Veículos elétricos vão aumentar 40 vezes em Portugal até 2030

É previsto que até 2030 o número de veículos elétricos em Portugal aumente 40 vezes, chegando aos 655 mil. Na Europa serão mais de 40 milhões de elétricos e híbridos.

A previsão é feita pela Eurelectric, a Associação das Empresas Elétricas Europeias, que integra empresas como a EDP, Enel, Endesa, entre outras. O estudo calcula que o número de veículos elétricos e híbridos em Portugal chegue aos 655 mil até 2030. Isto representaria um aumento de 40 vezes o número atual.

As medidas que a União Europeia tem adotado para um controlo mais apertado às emissões de CO2 podem justificar em parte o aumento deste tipo de veículos. O facto de serem mais económicos e amigos do ambiente são fatores que explicam esta mudança.

Em 2018, a União Europeia contabilizou apenas um milhão de carros, carrinhas e camiões elétricos ou híbridos. Até 2030, a Eurelectric calcula que esse número também aumente 40 vezes, chegando aos 40 milhões de veículos. No mesmo sentido, a frota portuguesa poderá passar de 16.300 carros para cerca de 655 mil em 2030.

“Para chegar lá, têm de ser feitos investimentos enormes de infraestruturas de carregamento. Sem isso, a descarbonização dos transportes via eletrificação está em risco”, alerta Petar Georgiev, especialista em mobilidade elétrica da Eurelectric, em declarações ao Dinheiro Vivo.

Georgiev afirma ainda que os governos nacionais e os reguladores têm de agir para “assegurar uma rede sólida de pontos de carregamento”, para facilitar esta mudança para os veículos elétricos. O búlgaro explica ainda que “a realidade a que hoje assistimos está longe de cumprir as expectativas“, justificando que há poucos postos públicos de carregamento.

“A legislação europeia recomenda um máximo de dez carros por ponto de carregamento, enquanto em Portugal ainda se assiste a uma média de 12 veículos por cada ponto, de acordo com números da Comissão Europeia”, disse o especialista da Eurelectric.

Contudo, mostra-se otimista em relação ao desenvolvimento do mercado português, realçando a grande melhoria de vendas de veículos elétricos e híbridos no território nacional. “Portugal é o quarto país da Europa onde mais elétricos se vendem“, disse Georgiev.

Na entrevista concedida ao suplemento de economia do DN, o especialista refere ainda que Portugal tem uma grande produção de energia renovável, que se revela uma vantagem na integração dos veículos elétricos. Georgiev considera que Portugal “tem uma das maiores capacidades para alterar a sua frota do diesel para o elétrico“.

A legislação da União Europeia também facilita esta mudança, com a atribuição de créditos às fabricantes de incentivo ao cumprimento das metas de emissões de CO2. Em 2020, a marca ao vender um veículo com emissões inferiores a 60 gramas de dióxido de carbono, equipado com baterias elétricas, conta como se tivesse vendido dois carros não poluentes.

Petar Georgiev sugeriu ainda que o governo português apostasse fortemente na eletrificação dos autocarros, justificando que “compensa a longo prazo”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Parasitas": O Melhor Filme dos Óscares chega à televisão

Parasitas vai passar na televisão esta sexta-feira (3), às 21h30, no canal TVCine Top. A produção de Bong Joon-ho angariou, nesta última award season, inúmeras nomeações, tendo sido Palma de Ouro no Festival de Cinema …

Países entram numa "guerra secreta" por ventiladores, admite agente da Mossad

Muitos países estão a utilizar os seus serviços de informações para a compra de material de saúde encomendado por outros, sobretudo ventiladores, para enfrentar a crise do novo coronavírus, disse um agente da Mossad, encarregado …

Pessoas que espalham ódio na Internet tendem a ser psicopatas

Os utilizadores da Internet que publicam comentários de ódio sobre outras pessoas tendem a ter traços psicopáticos. Por outro lado, os cientistas não encontraram uma correlação entre essa prática e narcisismo ou maquiavelismo. Estes utilizadores são …

Polícia britânica tingiu de negro uma lagoa azul para afastar visitantes

A Polícia britânica decidiu tingir de negro uma lagoa azul muito procurada na região de Derbyshire, visando assim afastar os visitantes e fazer com que estes cumpram o isolamento social exigido pelas autoridades para travar …

A maior cascata do Equador desapareceu repentinamente

A maior cascata do Equador, com cerca de 150 metros, desapareceu repentinamente por causa de uma dolina. Investigadores ainda não sabem se esta apareceu por causas naturais ou humanas. Em fevereiro, a cascata de San Rafael, …

Aprovada descida de 3% na eletricidade no mercado regulado

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou uma descida do preço da tarifa aplicada no mercado regulado de cinco euros por megawatt/hora (MWh). Contas feitas, trata-se de uma redução de aproximadamente 3% no total …

Turquemenistão proibiu o uso da palavra "coronavírus"

Enquanto o mundo luta para conter a propagação da pandemia de covid-19, no Turquemenistão os cidadãos podem ser presos só por dizerem a palavra "coronavírus". De acordo com a rádio NPR, que cita a organização não …

EDP oferece desconto de 20% a profissionais e organizações de saúde

Face à pandemia de covid-19, a EDP vai oferecer um desconto de 20% na fatura da eletricidade a profissionais e organizações de saúde, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia em comunicado. “A …

Bill Gates deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia

Num artigo publicado no jornal norte-americano Washington Post, o fundador da Microsoft, Bill Gates, deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia de covid-19, que já fez 43 mil mortes em todo o …

Comissão de Trabalhadores da TAP pede nacionalização da companhia

A Comissão de Trabalhadores (CT) da TAP reforçou esta quarta-feira o apelo para que a transportadora “se torne 100% pública”, depois de a empresa ter anunciado o lay-off da maioria dos trabalhadores, segundo um comunicado. No …