Ministro da Educação assaltado no Rio de Janeiro

André Kosters / Lusa

O Ministro da Educação Tiago Brandão Rodrigues

O Ministro da Educação Tiago Brandão Rodrigues

O ministro da Educação português, Tiago Brandão Rodrigues, foi assaltado este sábado, junto à praia de Ipanema, na zona Sul do Rio de Janeiro.

Segundo informações da Polícia Militar do Rio de Janeiro, citadas pelo portal brasileiro UOL, o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, foi este sábado à tarde assaltado em plena praia de Ipanema, no Rio de Janeiro.

O crime foi cometido por dois assaltantes que o abordaram com uma faca, exigindo que o governante lhe entregasse o dinheiro, telemóvel e carteira. Apenas um dos envolvidos foi detido, depois de ter sido agredido por populares que se aperceberam do assalto, conforme reporta o jornal Sol.

O assaltante fugiu a pé logo após cometer o assalto, mas foi perseguido e cercado por moradores do bairro, que chamaram a Polícia Militar.

Assaltante tentou subornar polícias com 1400 euros

O indivíduo detido foi identificado como Marcio Luiz Brandão, de 26 anos e com cadastro por crimes de roubo, tráfico de droga e posse de estupefacientes, teve que receber tratamento no hospital, por causa dos ferimentos que lhe foram causados pelos populares.

E terá tentado subornar os polícias que o acompanharam à unidade de saúde, oferecendo-lhe 5 mil reais (mais de 1400 euros), conforme destaca o Sol, citando o jornal i.

Os bens roubados a Tiago Brandão Rodrigues foram recuperados e devolvidos ao ministro.

A mulher do assaltante, Lidiane Aguiar, que se dirigiu à esquadra onde o mesmo se encontrava detido para tentar vê-lo, diz que o seu marido “fez esta besteira porque não consegue arranjar emprego”.

Imediatamente após a identificação dos intervenientes – nomeadamente a confirmação de que um ministro português estava envolvido – a Polícia Civil decretou segredo de justiça e deixou de fornecer qualquer informação a respeito da ocorrência.

Segundo o UOL, a informação de que a vítima do assalto era Tiago Brandão Rodrigues foi “confirmada pelo subtenente Barros, antes de o sigilo ter sido decretado”.

Brandão Rodrigues diz que foi só “um susto”

Tiago Brandão Rodrigues, titular da pasta da Educação e do Desporto, está no Brasil a acompanhar a delegação portuguesa que participa dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016.

Após o assalto, o ministro assumiu que a situação foi “um susto”, mas tratou de frisar que o caso “não deve ser demasiado valorizado” e que “não tem de haver uma inquietação excessiva”.

“Pode acontecer em qualquer parte do mundo, em grandes eventos. Acima de tudo, é preciso ter os cuidados necessários”, disse ainda Tiago Brandão Rodrigues, ressalvando que sempre se sentiu “muito seguro no Rio de Janeiro e no Brasil”.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Assim já sabe qual a sensação experimentada pelos Portugueses desde há quarenta e dois anos.
    É F”!#$%&/()=?…….do não é Sr. Ministro?!

    • Tem toda a razão. Aliás, até proponho que seja atribuída, ao assaltante, uma comenda, por ocasião do 10 de Junho. Afinal, costumam ser os políticos a roubar o povo e nunca o contrário.

  2. Pena é não terem lá ficado com ele de vez, aproveitariam as suas capacidades intelectuais e por cá evitar-nos-iam mais borradas no “sistema educativo”.

RESPONDER

Miguel Morgado desiste de se candidatar à liderança do PSD

O ex-adjunto de Pedro Passos Coelho anunciou, esta sexta-feira, que desistiu de avançar com a sua candidatura para liderar o PSD. Miguel Morgado anunciou, esta sexta-feira, através do Facebook, que "não foi infelizmente possível no presente …

Merkel fará a sua primeira visita ao antigo campo de concentração de Auschwitz

A chanceler alemã, Angela Merkel, pretende visitar o antigo campo de concentração nazi de Auschwitz na Polónia, pela primeira vez nos seus 14 anos no cargo, anunciou na quinta-feira um jornal de Munique. Segundo Sueddeutsche Zeitung, …

Bebé encontrado no lixo já está com uma família de acolhimento

O bebé encontrado num ecoponto, no início do mês, e que esteve até quinta-feira hospitalizado, já está com uma família de acolhimento, informou a Santa da Misericórdia de Lisboa esta sexta-feira. A instituição refere numa nota …

Fisco vai controlar declarações de IRS de beneficiários do programa "Regressar"

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai desenvolver mecanismos para verificar se os contribuintes abrangidos pelo regime fiscal do programa "Regressar" reúnem as condições exigidas, prevendo-se que parte desse controlo ocorra com a entrega da declaração …

Greta Thunberg vai de Lisboa a Madrid num carro elétrico emprestado por Espanha

A Junta da Extremadura, região espanhola, disponibilizou um carro elétrico à jovem ativista sueca Greta Thunberg para que possa viajar de Lisboa para Madrid para assistir à Cimeira do Clima respeitando o meio ambiente, adiantou …

Enfermeiros garantem voltar à luta com os 200 mil que sobraram do crowdfunding

Os enfermeiros, que no ano passado iniciaram o "Movimento Greve Cirúrgica", pretendem voltar às ações de protestos com os cerca de 200 mil euros que restaram da campanha de crowdfunding. A intenção é revelada por …

OCDE: Nova crise pode tirar metade do rendimento às famílias portuguesas

Uma nova crise económica e financeira a nível global pode ter efeitos dramáticos para as famílias portuguesas, levando à perda de metade dos seus rendimentos. Esta é a previsão da Organização para a Cooperação e …

O cofre da rica mãe, heranças às dúzias e a vida "sem luxos". O que Sócrates disse a Ivo Rosa

Foram cerca de 20 horas de interrogatório no âmbito da Operação Marquês, em que José Sócrates manteve, perante o juiz Ivo Rosa, a versão de que as avultadas quantias de dinheiro que gastou nos últimos …

Associados podem ser chamados a resolver "buraco" do Montepio

Os cerca de 630 mil associados e pensionistas da Associação Mutualista Montepio Geral correm o risco de virem a ser chamados para resolver as perdas da instituição financeira, escreve o jornal Público. De acordo com o …

Bolívia divulga vídeo que sugere que Morales incitou bloqueios à entrada de alimentos

Arturo Murillo, ministro do Governo da Bolívia, divulgou na manhã de quarta-feira um vídeo que sugere que o antigo presidente do país, Evo Morales, incitou os bloqueios à entrada de alimentos que fragiliza o país. Os …