A Lua tem dono e custou apenas cinco cêntimos registá-la

Marshall Space Flight Center / NASA

Ainda antes de o homem ir à Lua, houve um homem que a registou em seu nome. Jenaro Gajardo Vera foi um advogado chileno e, em 1954, pagou apenas cinco cêntimos para fazê-lo

Hoje, a Lua é considerada património comum da Humanidade, não tendo por isso um dono específico, mas sim pertencendo a centenas de países, graças ao Tratado do Espaço Ultraterrestre . No entanto, nem sempre foi assim. A 25 de setembro de 1954, um advogado chileno chamado Jenaro Gajardo Vera foi a um notário e registou a Lua em seu nome.

Para o fazer, apenas precisou de pagar 42 pesos, o equivalente a cinco cêntimos nos dias de hoje. A história do humilde advogado é contada pelo jornal espanhol El Mundo. Esta história tornou-se possível uma vez que na altura ainda não havia qualquer tipo de legislação sobre a apropriação do espaço.

A ideia de comprar a Lua surgiu poucos dias antes. Jenaro queria tornar-se sócio da sociedade Los Cóndores de Talca, mas para fazê-lo, disseram-lhe que tinha de ter património.

“Quando saí, fui caminhando até a praça. Fiquei aborrecido por ter sido dada tanta importância aos bens materiais. Parei, olhei para o céu e vi a lua cheia. Quão curioso, disse eu a mim mesmo, o satélite pertence à Terra, tem dimensões e ninguém a registou em seu nome”, explicou o chileno.

Depois de a ter comprado, nunca mais a vendeu. “Eu não a registei com esse objetivo. Se eu tivesse aceitado dinheiro por ela, a história ficaria a perder. Quis fazer um ato poético de protesto, intervindo na seleção dos possíveis habitantes do satélite e aproveitar para que a Humanidade tivesse um pouco mais de paz”, disse Jenaro.

Na nota de registo do satélite pode ler-se: ”

“Jenaro Gajardo Vera, advogado, é dono, desde antes de 1857, unindo a sua posse à dos seus antecessores, da estrela, o único satélite da Terra, com um diâmetro de 3.475,00 quilómetros, chamado LUA, e cujas fronteiras por ser esferoidal são: Norte, Sul, Leste e Oeste, espaço sideral.O seu endereço é 1ª Rua 1270, Talca, e seu estado civil é solteiro”

Num relato caricato sobre o assunto, o El Mundo conta que as Finanças tentaram tributar a Lua, já que Jenaro não a tinha declarado. Em resposta, o chileno disse: “Avaliem primeiro a Lua e depois falamos“. Os inspetores das Finanças nunca mais apareceram.

Fala-se ainda que, em 1969, quando os Estados Unidos da América iam à Lua, o então presidente americano Richard Nixon terá pedido autorização ao advogado para puderem alunar. Reza a lenda que Jenaro Gajardo Vera aceitou e concedeu autorização aos americanos, apesar que esta informação nunca tenha sido confirmada.

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …