O caso mais antigo de osteopetrose foi descoberto no esqueleto de um homem da Idade do Ferro

Gresky et al. / The Lancet Diabetes and Endocrinology

Uma equipa de cientistas alemães descobriu o caso mais antigo conhecido de osteopetrose, ou doença dos “ossos da pedra”, nos restos mortais de um homem de 20 anos da Idade do Ferro.

A osteopetrose é uma doença rara que se manifesta pelo endurecimento e solidificação dos ossos, tornando-os extremamente densos e mais suscetíveis a fraturas.

Uma equipa de cientistas do Instituto Arqueológico Alemão, liderada pela paleopatologista Julia Gresky, identificou o caso mais antigo já conhecido desta doença. A descoberta surgiu depois de os cientistas analisarem os restos mortais de um homem, de aproximadamente 20 anos, desenterrados em Maliq, na Albânia, em 1963.

Segundo o Daily Mail, os investigadores encontraram evidências de fraturas e enrijecimento do tecido ósseo. O esqueleto foi datado de cerca de 4.620-4.456 a.C., que antecede um outro caso antigo desta doença em cerca de 4.800 anos.

“Um elemento amplamente desconhecido das doenças raras é a sua história: quando surgiram estas doenças e se sofreram alguma alteração com o tempo. Estudos paleopatológicos de restos humanos em contextos arqueológicos podem fornecer evidências objetivas e não tendenciosas das origens e do desenvolvimento de doenças raras, através do estudo dos traços da doença diretamente nos ossos”, escreveram os cientistas.

Através de raios-X e tomografias computadorizadas, a equipa determinou que o homem da Idade do ferro sofria de osteopetrose autossómica dominante tipo 2. “A análise genética do indivíduo poderia restringir o diagnóstico a uma mutação específica se a preservação do ADN fosse suficiente.”

De acordo com o resultado da investigação, publicada recentemente na The Lancet Diabetes and Endocrinology, esta doença mudou muito pouco ao longo dos milénios. “As características patognomónicas descritas para pacientes com osteoporose autossómica dominante são idênticas às descritas para este esqueleto de 6.000 anos“, explicaram os investigadores.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Autoridades mexicanas encontram pelo menos 113 corpos em vala clandestina

Pelo menos 113 corpos foram descobertos numa vala clandestina no município de El Salto, no estado mexicano de Jalisco, indicaram no domingo as autoridades. O procurador Gerardo Octavio Solis anunciou, em conferência de imprensa, que 113 …

A cidade capaz de "superar o Dubai" que o Paquistão quer construir vai deixar pescadores em risco

A proposta de uma megacidade insular ao largo de Karachi poderá colocar em risco vários pântanos e, ao mesmo tempo, os milhões de empregos que dependem deles. A Ilha Bundal localiza-se no Mar da Arábia, ao largo …

Árbitros afastados após os penáltis mais insólitos de sempre

Nani aparece no meio da história mais louca do futebol, no que diz respeito a grandes penalidades. Tudo começou com uns centímetros. Equipa de Nani celebrou o apuramento três vezes - só na última é …

Pacientes que estiveram infetados com covid-19 podem ver a sua voz alterada

Cerca de 80% dos pacientes com covid-19 recuperam-se da doença sem necessidade de serem sujeitos a tratamentos hospitalares, de acordo com a OMS. No entanto, um em cada 6 doentes pode desenvolver uma condição grave …

Aliado de Trump considera que acusações de fraude são "embaraço nacional"

O ex-governador do estado norte-americano de Nova Jérsia, apoiante do ainda Presidente dos Estados Unidos, considera que chegou a hora de este assumir a derrota eleitoral. "Tenho sido um apoiante do Presidente, votei nele duas vezes, …

Há uma vila no Equador conhecida por ser "o vale sagrado da longevidade"

Esta vila no sul do Equador ganhou fama, na década de 70, quando a comunidade científica começou a tentar descobrir o porquê de a maioria dos seus habitantes viver mais de 100 anos. De acordo com …

Bicicleta que fazia parte de obra de arte de Banksy desapareceu (e já se sabe porquê)

O mistério do desaparecimento de uma bicicleta sem uma roda que fazia parte de uma obra de arte do anónimo artista de rua britânico Banksy foi finalmente revelada. Uma bicicleta, que estava acorrentada do lado de …

Abusos sexuais, casamentos forçados e gravidez indesejada: o que piorou em África com a pandemia

Os efeitos da atual pandemia causada pelo covid-19 afetam a população de forma desigual e as pessoas que se encontram nas interseções de diferentes desigualdades (género, pobreza, etnia ou orientação sexual) são as mais afetadas. Este …

Chamadas de valor acrescentado no apoio ao cliente acabam no próximo ano

Os deputados aprovaram, esta segunda-feira, uma proposta do PAN que impede a utilização de linhas de valor acrescentado como única forma de contacto entre os consumidores e as empresas prestadoras de serviços, nomeadamente de contratos …

"Intrigante e preocupante". Portugal abusa de terapias agressivas em doentes com cancro

O nosso país tem "uma elevada prevalência de agressividade terapêutica em fim de vida para doentes oncológicos". A conclusão é de uma investigação levada ao cabo durante 6 anos e envolvendo um total de 92 …