/

Hoje é o dia mais triste do ano. O mito da “segunda-feira azul”, que já surgiu há mais de 15 anos

1

O dia 18 de janeiro marca a “segunda-feira azul” – a terceira segunda-feira do mês e o dia mais depressivo do ano. O conceito remonta a 2005, quando o canal de televisão Sky Travel lançou um comunicado no qual afirmava que tinha conseguido calcular o dia mais triste do ano através de uma equação matemática.

Este cálculo foi feito tendo em conta diferentes variáveis: a temperatura média, os dias passados desde o último salário, os dias que faltam até ao próximo feriado, assim como o número de noites passadas em casa, diz a Visão.

Conjugando todos estes fatores, o comunicado do canal de televisão anunciava que a equação “permite calcular o dia com os maiores fatores depressivos.” Desta forma, a Sky Travel afirmou que, graças ao seu algoritmo, as pessoas podiam utilizar estes indicadores para fazer atividades positivas, como marcar férias, de forma a contornar este dia infeliz.

No entanto, vários membros da comunidade científica vieram insurgir-se contra a Sky Travel. Ben Goldacre, do jornal The Guardian, afirmou que o comunicado de imprensa do canal de televisão foi enviado para vários académicos antes de ser publicado, e que lhes foi oferecido dinheiro para o assinarem.

O escritor e psiquiatra britânico acrescentou ainda que o único propósito do comunicado era vender mais viagens . Mais tarde, Cliff Arnall, um dos académicos que subscreveu este comunicado, também se insurgiu contra a fiabilidade do mesmo, dado o fraco rigor científico nos cálculos.

Perante esta forte descredibilização, coloca-se uma questão: como é que o mito da “segunda-feira azul” continua vivo?

De acordo com a revista Forbes, a resposta prende-se com a “pseudociência.” Apesar de não haver absolutamente nada de científico nem factual com o “dia mais triste do ano”, o mês de janeiro é uma altura difícil do ano.

O facto de haver pouco sol, as pessoas regressarem ao trabalho depois do intervalo do Natal, e ser uma altura em que as resoluções de ano novo começam a falhar, faz com que toda esta combinação leva a que este mito se torne concebível nas nossas mentes.

Porém, outros estudos (factuais) podem dar algumas pistas sobre quando é a verdadeira “segunda feira azul”.

Segundo investigadores do Japão, o número de suicídios na segunda-feira para homens é significativamente superior aos outros dias da semana. O estudo indica que a razão para tal pode prender-se com a estrutura da semana de trabalho. Outros estudos indicam que o risco de suicídio é superior na Primavera, não no Inverno.

Contudo, as mudanças de humor e sentimentos depressivos tendem a atingir o seu auge no Inverno.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.