Festival de Veneza começou com polémica sobre Polanski (e cinema português em competição)

casamerica / Flickr

A realizadora argentina Lucrecia Martel

O festival de Veneza arrancou, esta quarta-feira, em Itália, e terá dois filmes portugueses em competição: “A Herdade”, de Tiago Guedes, e “Cães que ladram aos pássaros”, de Leonor Teles. 

A realizadora argentina Lucrecia Martel admitiu que teve dúvidas em aceitar ser presidente do júri do festival de cinema de Veneza, que começou esta quarta-feira, por causa do realizador Roman Polanski, que tem um filme em competição.

Na habitual conferência de imprensa no arranque do festival, ainda antes da abertura oficial, a realizadora revelou que não estará presente no jantar de gala, na sexta-feira, dedicado a Roman Polanski, no dia em que apresenta “J’Accuse”.

“Não vou à gala dedicada a Polanski, porque represento as mulheres que estão a lutar na Argentina por questões como esta. Não quero pôr-me de pé e aplaudi-lo”, disse, referindo-se aos casos de violação e agressões sexuais envolvendo aquele cineasta polaco.

Martel não se opõe à presença do filme de Polanski no festival, por considerar que é um pretexto para o diálogo e a discussão, mas é da opinião que se não se separa a obra artística do seu autor. “Creio que há aspetos importantes do trabalho que revelam o seu autor”, disse.

Numa declaração enviada pelo festival horas depois, a realizadora disse que alguns relatos das suas palavras mostravam que havia sido “profundamente incompreendidas”.

“Já que não separo a obra do autor e reconheci muita humanidade nos filmes anteriores de Polanski, não me oponho à presença do filme na competição. Não tenho qualquer preconceito contra o filme e claro que o verei como qualquer outro trabalho em competição”, afirmou no comunicado.

“É difícil definir qual a melhor abordagem perante pessoas que cometeram certos atos e foram julgadas por eles. Creio que estas questões são parte dos debates da atualidade”, afirmou a realizadora, citada pela publicação Deadline.

Em causa estão as acusações de abuso sexual e violação ao realizador franco polaco desde a década de 70. Em 1977, o cineasta reconheceu ter tido relações sexuais com Samantha Geimer, então com 13 anos.

Em 2010, a atriz britânica Charlotte Lewis declarou que o realizador a tinha forçado a ter uma relação sexual quando ela tinha 16 anos. Em 2017, o realizador foi acusado por duas outras mulheres: uma identificada como ‘Robin’ alega ter sido vítima de agressão sexual aos 16 anos, em 1973; Renate Langer assegura ter sido violada quando tinha 15 anos.

Outro dos pontos de discórdia entre ambos foi a escassa presença de realizadoras na seleção oficial desta 76.ª edição, com a cineasta argentina a defender a existência de quotas.

A competição oficial conta com 21 filmes, dos quais apenas dois são realizados por mulheres, com a saudita Haifaa al Mansour e a australiana Shannon Murphy. “Não me deixa feliz o recurso a quotas, mas não sei que outra forma podemos ter de forçar a indústria a pensar de maneira diferente. Isto não quer dizer que qualquer filme dirigido por uma mulher faz uma grande leitura sobre a Humanidade, mas é inquestionável que o cinema não representa a complexidade da sociedade”, disse.

Dois filmes portugueses em competição

A abertura do festival, o mais antigo da Europa, aconteceu com a estreia de “La vérité”, do realizador japonês Hirokazu Kore-eda, protagonizado por Catherine Deneuve, Juliette Binoche e Ethan Hawke.

O filme integra a competição oficial do festival, numa secção em que está também a longa-metragem portuguesa “A Herdade”, de Tiago Guedes e protagonizada por Albano Jerónimo.

Candidato ao Leão de Ouro, o filme conta a história de uma família dona de uma propriedade latifundiária e, ao mesmo tempo, traça “o retrato da vida histórica, política, social e financeira de Portugal, dos anos 40, atravessando a revolução do 25 de abril e até aos dias de hoje”, lê-se na sinopse.

“A Herdade”, já confirmado também no festival de Toronto, chegará aos cinemas portugueses a 19 de setembro.

