Número 3 do Vaticano em tribunal em caso histórico de abuso sexual de menores

Mazur / catholicchurch.org.uk

Cardeal George Pell, responsável pelo Ministério da Economia do Vaticano

O cardeal George Pell, considerado o número três do Vaticano, compareceu num tribunal em Melbourne, na Austrália, numa sessão preliminar ao julgamento em que vai responder por acusações de pedofilia. Um momento considerado histórico pelas vítimas.

George Pell, o chefe de Finanças do Vaticano, esteve seis minutos no tribunal que ordenou a polícia a entregar todas as provas aos seus advogados antes de 8 de Setembro e convocou todas as partes para o início do julgamento, marcado para 6 de Outubro.

O cardeal, vestido com um casaco preto e colarinho clerical, escoltado por polícias e pelos seus advogados, não fez declarações no tribunal, onde também se encontravam as vítimas que o acusam de alegados abusos sexuais. Mas o seu advogado, Robert Richter, realçou a sua intenção de se declarar inocente.

“Para evitar qualquer dúvida, posso indicar que o Cardeal Pell se declara inocente de todas as acusações”, referiu o conceituado advogado, citado pela ABC News australiana.

À porta da sede judicial, diferentes grupos de pessoas protestaram a favor e contra o cardeal de 76 anos que se apresentou num estado frágil e sombrio, conforme reporta o site News.com.au, fazendo referência aos seus problemas cardíacos.

Cardeal já enfrentou outras acusações de abuso sexual

As autoridades ainda não revelaram o número de acusações de pedofilia contra Pell, nem o período em que alegadamente ocorreram.

O cardeal australiano foi formalmente acusado a 29 de Junho pela polícia e, no dia seguinte, a partir de Roma, defendeu a sua inocência numa conferência de imprensa.

Pell foi sacerdote na sua cidade natal de Ballarat (1976-1986), no estado australiano de Victoria, e arcebispo de Melbourne entre 1996 e 2001.

Não é a primeira vez que o agora cardeal é acusado de abusos sexuais, já que em 2002, quando era arcebispo de Sidney, um homem disse ter sido abusado sexualmente por ele em 1961, quando tinha 12 anos.

No passado, as investigações ilibaram o sacerdote.

Pell foi nomeado cardeal pelo Papa João Paulo II em 2003 e, há três anos, foi escolhido pelo Papa Francisco para a secretaria de Economia da Santa Sé, um posto criado pelo Sumo Pontífice para enfrentar os escândalos em torno das finanças do Vaticano.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Marisa Matias critica Centeno por “encabeçar ameaças” a Itália

A eurodeputada Marisa Matias, do Bloco de Esquerda, disse a Mário Centeno, num debate no Parlamento Europeu, que é “desconcertante” vê-lo, enquanto presidente do Eurogrupo, a “encabeçar as ameaças” a Itália, questionando-o se não "há …

Moscovici quer voltar a "tweeetar" com Costa (mas deixa avisos)

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, diz que ficará "encantado" se o primeiro-ministro e seu "bom amigo" António Costa tiver o prazer de voltar a "tweetar". Isto para sublinhar que espera que Portugal …

Não há acordo. Greve dos enfermeiros começa quinta-feira e só acaba no fim do ano

Os enfermeiros mantêm a greve que começa na quinta-feira nos blocos operatórios de cinco hospitais, por falta de acordo com o Governo sobre a estrutura da carreira. A informação foi prestada à Lusa pelos presidentes da …

Próximas eleições portuguesas podem ser marcadas por fake news

A difusão de notícias falsas durante as eleições brasileiras atingiu níveis sem precedentes e o fenómeno chegou também a Portugal, onde se pode estar a preparar uma ação semelhante para as próximas eleições nacionais, alertou …

Proposta de Orçamento mostra um "profundo desconhecimento" do país

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, considerou esta terça-feira que a proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) mostra um "profundo desconhecimento" e está de "costas voltadas" para o país. "É um Orçamento que mostra …

Caso Khashoggi: Trump mantém-se ao lado da Arábia Saudita

Donald Trump emitiu um comunicado em que se pronunciou sobre o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, revelando que embora condene veemente o crime, a relação dos Estados Unidos é com Reino da Arábia Saudita, "parceiros …

Visita de João Lourenço pode deixar “irritante” entre Portugal e Angola para trás

A primeira viagem de Estado de João Lourenço a Portugal é uma demonstração de que Portugal e Angola "pretendem enterrar o irritante e avançar com os temas da cooperação direta", avança Jornal de Angola. No editorial …

Documento de 2014 previu colapso e aconselhava encerramento da estrada de Borba

Há novos dados que apontam que a tragédia da estrada de Borba, que desmoronou, provocando a morte de 2 pessoas e mais 3 desaparecidas, poderia ter sido evitada. Um memorando de 2014 já previa a …

Noiva adolescente leiloada no Facebook. Rede social só reparou depois do casamento

Uma jovem de 16 anos do Sudão do Sul foi leiloada para casamento no Facebook. Quando a rede social reparou, a jovem já tinha sido comprada e estava casada. De acordo com a organização pelos Direitos …

Défice português “desaparece” em 2020, mas é preciso mais

O défice público de Portugal deve cair para 0,2% do PIB em 2019, como prevê o Governo, e em 2020 deve “desaparecer”, transformando-se num excedente de 0,1% do PIB, defende a OCDE. A organização dos países …