“O FC Porto teve a oportunidade de me comprar, mas não quis”

António Cotrim / Lusa

Numa longa entrevista à RTP3, Bruno Fernandes revelou que, antes de chegar ao Sporting, existiu a possibilidade de assinar pelo FC Porto.

Bruno Fernandes será um dos nomes que vão agitar o mercado de transferências no verão. O capitão leonino, considerado por muitos como o melhor jogador da liga portuguesa, prefere destacar outros nomes antes do seu.

“Não vou dizer que sou eu. Não é uma questão de humildade a mais, mas não me consigo ver dessa maneira. Há um jogador que este ano até pode não ter sido tão preponderante, mas que gosto muito: o Brahimi. Para mim, quando quer, é o melhor jogador do campeonato”, começou por afirmar, numa entrevista transmitida este domingo na RTP3.

Além de Brahimi, Bruno Fernandes também tem em consideração um jogador do Benfica. “Dos portugueses… Temos a surpresa João Félix, que fez um grande campeonato, mas pela influência que tem diria o Pizzi. Talvez até o possa colocar no mesmo patamar que o Brahimi”, acrescentou.

Em relação ao número cada vez maior de jovens que vão para o estrangeiro, o capitão do Sporting disse que, em Portugal, “os jogadores, quando saem da formação, até terem um salário compatível com aquilo que estão a jogar, têm de fazer duas ou três épocas muito bem. Enquanto um jogador estrangeiro, que venha de qualquer lado, tem um salário exorbitante, por exibições se calhar até mais fracas do que o jogador português”.

Aliás, o próprio Bruno Fernandes emigrou muito cedo, com apenas 17 anos, para jogar no Novara. “Quando cheguei lá tinha um ordenado base, que era o mínimo em Itália, de 1.500 euros, mas comecei a recebê-lo a partir de fevereiro. Estive desde junho até fevereiro com 50 euros que a minha mãe me deu para eu ir. Disse-me: ‘Se precisares de alguma coisa, gasta!’ Aqueles 50 euros duraram até janeiro, porque eu não saía da academia. Vivia com aquilo que tinha. Era feliz. Tinha uma bola, tinha campos. Para mim chegava”, contou.

Nessa altura, e antes de ir para o Sporting, Bruno Fernandes revelou que foi sondado pelos dragões. “O FC Porto teve a possibilidade de me comprar, mas preferiu outra opção”, disse, citado pelo jornal A Bola.

Durante a entrevista, o médio leonino falou ainda em relação à possibilidade de rumar à Premier League. “Acho que em Inglaterra há muitas equipas que são um grande desafio. Obviamente, há duas equipas de que se tem falado muito, o United e o City“, começou por dizer.

“Obviamente que são dois clubes que qualquer jogador gostaria de representar. Para mim seria uma honra enorme poder representar tanto um como outro. São dois clubes enormes, como já referi. Agora, as responsabilidades são as mesmas. São dois clubes que jogam para ganhar, que querem ganhar, como Sporting quer ganhar”, concluiu o atleta.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ministro do Ambiente ouvido no parlamento sobre venda de seis barragens da EDP

O ministro do Ambiente é esta terça-feira ouvido no parlamento, a propósito da venda de seis barragens da EDP, situadas na bacia hidrográfica do Douro, a um consórcio liderado pela Engie, por 2,2 mil milhões …

Boris Johnson diz que "não existem respostas fáceis" para elevada mortalidade no país

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse esta quarta-feira que "não existem respostas fáceis" para o facto de o Reino Unido ser o país na Europa com mais mortes atribuídas a covid-19, ao ultrapassar a barreira …

Biden põe termo a contratos com as prisões privadas

A conselheira em política interna do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Susan Rice, informou que Joe Biden iria assinar na terça-feira um decreto para pôr termo à utilização das prisões privadas do país no sistema carcerário …

Rodrigues dos Santos quer dar a mão ao PSD para derrotar Medina em Lisboa

Francisco Rodrigues dos Santos considera que uma coligação PSD/CDS-PP nas eleições autárquicas é a “única hipótese” para derrotar o atual presidente da Câmara de Lisboa, o socialista Fernando Medina, mas recusa adiantar quem poderá ser …

Patrões não podem recusar apoio nem faltas justificadas aos pais

Especialistas destacam que as entidades empregadoras não podem opor-se às faltas justificadas de pais que fiquem em casa para tomar conta dos filhos, nem recusar-se a prestar o apoio excecional à família. Com o encerramento das …

Voos e 2 mil libras. Reino Unido oferece incentivos a cidadãos da UE que queiram abandonar o país

O Governo britânico está a oferecer incentivos financeiros para os cidadãos da União Europeia (UE) deixarem o Reino Unido, meses antes do prazo para solicitar o estatuto de residente permanente De acordo com o jornal britânico …

Novo máximo diário de mortes por covid-19. Há mais 15.073 novos casos e 293 óbitos

Portugal registou esta quarta-feira 15.073 novos casos de infeção por covid-19 e mais 293 mortes, o maior número de óbitos em 24 horas desde o início da pandemia, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde …

Três sismos abalaram a cidade de Granada na passada noite. Pedro Sánchez pede "calma"

Mais de meio milhão de pessoas que vivem em Granada, sul de Espanha, despertaram hoje inquietas depois do sobressalto causado durante a noite por três sismos de magnitude superior a quatro graus seguidos de 30 …

Isabel dos Santos vai ter mesmo de pagar 339,4 milhões de dólares à Sonangol

O Tribunal de Recurso de Paris decidiu, esta terça-feira, a favor da PT Ventures (Sonangol), no âmbito do processo de anulação interposto pela Vidatel, da empresária angolana, que terá de pagar 339,4 milhões de dólares. Em …

Islândia começou a emitir "passaportes de vacinação"

A Islândia é um dos primeiros países a emitir os chamados "passaportes de vacinação" com o objetivo de facilitar as viagens de pessoas imunizadas contra a covid-19. A questão é polémica e divide os 27 …