Jejum durante 24 horas ajuda a regenerar o intestino

É um sacrifício que traz retorno. Cientistas do MIT, nos Estados Unidos, descobriram que 24 horas de jejum podem ajudar a regenerar o nosso sistema digestivo.

Uma recente investigação, realizada por cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, concluiu que um período de 24 horas sem comer pode trazer benefícios.

Desta forma, os investigadores chegaram à conclusão de que o jejum pode fazer uma mudança no nosso sistema metabólico, o que ajuda a regenerar o nosso sistema digestivo. As conclusões foram publicadas recentemente na Cell Stem Cell.

O estudo do efeito do jejum foi feito em ratos de laboratório. Os roedores, submetidos a 24 horas ininterruptas sem comer, provaram que a sua habilidade de regeneração de células estaminais do intestino melhorou.

“Este estudo mostra-nos que o jejum induz uma mudança no sistema metabólico nas células estaminais do intestino, desde a maneira como os hidratos de carbono são processados à eliminação da gordura”, afirmou David Sabatini, professor no MIT e líder do projeto.

Segundo a Sábado, as células do nosso intestino vão perdendo a habilidade de regeneração à medida que envelhecemos. Esta falha que a idade nos proporciona é o espelho de que o nosso corpo fica menos disponível para combater infeções e doenças no trato intestinal.

Depois de analisarem as amostras recolhidas, os cientistas descobriram que os ratos que fizeram jejum regeneraram o sistema digestivo em apenas metade do tempo, comparativamente com os outros animais.

“Foi óbvio verificar que o jejum tem um imenso efeito na habilidade do intestino fazer a sua própria reparação”, afirmou Maria Mihaylova, também uma das autoras principais da investigação.

Além dos efeitos de regeneração, destacam-se os benefícios que esta investigação poderá trazer para a criação de medicamentos para o combate a doenças degenerativas como o cancro.

“Talvez fazer uma abordagem farmacológica deste estudo possa marcar o caminho para uma oportunidade terapêutica de forma a melhorar o tecido homeostático em patologias relacionadas com a idade”, conclui a especialista.

Criar medicamentos que virem o ciclo metabólico e ajudem à regeneração do intestino é o próximo passo.

 

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Portanto para clarificar: MIT – Massachusetts institute of technology, NÃO tem curso de medicina ou ciências biomédicas…. E em segundo lugar o estudo Terá sido conduzido em ratos, e não humanos. Conclusão, jornalismo de excelência…. FFS

    • Caro Pedro,
      antes de mais os meus cumprimentos.

      O Pedro está correcto. Na notícia deveria estar que os investigadores são do Instituto David H. Koch sediado – ênfase no sediado – no MIT. Não é a mesma coisa, óbvio.
      No entanto, na notícia (já) não aparece nenhuma referência a estudos em humanos; parece-me que o editor de serviço já corrigiu e se “esqueceu” de reportar/replicar a quem fez a chamada de atenção… E claramente optou por deixar a informação (errada) de que os investigadores são do MIT…

      @ Zap
      Porque não implementar uma norma interna à semelhança dos sites noticiosos de grande credibilidade em que, após publicação inicial duma notícia, qualquer edição seja anotada no final da notícia com indicação do que e quando foi corrigido?

RESPONDER

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …

Este mamífero consegue sobreviver a quase sete mil metros de altura

Cientistas pensam ter confirmado que um pequeno rato descoberto no vulcão Llullaillaco, nos Andes, é o mamífero que consegue viver à maior altitude já conhecida (6739 metros). Segundo o IFLScience, o Phyllotis xanthopygus rupestris foi descoberto, …

O glaciar Denman recuou quase cinco quilómetros nos últimos 22 anos

O glaciar Denman, na Antártica Oriental, recuou cerca de cinco quilómetros nos últimos 22 anos. Investigadores da Universidade da Califórnia, Irvine e do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA estão preocupados coma topografia exclusiva …

Gruta em Setúbal mostra que os Neandertais também eram pescadores

Cientistas encontraram restos de alimentos numa gruta, no distrito de Setúbal, que comprovam que os Neandertais também se alimentavam de espécies marinhas. De acordo com o jornal espanhol ABC, restos encontrados por uma equipa de arqueólogos …

Associação alerta para riscos da mudança da hora em tempos de confinamento

O presidente da Associação Portuguesa de Cronobiologia e Medicina do Sono advertiu hoje que os efeitos potencialmente adversos causados pela mudança da hora podem acentuar-se devido ao confinamento obrigatório das pessoas na sequência da pandemia …

Governo português legaliza estrangeiros ilegais. "A prioridade é a defesa da saúde"

O Governo português decidiu regularizar os estrangeiros com pedidos pendentes no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, medida em vigor desde a declaração do estado de emergência, no dia 19, e que lhes garante os mesmos …

Cirque du Soleil despediu 95% dos trabalhadores e pode ir à falência (mas vai dando shows online)

O Cirque du Soleil pode ser mais uma vítima do coronavírus. A empresa que gere o circo está a analisar a possibilidade de declarar a falência devido a dívidas avultadas e depois de ter despedido …

Ordem dos Médicos está a avaliar uso de medicamento não testado para travar Covid-19

Portugal pode tornar-se no segundo país do mundo a usar hidroxicloroquina como forma de prevenção de Covid-19. A Ordem dos Médicos (OM) estará a estudar essa possibilidade, de acordo com o Expresso. O semanário refere que …