Fantasporto com o orçamento mais curto de sempre

O thriller espanhol Marrowbone é o filme de abertura da 38.ª edição do Fantasporto

Há 20 anos, o orçamento do Fantasporto era de 1.5 milhões de euros. Na edição de 2018 corresponde a menos de 100 mil euros.

A 38ª edição do Festival Internacional de Cinema do Porto é a mais barata da história do evento. Os custos totais do Fantasporto não ultrapassam este ano os 100 mil euros, uma redução de cerca de 40% face ao ano passado.

Mário Dorminsky, co-fundador e organizador do certame, lamenta a falta de apoios públicos e privados àquele que crê ser o maior evento do género em Portugal, como notou na conferência de imprensa de apresentação do festival, que decorreu esta quarta-feira, no Teatro Rivoli.

“Tem sido extremamente difícil alargar o leque de apoios. Praticamente todas as empresas que apoiam eventos culturais estão em Lisboa”, referiu Dorminsky, que apelou à descentralização dos apoios, afirmando que pretende continuar a organizar o Fantas no Porto.

Os apoios ao festival chegam da Câmara do Porto, com cerca de 25 mil euros, do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), um valor inferior a 50 mil euros, e de duas instituições privadas. “A bilheteira não paga o cinema. Em Espanha um bilhete custa 15 euros, em Portugal custa 5 euros”, reflete o organizador.

A falta de financiamento resulta num decréscimo acentuado do orçamento disponível, que há 20 anos era de 1.5 milhões de euros e que atualmente não chega aos 100 mil euros. “Para o público vai continuar a ser um festival muito bom, porque cortámos no não essencial, no não visível”, assegurou Beatriz Pacheco Pereira, também da organização. “Mas gostávamos de fazer muito mais”.

Para Mário Dorminsky, os cortes prejudicam de forma objetiva a imagem forte que o Fantas pretende passar internacionalmente. “Temos tentado equilibrar uma imagem que nem devia ser da nossa preocupação. Devia ser da Câmara, do Estado, do Ministério da Cultura”, insistiu.

Lauro António homenageado

De 609 filmes inscritos vindos de 60 países dos “cinco cantos do Mundo”, foram selecionados 112 filmes inéditos, a maioria em antestreia mundial, antestreia europeia e antestreia internacional.

O Fantasporto 2018 vai decorrer entre os dias 20 de fevereiro e 4 de março, no teatro Rivoli. Inicia-se com “Marrowbone de Sergio G. Sanchez (Espanha), uma produção falada em inglês, e fecha com “Le Fidèle” de Michael R. Roskam (Bélgica), o candidato do país aos Óscares.

As competições abrem no dia 23 de fevereiro, com a mega-produção russa “Anna Karenina: Vronsky’s Story” do realizador, já homenageado pelo Fantas, Karen Shaknazarov.

No que respeita ao Prémio de Cinema Português, existem 45 filmes novos como candidatos, dos quais se destacam as antestreias mundiais “Uma Vida Sublime”, de Luís Diogo, “Aparição”, de Bernardo Lopes e “Doutores Palhaços”, de Hélder Faria.

Lauro António, realizador e argumentista, marcará presença no dia 3 de março, com uma sessão dedicada a “Manhã Submersa”, a sua primeira e marcante longa-metragem.

A ética é grande tema desta 38ª edição do Festival Internacional de Cinema do Porto. Serão apresentados filmes que refletem sobre as questões éticas e morais que vão desde ciência, à comunicação social ou à política.

As sessões contarão com a presença de vários convidados, disponíveis para conversas no final da exibição dos seus filmes. Haverá ainda espaço para conferências, debates e exposições na programação.

// JPN

PARTILHAR

RESPONDER

Há um mapa que revela os "labirintos" de Titã, a maior lua de Saturno

O primeiro mapa que mostra a geologia global da maior lua de Saturno, Titã, foi concluído e revela completamente um mundo dinâmico de dunas, lagos, planícies, cratera e outros terrenos. Titã é o único corpo planetário …

Cabify deixa de operar em Portugal a partir de 30 de novembro

A Cabify, que estava no mercado português desde 2016, vai deixar de operar em Portugal a partir do próximo dia 30 de novembro. "Queremos partilhar consigo que o próximo dia 30 de novembro será o nosso …

Presidente da federação russa de atletismo suspenso por obstruir investigação

O presidente da federação de atletismo da Rússia e outros seis elementos da federação foram, esta quinta-feira, suspensos, devido a irregularidades relacionadas com uma investigação antidoping. O presidente da federação de atletismo da Rússia, Dmitri Shliajtin, foi …

Avó e tios do bebé deixado no lixo estão a tentar a guarda da criança

O embaixador de Cabo Verde em Portugal explicou, esta sexta-feira, que a mãe e os irmãos da cabo-verdiana suspeita de abandonar o filho num ecoponto estão a tentar obter a guarda da criança por acreditarem …

Esta tecnologia de edição de genoma pode mudar o mundo (mas o seu criador tem receio disso)

A inovação de Kevin Esvelt tem potencial para ser usada tanto para o bem como para o mal. Os perigos que pode advir dela, deixam o biólogo reticente em relação a esta tecnologia, que também …

Governo quer "conciliação" entre tribunais criminais e de família em casos de violência doméstica

O Governo quer que os juízes de instrução possam determinar simultaneamente as medidas de coação a um agressor em contexto de violência doméstica e as medidas provisórias relativas às crianças, seja de promoção e proteção …

Sp. Braga critica autarquia por transmitir jogo do Flamengo em ecrã gigante

O Sporting de Braga acusou a Câmara Municipal de Braga de desrespeitar o clube e os seus adeptos por colaborar na organização da transmissão da final da Taça dos Libertadores de futebol, entre Flamengo e …

Hermínio Loureiro pede suspensão de mandatos na FPF e COP

Hermínio Loureiro pediu a suspensão dos mandatos de vice-presidente da FPF e do COP, esta sexta-feira, na sequência da acusação do Ministério Público na operação Ajuste Secreto. Numa carta enviada à FPF, a que a agência …

Oxford escolhe "emergência climática" para Palavra do Ano 2019

A Palavra do Ano 2019 escolhida pelos Dicionários de Oxford foi "emergência climática", "situação na qual é requerida uma ação urgente", revelou na quinta-feira esta componente da editora da Universidade homóloga. A Palavra Oxford do Ano …

Erro no IRS de 2015. Contribuintes podem contestar nova liquidação

O novo apuramento do imposto abrange cerca de dez mil declarações no valor de 3,5 milhões de euros. A Autoridade Tributária e Aduaneira já enviou uma carta aos contribuintes cuja liquidação do IRS relativo a 2015 …