Número de refugiados sírios ultrapassa os 4 milhões

A. Rummery / UNHCR

Crianças sírias brincam num campo de refugiados em Za’atri, na Jordânia

Crianças sírias brincam num campo de refugiados em Za’atri, na Jordânia

Mais de quatro milhões de sírios fugiram da guerra civil no seu país, tornando-se refugiados nas regiões vizinhas, um milhão deles nos últimos dez meses, de acordo com a ONU.

“Esta é a maior população refugiada de um único conflito, [no espaço de] uma geração”, afirmou hoje o Alto-comissário das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), António Guterres. Quase metade destes quatro milhões foram acolhidos na Turquia, mas o número não inclui os 270 mil sírios que desde 2011 pediram asilo a países europeus.

António Guterres apelou à União Europeia (UE) para dar uma “resposta robusta” e “mais eficaz” à crise dos refugiados sírios, apontando como exemplo a Alemanha, que aceitou dezenas de milhares de pedidos.

Segundo Guterres, a Alemanha mostrou-se em 2014 especialmente recetiva ao aceitar dezenas de milhares de pedidos de asilo de refugiados sírios. “Se todos os países fizessem o mesmo, penso que faríamos face ao problema mais confortavelmente”, disse, citado pela agência France Presse.

Segundo o gabinete de estatísticas europeu, Eurostat, a Alemanha recebeu em 2014 cerca de 200 mil pedidos de asilo, um aumento de 60% em relação a 2013, 41 mil dos quais de cidadãos sírios.

António Guterres falava à imprensa à margem de uma reunião dos ministros do Interior da UE consagrada à repartição de 60 mil migrantes pelos países da União para aliviar a Itália e a Grécia.

Guterres foi ao Luxemburgo dizer que a Grécia é o país mais exposto ao afluxo de migrantes provenientes da Síria, com 78 mil pessoas que chegaram à costa grega desde o início do ano, o que exige da Europa uma solidariedade “bem mais forte”.

“Precisamos de uma resposta europeia robusta a um problema que não vai diminuir nos próximos meses, porque não há claramente uma perspetiva de resolução do conflito”, disse.

“A UE e os Estados membros têm de aplicar mecanismos mais fortes para assumir plenamente as suas responsabilidades”, acrescentou, apelando para procedimentos “mais flexíveis” de aprovação de vistos.

Guterres lamentou por outro lado a decisão europeia, tomada na cimeira de 25 de junho, de fazer a repartição dos candidatos a asilo numa base voluntária e não com base em quotas obrigatórias como tinha proposto a Comissão Europeia.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …

Empresa está a contratar uma pessoa que será paga para usar pijamas e dormir

Um start-up de colchões da Índia, que se descreve como uma "empresa de soluções para dormir" está a contratar alguém que será pago apenas para fazer isso mesmo. O objetivo é testar os seus produtos de …

O primeiro local funerário de compostagem humana do mundo abre em 2021

Prevê-se que a primeira instalação funerária de compostagem humana do mundo abra na primavera de 2021, depois de os legisladores do Estado de Washington terem legalizado o processo póstumo no início do ano. A empresa Recompose, …

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários

A Parpública SGPS emprestou dois milhões de euros ao Hospital da Cruz Vermelha, nomeadamente para fazer pagamento de salários. A Parpública SGPS, holding tutelada pelo Ministério das Finanças, libertou dois milhões de euros para permitir ao …

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …

Capital do Natal de Algés avança com queixa-crime contra promotores

A organização da Capital do Natal, evento que decorre em Algés, Oeiras, vai apresentar uma queixa-crime contra os promotores turísticos que "adulteraram a oferta do parque", o que defraudou "um conjunto alargado de pessoas". Em causa …

Menino de 5 anos convidou todos os colegas do infantário para assistir à sua adoção

Um menino de cinco anos de Michigan, nos Estados Unidos, convidou a sua turma do infantário para testemunhar à sua adoção legal. A criança, identificada como Michael, foi adotada formalmente pela sua nova família na passada …

TDT vai mudar de frequência (outra vez)

A frequência da Televisão Digital Terrestre (TDT) está a ser alterada de forma faseada, o que significa que os portugueses que usem este serviço gratuito de televisão têm de sintonizar novamente os seus recetores e/ou …