Porto quer declarar guerra às gaivotas. “É uma questão de saúde”

Vários organismos reclamam que é necessário tomar medidas para controlar o excesso de gaivotas nas zonas urbanas, que se tem tornado num problema de saúde pública.

São várias as queixas na zona do Porto por incidentes com gaivotas, que relatam problemas de excesso de ruído, sujidade e comportamentos agressivos. A sua excessiva reprodução tem infestado a cidade com estas aves, mas o problema está longe de ser algo recente.

Já em 2008, o então presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, alertava para um problema com o excesso de gaivotas na cidade. Por essa razão foi criado um protocolo com a Universidade do Porto, que previa o estudo do problema para tentarem perceber como o poderiam solucionar.

O Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) da Universidade do Porto ficou encarregue de fazer um estudo e apresentar medidas para o controlo da população de gaivotas. Como tal, em 2011, o CIIMAR apresentou três soluções possíveis.

No relatório a que o jornal Público teve acesso, a primeira medida seria a “eliminação ou redução da disponibilidade de alimento”. A segunda hipótese era a “colocação de dispositivos físicos de proteção” e, por fim, a terceira seria a implementação de “dispositivos sonoros“, que dispersariam as aves.

Sem medidas concretas tomadas, a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, onze anos depois, é a primeira a dar um passo no combate ao problema. Para tal, foram disponibilizados 22 mil euros para o Plano de Ação para a Monitorização e Controlo da População de Gaivotas na Área Metropolitana do Porto.

Um projeto que inclui medidas junto de aterros sanitários, bem como a destruição de ovos, descreveu hoje o presidente. Apesar disso, não foram reveladas quais as medidas concretas que vão ser tomadas.

As gaivotas já são um problema de saúde pública e este plano já tem um carácter urgente porque em causa também está a segurança pública. A proliferação das gaivotas está a atingir proporções enormes. Temos de intervir rapidamente. E neste momento admito que só as cidades de primeira linha avancem, mas mais cedo ou mais tarde as outras também vão aderir”, referiu Eduardo Vítor Rodrigues.

“O plano não inclui nenhuma estratégia de envenenamento. O espaço público está salvaguardado. Esta é uma solução integrada. Não valia a pena fazer na Póvoa de Varzim e deixar Vila do Conde de fora ou envolver Gaia e não os Municípios abaixo”, referiu o autarca.

Já a proposta descreve que os primeiros aderentes a este plano são o Porto, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Matosinhos, Espinho e Vila Nova de Gaia, tendo Eduardo Vítor Rodrigues revelado que Santo Tirso também já estabeleceu o compromisso de aderir ao projeto.

O pré-estudo sobre este tema já foi entregue à AMP e agora os Municípios vão contratar o estudo final e definir a abordagem no terreno. Isto porque o primeiro estudo remonta ao ano de 2011 e está já desatualizado com a realidade atual.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Como seria uma paz Celestial se assim como achar soluções para acabar com as gaivotas o homem deveria mais que uma urgência achar soluções também para acabar com as criminalidade a pobreza principalmente com os ladrões que apoderaram-se do planeta cada qual subindo em pedestal e revelando-se aos menos capazes este pedaço do mundo vai ser controlado pela minha astúcia. E assim passamos a sermos controlados por Satanases.

  2. Engraçado. Os mais corajosos e grandiosos marinheiros não gostam de gaivotas, animais selvagens e companheiros dos mesmos marinheiros, mas de pombinhas tão lindas e espalhadoras de pragas ao longo da história da humanidade aí já até se alimentam. E a muita porcaria que estes bichos produzem não faz mal. É tão lindo
    Se as gaivotas tivessem alimento no mar e zonas onde aninhar onde não haja urbanização seguramente não invadiriam as cidades

RESPONDER

Dez anos depois, voltou a ser avistado um guepardo do noroeste africano

Naturalistas na Argélia filmaram um guepardo do noroeste africano, uma subespécie listada na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como estando em "perigo crítico", pela primeira vez em dez anos. De acordo …

NASA dedica novo telescópio a Nancy Grace Roman, a "mãe" do Hubble

A NASA renomeou o telescópio Wide Field Infrared Probing Telescope (WFIRST) em homenagem a Nancy Grace Roman, a mãe do Hubble. A NASA batizou o seu telescópio espacial de última geração, atualmente em desenvolvimento, - o …

Guitarrista dos Queen teve um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte

Brian May, guitarrista dos Queen, sofreu um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte, anunciou o próprio músico, de 72 anos. May partilhou um vídeo no Instagram no qual conta todo o episódio. Tudo …

"Missão Tianwen". China planeia lançar sonda para Marte em julho

A China planeia lançar uma sonda e um pequeno robô de controlo remoto para Marte, em julho, na sua primeira missão ao Planeta Vermelho, anunciou esta segunda-feira a agência responsável pelo projeto. "O nosso objetivo era …

Bairros de lata são incubadoras de covid-19, mas ninguém ajuda os milhões que lá vivem

Bairros de lata, como as favelas, são consideradas incubadores de covid-19. No entanto, pouca atenção lhes tem sido dada na resposta à pandemia. Tendo devastado algumas das cidades mais ricas do mundo, a pandemia do novo …

Morreu Saturn, o jacaré que sobreviveu a um bombardeamento da II Guerra (e que se diz que pertenceu a Hitler)

Saturn, um jacaré norte-americano de 84 anos, morreu esta sexta-feira no jardim zoológico de Moscovo, na Rússia, anunciou a instituição na sua conta de Facebook, dando conta que o animal morreu de velhice. O réptil …

Antiviral Remdesivir pode ser eficaz no combate à covid-19

O antiviral Remdesivir é eficaz contra a covid-19 caso seja administrado antes dos pacientes necessitarem de ventilação mecânica, indica um ensaio internacional com este medicamento, coordenado pelo Hospital Can Ruti, em Badalona, Barcelona, Espanha. Segundo um …

Há uma misteriosa ilha em Nova Iorque que quase ninguém pode visitar (e está abandonada)

A menos de 1,6 quilómetros de Manhattan, em Nova Iorque, localiza-se uma misteriosa ilha abandonada há mais de meio século. É preciso ter autorização do New York City Department of Parks and Recreation para visitar …

Israel não vai desperdiçar "oportunidade histórica" para anexar a Cisjordânia

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu voltou a defender hoje a anexação de partes da Cisjordânia nos próximos meses e em prosseguir este polémico plano, apesar do crescente coro de condenações de diversos aliados. Os palestinianos, e …

Zlatan Ibrahimovic lesiona-se e deixa carreira em risco

No treino com vista ao regresso da Liga italiana, Zlatan saiu a coxear do centro de treinos, com os milaneses a explicarem que exames vão determinar se se trata de lesão no gémeo ou tendão …