Cientistas criam gel que previne a propagação de incêndios

Miguel A. Lopes / Lusa

Uma equipa de investigadores da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, desenvolveu uma espécie de gel inofensivo para o meio ambiente que previne incêndios florestais.

O tratamento preventivo é descrito esta segunda-feira na revista Proceedings of National Academy of Sciences e trata-se de um fluido que ajuda a retardar os incêndios comuns das florestas.

Aplicado em áreas propensas a ignições, o material consegue impedir a propagação de incêndios, mesmo em condições climáticas em que os retardadores convencionais não fazem efeito. Além de mais eficaz, o produto também é mais barato. O gel à base de celulose desenvolvido pela equipa contém materiais não tóxicos e que são amplamente utilizados em alimentos, medicamentos, cosméticos e produtos agrícolas.

O gel pode ser aplicado usando equipamento de pulverização normal ou a partir de aeronaves. “Isto tem o potencial de tornar o combate aos incêndios florestais muito mais proativos do que reativos”, explica Eric Appel, um dos principais autores da investigação, professor assistente de Ciência e Engenharia dos Materiais, citado no comunicado da Universidade.

Atualmente, explicou, o que se faz em termos de combate de incêndio é monitorizar zonas propensas a incêndios e quando estes deflagram nesses locais “ir a correr apagá-los”.

No entanto, as alterações climáticas e o aquecimento global estão a tornar o clima mais quente e seco, intensificando o poder destrutivo dos incêndios e prolongando a temporada mais crítica. Nos últimos dois anos aconteceram quatro dos 20 maiores incêndios de sempre e oito dos 20 mais destrutivos na história da Califórnia, nos EUA.

Em Portugal, nos últimos dois anos também aconteceram dos piores incêndios, com dois momentos de grandes fogos a provocarem mais de uma centena de mortes. Os investigadores notam que os retardantes comerciais mais utilizados usam fosfato de amónio como componente ativo, mas que só é eficaz durante um curto período de tempo. A tecnologia agora desenvolvida permanece na vegetação mesmo com vento e chuva.

“Podemos colocar 20 mil galões (cerca de 76 mil litros) do gel numa área, como prevenção, ou um milhão de galões (3,7 milhões de litros) da fórmula tradicional após o início do incêndio”, diz o autor principal do estudo, Anthony Yu, citado no comunicado.

Os investigadores trabalharam com o Departamento de Silvicultura e Protec+ção contra Incêndios da Califórnia para fazer testes e concluíram que o gel é totalmente eficaz mesmo depois de chuva intensa. Nas mesmas condições um retardador das chamas já não é eficaz.

A equipa está agora a trabalhar com o Departamento de Transportes da Califórnia para testar o material em áreas de grande risco perto das estradas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Médico que deixou bebé nascer sem rosto tem quatro processos na Ordem

O obstetra que não detetou malformações graves num bebé que acabou por nascer sem rosto no início deste mês, em Setúbal, tem quatro processos em curso no conselho disciplinar da Ordem dos Médicos. A informação foi …

Tensão na Catalunha afeta realização do Barcelona-Real Madrid

A violência dos protestos na Catalunha está a fazer com que a Liga e a Federação de futebol espanholas repensem a ideia de o clássico entre Barcelona e Real Madrid se realizar em Camp Nou. O …

Assis critica novo Governo do PS. É "muito António Costa" e feito só para dois anos

O ex-eurodeputado do Partido Socialista (PS) Francisco Assis não poupou nas críticas ao novo Governo, que António Costa apresentou ao Presidente da República na terça-feira ao final do dia, considerando que este é um executivo …

PSD considera que não há novo Governo, mas "remodelação" com alargamento

O PSD defendeu na quarta-feira que "não há um novo Governo", mas "uma remodelação com alargamento", com um executivo aumentado e "mais partidário", considerando "uma desilusão" a continuidade em pastas como Saúde, Educação e Justiça. "Não …

Depois do terramoto das legislativas, vem aí um Conselho Nacional difícil para o CDS

O CDS reúne esta noite o Conselho Nacional. Segundo o Público, Assunção Cristas deverá renunciar a lugar de deputada na Assembleia da República. O CDS deverá marcar esta quinta-feira o próximo congresso para janeiro de 2020. …

Rio quer abafar Montenegro ao fazer "multitasking" como líder partidário e parlamentar

Rui Rio pode acumular as funções de líder do partido e líder parlamentar. O objetivo passa por evitar divisões na bancada e esvaziar a oposição de Luís Montenegro. Rio parece já ter uma estratégia delimitada para …

Cabrita mostra desagrado pelo afastamento da mulher do Governo

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, partilhou no Facebook um texto de uma ativista ambiental algarvia crítico do afastamento da ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, com quem é casado. Eduardo Cabrita, ministro da Administração …

Polícia desmantela rede de pornografia infantil e faz mais de 300 detenções

Pelo menos 337 pessoas de 38 países foram detidas numa operação em que foi desmantelada uma rede de pornografia infantil, que usava um site para comercializar vídeos de abuso sexual de crianças. Num comunicado divulgado esta …

Três coelhos de uma cajadada. Vieira renova contratos a três jogadores

No seu regresso de Angola, Luís Filipe Vieira assegurou a renovação do contrato de três jogadores: Grimaldo, Ferro e Jota. O anúncio oficial deverá estar para breve. Esta quinta-feira, o jornal Record fez manchete com a …

Berardo chama Mourinho e Ronaldo a jogo para não perder condecorações

A defesa de Joe Berardo invocou outros casos de personalidades portuguesas para que o empresário não perca as condecorações que recebeu dos antigos Presidentes da República Ramalho Eanes e Jorge Sampaio, escreve o Eco. De acordo …