Novo estudo situa a origem do Homo sapiens há 350 mil anos

Véronique Pagnier / Wikimedia

Homo sapiens da Idade do Metal, reconstituição

Os dados genéticos obtidos de sete humanos que viveram nos últimos 2.500 anos na África do Sul sugerem que o Homo sapiens surgiu há 350 mil anos, muito antes do que se considerava até agora, segundo um estudo publicado esta quinta-feira na revista Science.

Cientistas suecos e sul-africanos puderam identificar a sequência genética dos restos de três indivíduos caçadores-coletores que viveram entre 2.300 e 1.800 anos atrás, e de quatro camponeses que viveram entre 500 e 300 anos atrás. Todos eles viveram na atual província de KwaZulu-Natal, na costa Índica da África do Sul.

Os cientistas concluíram que a transição dos humanos arcaicos ao Homo sapiens ocorreu entre 350 mil e 260 mil anos atrás, muito antes dos 180 mil anos que se pensava até agora com base em restos encontrados no leste da África.

O estudo foi realizado por uma equipa de cientistas da Universidade de Uppsala, na Suécia, e da Universidade de Joanesburgo e da Universidade de Witwatersrand, ambas em África do Sul.

As conclusões do estudo, publicado na revista Science esta quinta-feira, apoiam assim a teoria da origem pan-africana do Homo sapiens, com evoluções simultâneas da espécie em todo o continente.

Em junho, um grupo de cientistas descobriu em Marrocos os fósseis mais antigos de sempre de Homo sapiens, com cerca de 300 mil anos, ou seja, mais 100 mil anos do que os mais antigos que se conheciam, e que sugeriam já que a evolução do homem arcaico para Homo sapiens podia ter acontecido muito antes do estabelecido até agora.

A descoberta destes fósseis em Marrocos, feita no sítio arqueológico de Jebel Irhoud, 150 quilómetros a oeste de Marrakech, e os fósseis agora encontrados em KwaZulu-Natal mudam tudo o se sabia sobre a origem da espécie humana, e confirmam que o Homo sapiens esteve presente em todo o continente africano.

ZAP // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Vírus detetado na China pode já ter infetado mais de mil pessoas

O número de pessoas infetadas com um vírus que matou duas pessoas na China ultrapassa provavelmente o milhar de casos e é muito superior àquele avançado pelas autoridades locais, segundo investigadores britânicos. Num artigo publicado, esta …

Joacine Katar Moreira não vai renunciar ao cargo de deputada

O IX Congresso para eleger os novos órgãos do Livre começa, este sábado, em Lisboa. A única deputada do partido na Assembleia da República já disse que não vai renunciar ao cargo. À chegada ao IX …

Cabeceamentos no futebol podem ser proibidos ou limitados. O problema é o risco de demência

A Federação escocesa de futebol prepara-se para proibir os cabeceamentos nos escalões com menores de 12 anos.  Em Inglaterra, fala-se em limitar este gesto futebolístico que foi associado a doenças neuro-degenerativas em vários estudos científicos. …

Fenómeno cerebral desvenda enigma sobre as casas do Neolítico

O comportamento humano está influenciado por aspetos inconscientes. Um deles é um fenómeno da perceção conhecido entre psicólogos como a negligência espacial cerebral. Este fenómeno refere-se à observação de que as pessoas saudáveis preferem o seu …

Justiça do Mónaco investiga José Eduardo dos Santos e Isabel dos Santos

As autoridades do Mónaco estarão a investigar a empresária angolana, assim como o seu pai e o seu marido, pelo crime de branqueamento de capitais. De acordo com o semanário Expresso, as autoridades judiciais do Mónaco …

Depressão Glória atinge Portugal continental com vento forte

A depressão Glória está a caminho. Segundo o Instituto Português do Mar e Atmosfera, no domingo, esperam-se rajadas de vento que podem atingir os 110 quilómetros por hora nas terras altas. A depressão Glória vai passar …

Governo não renova PPP do Hospital de Loures

O Estado não vai renovar a atual parceria público-privada (PPP) do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, que é gerido pelo grupo Luz Saúde, anunciou a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo …

Cientistas podem ter descoberto por que Beethoven ficou surdo

Ludwig van Beethoven começou a notar dificuldades de audição em 1798, com 28 anos. Com 44 ou 45, estava totalmente surdo. Aos 56 anos, o músico morreu e, até hoje, ainda não se sabe …

Tochas em Alvalade. Liga pede reunião de urgência ao MAI

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) solicitou, esta sexta-feira, uma reunião de urgência ao ministro da Administração Interna, na sequência dos incidentes no encontro entre Sporting e Benfica. "A Liga Portugal lamenta profundamente …

Moody’s mantém rating de Portugal acima do "lixo"

A agência de rating norte-americana manteve, esta sexta-feira, a notação financeira de Portugal em “Baa3”, acima de lixo, e a perspetiva em positiva. De acordo com um comunicado no site da agência, a Moody's assinala que …