“Emir dos bombistas suicidas” foi morto por um drone americano

(dr) Dabiq Magazine

Um dos elementos mais influentes do Estado Islâmico, Tariq bin Tahar al-‘Awni al-Harzi, morreu num ataque com drones levado a cabo pelos EUA na Síria.

As autoridades norte-americanas revelam que a morte ocorreu no passado dia 16 de Junho na cidade síria de Shaddadi.

Conhecido como o “Emir dos bombistas suicidas” entre as autoridades norte-americanas, este elemento era responsável pela coordenação dos ataques bombistas suicidas do Estado Islâmico no Iraque e pela movimentação de armas da Líbia para a Síria.

Estava classificado como um “terrorista global”  e daria assistência a guerrilheiros do Estado Islâmico provenientes do Reino Unido, da Albânia e da Dinamarca.

Também angariava fundos para o grupo terrorista.

Os norte-americanos tinham oferecido 3 milhões de dólares pela sua captura e consideram que a sua morte é um duro golpe para o Estado Islâmico.

“A sua morte terá impacto na capacidade de integrar guerrilheiros terroristas estrangeiros na luta síria e iraquiana, bem como na movimentação de pessoas e equipamentos através da fronteira entre a Síria e o Iraque”, refere o porta-voz do Pentágono Capitão Jeff Davis em declarações divulgadas pela BBC.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Suécia deixa cair investigação de violação contra Julian Assange

O Ministério Público sueco deixou cair a investigação de um caso de violação alegadamente cometido por Julian Assange, fundador do WikiLeaks, em 2010. "O Diretor Adjunto do Ministério Público, Eva-Marie Persson, decidiu hoje [terça-feira] descontinuar a …

Portugal produz menos lixo do que a média da OCDE (mas é o 3.º que menos recicla)

Portugal produz menos lixo do que a média da OCDE, mas é o 3.º que menos recicla, revelaram dados recentes da organização internacional. Em 2017, cada português produzir quase 500 quilogramas de lixo, valor inferior …

Novas demissões na Agência de Informações Financeiras do Vaticano

Um membro da entidade de regulação financeira do Estado do Vaticano, Marc Odendall, demitiu-se na sequência de buscas realizadas pela polícia e que originaram na suspensão do organismo do sistema de comunicações global. Marc Odendall, banqueiro …

Governo e Liga de clubes discutem redução do IVA para espetáculos desportivos

Secretário de Estado do Desporto afirma querer ouvir as reivindicações do organismo, mas sem se comprometer. O secretário de Estado da Juventude e do Desporto anunciou ontem que vai reunir-se com representantes da Liga Portuguesa de …

Tufão obriga a retirada de cerca de cinco mil pessoas do norte das Filipinas

Cerca de cinco mil pessoas foram retiradas do norte das Filipinas devido à aproximação do tufão Kalamaegi, que deverá tocar terra na província de Cagayan nas próximas horas, disseram esta terça-feira as autoridades locais. "Estamos preparados …

Acabaram-se as trotinetas no Algarve. Duraram 10 meses

A vereadora considera, no entanto, que a experiência foi “positiva”, já que permitiu recolher dados de mobilidade, nomeadamente, da utilização destas soluções em pequenos trajetos, ao mesmo tempo que colocou a questão na agenda pública. Sophie …

EasyJet diz que será a primeira a alcançar a neutralidade carbónica na aviação

A companhia aérea britânica easyJet afirmou esta terça-feira que será a primeira no mundo a alcançar a neutralidade carbónica através das compensações. Num comunicado publicado no seu site oficial, a companhia low cost anuncia ainda um …

Número de pré-avisos de greve até outubro é o mais alto dos últimos quatro anos

O número de pré-avisos de greve até outubro foi o mais alto dos últimos quatro anos, totalizando 781, segundo dados da Direção Geral do Emprego e das Relações do Trabalho (DGERT). Entre janeiro e outubro deste …

Na Índia, já há "bares de oxigénio" para quem quiser respirar ar puro

A Índia é um dos países mais contaminado do mundo. Desde o final de outubro, a poluição alcançou um nível crítico devido à queimada de restolhos nos campos. Agora, há uma solução arrojada para que os …

Depois do Papão Harrison, o novo exame foi "duro" (e muitos jovens médicos já pensam em emigrar)

Foram quatro horas de exame, com 150 perguntas, na temida Prova Nacional de Acesso para a Formação Especializada em Medicina e muitos dos jovens médicos não conseguiram concluí-la. Os que temem não conseguir aceder à …