qual revela que o discurso de ódio contra a China e contra os chineses teve um crescimento de 900%. Donald …

Há mais pessoas em quarentena do que vivas durante a 2ª Guerra Mundial

Um terço da população mundial - 2,6 mil milhões de pessoas - está em quarentena. São mais seres humanos em isolamento do que aqueles que estavam vivos para testemunhar a 2ª Guerra Mundial. Na terça-feira, o …