Na competição oficial estarão ainda filmes como “The perfect candidate”, de Haifaa Al-Mansour, “Wasp Network”, de Olivier Assayas, “The Laundromat”, de Steven Soderbergh, “J’accuse”, de Roman Polanski, “Ad Astra”, de James Gray, “Waiting For The Barbarians”, de Ciro Guerra, “Ema”, de Pablo Larrain, e “Joker”, de Todd Phillips.

Em competição em Veneza, na secção “Orizzonti”, está a nova curta-metragem de Leonor Teles, intitulada “Cães que ladram aos pássaros”.

O filme “acompanha os dias de verão de Vicente e da sua família, obrigados a sair da sua casa no centro do Porto, por força da especulação imobiliária”, refere a produtora.

Em Veneza, numa secção dedicada a clássicos do cinema, será ainda exibida uma versão restaurada de “Francisca” (1981), de Manoel de Oliveira. As obras exibidas na secção “Venice Classics” competem pelos prémios de Melhor Filme Restaurado e Melhor Documentário sobre Cinema.

O festival termina a 7 de setembro com “The Burnt Orange Heresy”, do realizador italiano Giuseppe Capotondi, e no qual entra o músico Mick Jagger.

O cineasta espanhol Pedro Almodóvar e a atriz britânica Julie Andrews vão receber o Leão de Ouro pela carreira e o realizador franco-grego Costa-Gavras receberá o Prémio Jaeger-LeCoultre 2019.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Fuga em massa. 75 prisioneiros escapam de prisão no Paraguai

As autoridades do Paraguai anunciaram que pelo menos 75 detidos fugiram da prisão Pedro Juan Caballero, localizada perto da fronteira com o Brasil, sendo que muitos dos fugitivos pertencem a um conhecido grupo de crime …

Pneumonia viral já chegou à Coreia do Sul. China regista terceira morte

A Coreia do Sul confirmou esta segunda-feira o primeiro caso de um novo tipo de pneumonia viral, que apareceu na China em dezembro e já provocou a morte a três pessoas no país. De acordo com …

Há uma espécie de árvore praticamente imortal (e o seu segredo foi descoberto)

Uma equipa de investigadores descobriu o segredo da Ginkgo biloba, a espécie de árvore que é praticamente imortal. Esta espécie existe desde o tempo dos dinossauros. A Ginkgo biloba, também conhecida popularmente por nogueira-do-japão, é uma …

O planeta extrassolar mais próximo da Terra pode ter companhia

Uma equipa internacional de astrofísicos encontrou evidências da existência de um segundo planeta a orbitar Próxima Centauri, a estrela mais próxima do Sol. Na prática, o mundo extrassolar mais próximo de nós pode ter companhia. …

Uma estrela ajudou a perceber quando é que a Via Láctea devorou outra galáxia

Recentemente, astrónomos descobriram que uma colisão com uma galáxia satélite encheu a Via Láctea de estrelas. Agora, graças a uma única estrela, já é possível perceber quando é que isso aconteceu. A galáxia satélite Gaia-Enceladus foi, …

Homem pede "julgamento por combate" com espadas japonesas para resolver disputa legal com a ex-mulher

Para resolver uma disputa legal com a sua ex-mulher, David Ostrom sugere que seja feito um "julgamento por combate" com espadas japonesas. Há precedentes legais que o podem favorecer em tribunal. O insólito aconteceu no Iowa, …

Crimes violentos podem aumentar drasticamente nos EUA devido ao aquecimento global

O número de crimes violentos nos Estados Unidos pode aumentar drasticamente nos próximos anos devido ao aquecimento global, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade do Colorado, em Boulder. "Dependendo da rapidez …

Twitter pede desculpa por permitir anúncios direcionados a neonazis

O Twitter emitiu esta quinta-feira um pedido de desculpa público depois de a BBC denunciar que a rede social estava a permitir anúncios direcionados a neonazis, islamofóbicos e outros grupos de ódio. A emisorra britânica …

Carlos Silva alega falta de apoio do PS e anuncia saída da liderança da UGT

O secretário-geral da UGT não é candidato a um novo mandato na central sindical, alegando que o “desgaste tem sido tremendo” e que é visto como força de bloqueio. “Não quero continuar”, “já está decidido e …

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior. Medirá quase 100 metros

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior: o dirigível híbrido Airlander 10, que media 92 metros de comprimento, vai bater o seu próprio recorde. De acordo com a emissora britânica BBC, a aeronave passará a …