Cientistas criam gel que previne a propagação de incêndios

Miguel A. Lopes / Lusa

Uma equipa de investigadores da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, desenvolveu uma espécie de gel inofensivo para o meio ambiente que previne incêndios florestais.

O tratamento preventivo é descrito esta segunda-feira na revista Proceedings of National Academy of Sciences e trata-se de um fluido que ajuda a retardar os incêndios comuns das florestas.

Aplicado em áreas propensas a ignições, o material consegue impedir a propagação de incêndios, mesmo em condições climáticas em que os retardadores convencionais não fazem efeito. Além de mais eficaz, o produto também é mais barato. O gel à base de celulose desenvolvido pela equipa contém materiais não tóxicos e que são amplamente utilizados em alimentos, medicamentos, cosméticos e produtos agrícolas.

O gel pode ser aplicado usando equipamento de pulverização normal ou a partir de aeronaves. “Isto tem o potencial de tornar o combate aos incêndios florestais muito mais proativos do que reativos”, explica Eric Appel, um dos principais autores da investigação, professor assistente de Ciência e Engenharia dos Materiais, citado no comunicado da Universidade.

Atualmente, explicou, o que se faz em termos de combate de incêndio é monitorizar zonas propensas a incêndios e quando estes deflagram nesses locais “ir a correr apagá-los”.

No entanto, as alterações climáticas e o aquecimento global estão a tornar o clima mais quente e seco, intensificando o poder destrutivo dos incêndios e prolongando a temporada mais crítica. Nos últimos dois anos aconteceram quatro dos 20 maiores incêndios de sempre e oito dos 20 mais destrutivos na história da Califórnia, nos EUA.

Em Portugal, nos últimos dois anos também aconteceram dos piores incêndios, com dois momentos de grandes fogos a provocarem mais de uma centena de mortes. Os investigadores notam que os retardantes comerciais mais utilizados usam fosfato de amónio como componente ativo, mas que só é eficaz durante um curto período de tempo. A tecnologia agora desenvolvida permanece na vegetação mesmo com vento e chuva.

“Podemos colocar 20 mil galões (cerca de 76 mil litros) do gel numa área, como prevenção, ou um milhão de galões (3,7 milhões de litros) da fórmula tradicional após o início do incêndio”, diz o autor principal do estudo, Anthony Yu, citado no comunicado.

Os investigadores trabalharam com o Departamento de Silvicultura e Protec+ção contra Incêndios da Califórnia para fazer testes e concluíram que o gel é totalmente eficaz mesmo depois de chuva intensa. Nas mesmas condições um retardador das chamas já não é eficaz.

A equipa está agora a trabalhar com o Departamento de Transportes da Califórnia para testar o material em áreas de grande risco perto das estradas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Costa pede a Bruxelas que IVA da luz possa variar com consumo

O primeiro-ministro enviou, esta terça-feira, uma carta à presidente da Comissão Europeia solicitando a alteração de critérios do IVA da energia para permitir a variação da taxa "em função dos diferentes escalões de consumo". No debate …

Uma ode aos sem-abrigo. Banksy presenteia Birmingham com uma nova obra de arte

Desta vez, Banksy deixou a sua marca na cidade britânica de Birmingham. A nova obra de arte, composta por duas renas, é uma ode aos sem-abrigo e à solidariedade da cidade britânica. Numa parede da cidade …

Morreu o ator José Lopes. Amigos fazem apelo para pagar o funeral

Morreu o ator José Lopes, aos 61 anos. A notícia está a ser avançada por vários amigos e familiares através das redes sociais. O ator José Lopes, de 61 anos, terá sido encontrado dias depois de …

Governo Regional acusa República de dever à Madeira cerca de 427 milhões

A República detém uma dívida acumulada com a Madeira desde 2015 na ordem dos 427 milhões de euros, declarou o vice-presidente do Governo Regional. “Sobre a ajuda do Governo da República à Madeira temos vindo a …

Governo da Tunísia paga recompensas por denúncias de corrupção

O primeiro-ministro tunisino, Youssef Chahed, ofereceu esta segunda-feira recompensas até 50 mil dinares (16 mil euros) a quem denunciar situações de corrupção e colaborar com a Instância Nacional de Luta Contra a Corrupção (INLUCC). Ao discursar …

Sydney. Qualidade do ar perigosa devido a incêndios no leste da Austrália

A qualidade do ar em Sydney atingiu esta terça-feira um nível perigoso devido à densa camada de fumo proveniente dos incêndios florestais, no leste da Austrália, indicou o Departamento de Meteorologia australiano. "Os ventos fracos e …

Governo prevê superavit de 0,2% e crescimento de 2% em 2020

O líder parlamentar do Partido Ecologista “Os Verdes” revelou esta terça-feira que o Governo prevê para o próximo ano um excedente orçamental de 0,2% e um crescimento de 2%. José Luís Ferreira, líder parlamentar do Partido …

Meo e Nos vão subir preços de alguns serviços em 2020

Escreve o Jornal de Negócios esta terça-feira que a Meo e a Nos vão atualizar o tarifário de alguns dos seus serviços a partir de 1 de janeiro de 2020. A fatura dos clientes deverá …

Maria e Francisco foram os nomes mais populares em 2019

Maria foi, mais uma vez, o nome feminino mais popular em 2019. João foi atirado para segundo lugar, sendo destronado por Francisco. Dados do Ministério da Justiça, divulgados pela TVI24, revela que, este ano, foram registadas …

Tensão nas eleições da JSD-Porto levam à intervenção da PSP

Rodrigo Passos foi eleito, no sábado, como novo líder da JSD-Porto, substituindo Rosina Ribeiro Pereira, que deixou algumas palavras duras para comentar o que se passou no ato eleitoral. Segundo o Público, Rosina Ribeiro Pereira, eleita …