Entender o que as pessoas mais temem pode ajudar a prevenir desastres naturais

Narendra Shrestha / EPA

Entender o que preocupa as pessoas é crucial para enfrentar perigos naturais e para a mitigação dos seus efeitos. Segundo uma análise avançada na quinta-feira, para evitar desastres, a população local, as autoridades municipais e os governos nacionais precisam atuar na mesma direção, especialmente quando os orçamentos são baixos.

Já se passaram mais de quatro anos desde que um terramoto de magnitude 7,8 devastou cidades nepalesas, matando milhares de pessoas. Desde então, houve milhares de réplicas. No entanto, segundo uma análise explicada na Conversation, os residentes de Bharatpur – a quarta maior cidade do Nepal – estavam mais preocupados com ataques de animais selvagens do que com a perspetiva de outro terramoto de alta magnitude.

Segundo o artigo, as pessoas tendem a não se preocupar com coisas que não podem prevenir ou controlar. Entender o que preocupa as pessoas é crucial. Contudo, caso os moradores dos locais em risco de desastre sintam que os seus medos do dia-a-dia são ignorados pelos que estão no poder, estes podem deixar de ser influenciados pelas autoridades nos momentos de crise.

Os moradores de Bharatpur (que tem uma população de 300 mil habitantes) não se preocuparam com terramotos. O fato é que as suas experiências e relacionamentos quotidianos são difíceis e cheios de tensão. Devido a isso, estão mais preocupados com riscos e mudanças imediatas do que com a ameaça indistinta de um perigo natural.

De acordo com o artigo, os moradores dessa cidade estão preocupados sobre o facto de poderem ser atacados por animais selvagens – como tigres e rinocerontes – enquanto coletavam lenha nas florestas. E essa é uma ameaça real: em 2017, houve um ataque mortal de tigres em plena luz do dia.

Os residentes também se preocupam com mudanças nas fronteiras municipais que afetarão o seu acesso aos serviços do governo. Mudanças administrativas na cidade levaram a uma realocação do financiamento de áreas rapidamente urbanizadas para as partes rurais da cidade, que não possuem a infraestrutura básica, como eletricidade e estradas pavimentadas, por exemplo.

Além disso, a autoridade local está a aumentar os impostos em 2019, o que deixa as pessoas com muito pouco dinheiro para pagar por serviços que, anteriormente, eram gratuitos, alimentar as suas famílias e comprar uniformes escolares.

Narendra Shrestha / EPA

Katmandu após o sismo de magnitude 7.8 que atingiu o Nepal

No entanto, lê-se no artigo da Conversation, os políticos e funcionários do governo ignoram os temores dos moradores quanto aos ataques de animais selvagens, realocação de financiamento municipal e a perspetiva de aumento de impostos ao decidir quais riscos devem ser abordados nas suas cidades.

As autoridades locais estão mais focadas na pavimentação de estradas pela cidade – uma melhoria visível que mostra que elas estão a “fazer algo” – ao invés de abordar o contínuo risco urbano.

Perigos naturais, como terramotos, tsunamis e erupções vulcânicas, acontecem com frequência em todo o mundo, apontou o artigo. Mas os desastres só ocorrem quando as pessoas ficam expostas e vulneráveis ​​aos perigos naturais, que devem ser mitigados por meio de construções mais seguras, melhor planeamento e preparação.

Ao ignorar os temores quotidianos dos moradores, os governos correm o risco de perder a sua confiança, o que pode aumentar o risco de desastres à medida que os residentes não consideram as iniciativas governamentais destinadas a mitigar os riscos naturais.

O artigo indicou ainda as autoridades locais estão na linha de frente e são cada vez mais responsáveis ​​por gerir os riscos e os perigos urbanos – desde a precariedade económica, que força jovens nepaleses a trabalhar no exterior, à degradação ambiental, incluindo a falta de tratamento dos esgotos e a rápida urbanização.

Além disso, se as perceções de risco das pessoas locais não estiverem incluídas nas decisões políticas nacionais, isso molda e limita a gestão local dos riscos. Isso faz com que as preocupações das pessoas não sejam abordadas, acabando as mesmas por se desvincularem desse tipo de questões.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Investigadores descobrem esqueletos adolescentes do século V. Um dos cientistas é português

Um grupo de investigadores, do qual também faz parte o português Daniel Fernandes, descobriu três esqueletos do período das migrações bárbaras numa vala em Osijek, na Croácia. "Deformação craniana e diversidade genética em três indivíduos masculinos …

Tesla está a alugar painéis solares por 45 euros por mês

Comprar painéis solares pode ser um investimento dispendioso para muitos. De maneira a oferecer uma solução mais económica aos seus clientes, a Tesla está a alugar a tecnologia por apenas 45 euros por mês. A SolarCity, …

Rui Fonte regressa ao Sporting de Braga e assina por três épocas

O Sporting de Braga, da I Liga de futebol, oficializou ontem a contratação do avançado Rui Fonte, um regresso ao clube, por três temporadas. O jogador, de 29 anos, chega dos ingleses do Fulham, que, …

YouTube remove vídeos de luta entre robôs por violarem políticas contra crueldade animal

O YouTube removeu na segunda-feira vídeos de robôs a lutar entre si da sua plataforma, justificando que estes violavam as políticas de exibição contra crueldade com animais. Depois do sucedido, a empresa informou que os …

Há uma piscina natural no meio do deserto mais quente do mundo

https://vimeo.com/355369476 Um casal a viajar pela Etiópia aventurou-se no deserto e experimentou nadar numa piscina natural num dos lugares mais quentes do planeta. A neozelandesa Bridget Thackwray e o namorado, Topher Richwhite formam a Expedition Earth, a …

The Rock é o ator mais bem pago do mundo

A revista Forbes revelou esta quarta-feira a sua lista anual dos atores mais bem pagos do mundo. O primeiro lugar é ocupado por um repetente. Dwayne "The Rock" Johnson voltou a ser o ator mais bem …

Albânia demoliu restaurante do homem que perseguiu turistas no capô do carro

O dono de um restaurante ilegal na Albânia meteu-se em sérios apuros depois de ter perseguido uma família de turistas espanhóis, colocando-se no capô do carro onde seguiam e partindo o pára-brisas. O restaurante que …

Sensores de radiação da Rússia desligaram-se misteriosamente após recente explosão nuclear

Nas semanas após um acidente nuclear fatal num campo de tiro de armas navais em Nyonoksa, quatro sensores de partículas radioativas que enviavam dados do território russo para uma rede de monitorização internacional desligaram-se misteriosamente. As …

Zumba. O negócio milionário que começou com uma distracção de um colombiano

Foi uma distracção que levou o bailarino colombiano Beto Pérez a criar a zumba e a construir um dos negócios actuais com mais sucesso em todo o mundo, avaliado em mais de 450 milhões de …

Ligações a Jeffrey Epstein abalam um dos mais prestigiados laboratórios de tecnologia do mundo

O MIT Media Lab junta áreas que vão do design à robótica e é responsável pelas mais vanguardistas inovações do Massachusetts Institute of Technology, uma das mais reputadas universidades do mundo na área da tecnologia. Agora, …