Afinal, pode ter sido o manto terrestre a gerar o primeiro campo magnético do planeta

NASA Goddard / Flickr

Conceito de artista do Campo Magnético da Terra

Afinal, em vez de ter sido o núcleo da Terra, uma equipa de investigadores sugere que pode ter sido o manto terrestre a gerar o primeiro campo magnético do nosso planeta.

Uma equipa de investigadores oferece novas estimativas para a termodinâmica da geração do campo magnético na porção líquida do manto terrestre e mostra durante quanto tempo esse campo esteve disponível. Esta visão contradiz a ideia de que este primeiro campo magnético se formou através do núcleo da Terra.

“Atualmente, não temos uma grande teoria unificadora de como a Terra evoluiu termicamente”, disse o autor do estudo, Dave Stegman, no comunicado de imprensa citado pela EurekAlert. “Não temos essa estrutura conceitual para entender a evolução do planeta. Esta é uma hipótese viável“.

Esta teoria pode mudar completamente a forma como entendemos a história do nosso planeta. Tem sido um princípio fundamental da geofísica que o núcleo externo líquido da Terra sempre foi a fonte do dínamo que gera o seu campo magnético. Os campos magnéticos formam-se na Terra e noutros planetas que têm núcleos metálicos líquidos, giram rapidamente e têm condições que tornam possível a convecção de calor.

No passado, investigadores franceses já tinham sugerido que nos primeiros 4,5 mil milhões de anos da história do nosso planeta, o terço inferior do manto terrestre teria que ter sido derretido. É com base nisto que esta equipa de investigadores mostra como essa porção, outrora líquida, poderia ter excedido os limites necessários para criar o campo magnético da Terra durante esse tempo.

A equipa de Stegman afirma que o silicato líquido do manto terrestre pode ser mais eletricamente condutor do que aquilo que se acreditava. Isto sustenta a ideia de que afinal pode ter sido o manto terrestre a gerar o primeiro campo magnético do nosso planeta.

“Ziegler e Stegman propuseram a ideia de um dínamo de silicato para a Terra primitiva”, explicou o geofísico Lars Stixrude. A ideia foi recebida com ceticismo porque os seus primeiros resultados “mostraram que um dínamo de silicato só era possível se a condutividade elétrica do líquido fosse notavelmente alta, muito maior do que a medida em líquidos de silicato a baixa pressão e temperatura”.

Num outro estudo, publicado em fevereiro na revista científica Nature Communications, Stixrude encontrou “valores muito grandes de condutividade elétrica, grandes o suficiente para sustentar um dínamo de silicato”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bolsonaro diz ter imagem negativa no exterior porque a imprensa "é de esquerda"

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse hoje que a sua imagem no exterior é negativa porque a imprensa mundial é de esquerda, enquanto falava com apoiantes junto ao Palácio da Alvorada, em Brasília. "A imprensa …

Líderes vodu do Haiti preparam templos para tratar infetados com covid-19

Líderes de vodu do Haiti pediram aos padres da religião afro-caribenha para criar um remédio secreto que servisse de tratamento contra o novo coronavírus. Aos religiosos foi também pedido que preparassem as câmaras sagradas de …

Centros comerciais e lojistas dizem-se preparados para reabrir em junho

Os centros comerciais e lojistas asseguram estar preparados para reabrir em pleno em 1 de junho, apelando à não discriminação face aos restantes espaços de retalho, mas pedem medidas que travem o impacto da pandemia …

Não vai faltar sardinha dentro dos próximos anos, revela investigação

A quantidade de sardinha adulta no mar é mais do que suficiente para os próximos três anos. Os dados científicos confirmam que o stock de sardinha está totalmente recuperado. O último cruzeiro realizado pelo Instituto Português …

Um ano e 20 mil assinaturas depois, Acordo Ortográfico regressa ao parlamento

Um projeto de lei de iniciativa de cidadãos, com 20.669 assinaturas, contra o Acordo Ortográfico (AO), começa esta quarta-feira a ser discutido no parlamento, mais de um ano depois de ter sido entregue. Na agenda de …

Em Inglaterra, 60 clubes podem falir até ao próximo ano

A pandemia de covid-19 pode levar à falência de cerca de 60 clubes dos escalões ingleses mais baixos. O aviso é feito por Phil Hodgkinson, dono do Huddersfield Town, equipa do Championship, a segunda divisão inglesa. "O …

OMS suspende ensaios clínicos com hidroxicloroquina

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou hoje a suspensão temporária dos ensaios clínicos com hidroxicloroquina para combater a covid-19 por causa de estudos científicos que associam maior mortalidade ao uso daquele medicamento. O diretor-geral da …

Ministro afasta que Ensino Superior se mantenha à distância depois da pandemia

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior considerou hoje que o ensino "vive da interação entre as pessoas", afastando a possibilidade de o trabalho à distância substituir o modelo presencial no período pós-covid-19. “Vivemos um …

Vacina pode estar disponível no Reino Unido a partir de setembro, diz farmacêutica

O presidente executivo da empresa farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca, Pascal Soriot, disse no domingo que os britânicos poderão ter acesso a uma vacina contra o novo coronavírus a partir de setembro, caso os testes clínicos prossigam. O …

TAP avança com plano de voo. Ligações a Angola, Moçambique e Cabo Verde serão repostas

A TAP publicou hoje o seu plano de voo para os próximos dois meses que implica 27 ligações semanais em junho e 247 em julho, sendo a maioria de Lisboa, de acordo com dados divulgados …