Diário de oficial das SS revela detalhes de tesouro de Hitler escondido em 11 locais na Polónia

(dr) Darius Franz Dziewiatek

​Diário nazi revela 11 tesouros secretos escondidos em toda a Polónia

O diário de um oficial das SS, antiga organização paramilitar alemã ligada ao partido nazi, afirma que Adolf Hitler ordenou que 260 camiões carregados com tesouros fossem escondidos em 11 locais na Polónia, para os manter a salvo do avanço do Exército Vermelho soviético.

Egon Ollenhauer, o oficial nazi que escreveu o diário, foi uma figura-chave na operação, e actuava como elo de ligação entre os oficiais das SS e os aristocratas locais, que pretendiam esconder os seus tesouros das tropas aliadas.

De acordo com o registo, os tesouros foram levados para vários locais na Polónia, sendo que uma das áreas, localizada onde actualmente se situa a cidade polaca de Wroclaw, esconde cerca de 28 toneladas de ouro.

Outros locais contêm moedas de ouro, medalhas, jóias e objectos de valor dados aos nazistas locais por pessoas ricas para que fossem guardados.

O diário acrescenta ainda que um dos esconderijos tem 47 obras de arte que se pensa terem sido roubadas de colecções em França, incluindo obras de Botticelli, Rubens, Cezanne, Carravagio, Monet, Dürer, Raffael e Rembrandt.

As anotações também citam um depósito com 47 obras de arte supostamente roubadas em França, incluindo obras de Botticelli, Monet e Rembrandt, além de um esconderijo que guarda objectos religiosos que tinham sido roubados em todo o mundo numa tentativa de encontrar provas para as teorias raciais de Hitler.

Segundo Roman Furmaniak, da Fundação Schlesische Brücke, que tem o diário em sua posse, as notas do oficial alemão foram guardadas durante décadas na loja maçónica da cidade alemã de Quedlinburger, tendo sido confiados à fundação que dirige apenas há alguns anos.

“Estamos a divulgar agora estas informações sobre o diário, porque quisemos esperar até que todas as pessoas que pudessem estar ligadas aos eventos e ao diário tivessem falecido, particularmente os oficiais das SS envolvidos. Era esse o desejo da loja maçónica de Quedlinburger”, explicou Furmaniak ao jornal polaco The First News.

Furmaniak acrescentou ainda que a autenticidade do diário foi verificada por várias instituições alemãs, incluindo o Departamento de História da Arte da Universidade de Göttingen, e que é desejo da loja que “os valores encontrados sejam devolvidos aos seus proprietários legítimos, se isso for possível”.

O empresário Darius Franz Dziewiatek, fundador da Schlesische Brücke, acrescenta que entre os esconderijos contam-se um poço profundo num parque palaciano, o fundo de um lago de um parque, um sarcófago de cimento sob o fundo de um riacho, e uma sala secreta entre as paredes de um palácio.

PARTILHAR

RESPONDER

Fundação Champalimaud anuncia prémio de um milhão de euros para erradicar o cancro

A Fundação Champalimaud anunciou, esta segunda-feira, um prémio de um milhão de euros a atribuir anualmente, e sem limite temporal, vocacionado para a "erradicação do cancro". O prémio é atribuído em parceria com o casal de …

A maior lixeira da China ficou cheia 25 anos antes do previsto

O maior depósito de lixo da China, Jiangcungou, na cidade de Xi'an, já está cheio, 25 anos antes da altura prevista. O aterro tinha sido preparado para receber 2500 toneladas de resíduos por dia. Porém, de …

Cigarros eletrónicos podem prejudicar o coração mais do que os cigarros comuns

Há muito que está provado que fumar é uma das principais causas de mortes por doenças cardíacas. Agora, há evidências crescentes de que os cigarros eletrónicos podem causar danos ao coração. Em dois estudos que serão …

Sindicato dos Magistrados acusa Conselho Superior de fazer escolhas pessoais

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) acusou, esta segunda-feira, o Conselho Superior do Ministério Público de escolher os procuradores para os departamentos mais importantes da investigação criminal por preferências pessoais. Em comunicado, o Sindicato …

Esta empresa está a produzir "carne" feita de ar

Enquanto várias startups estão a vender "carne" feita de plantas, a Air Protein, uma empresa sediada na Califórnia, nos Estados Unidos, está a criar carne feita de ar. A ideia não é nova, uma vez que …

Autoridade da Concorrência faz buscas em cinco empresas de vigilância privada

A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou, esta segunda-feira, que realizou diligências de busca e apreensão em cinco empresas do setor da vigilância privada, no distrito de Lisboa, "por suspeitas de práticas anticoncorrenciais lesivas do normal …

"Breaking Bad" da vida real. Dois professores de Química acusados de produzir metanfetamina

Dois professores universitários de Química do estado do Arkansas, nos Estados Unidos, foram detidos no domingo por suspeitas de produzirem metanfetaminas. O caso tem atraído atenção mediática por se parecer inspirar no enredo da série …

TAP regista prejuízos de 111 milhões de euros até setembro

A TAP registou, nos primeiros nove meses deste ano, prejuízos acumulados de 111 milhões de euros que atribui a "variações cambiais sem impacto na tesouraria". "A TAP S.A. apurou um prejuízo acumulado, nos primeiros nove meses …

Coreia do Norte não está interessada em mais cimeiras com os EUA

A Coreia do Norte advertiu, esta segunda-feira, que "não está interessada" em mais cimeiras com os Estados Unidos, se Washington persistir na recusa em fazer concessões. A Coreia do Norte deu a Washington até ao final …

Refugiado detido que escreveu um livro pelo Whatsapp conquista a liberdade

O jornalista e escritor curdo-iraniano Behrouz Boochani, que estava detido há seis anos num centro de imigrantes na Austrália, conquistou a liberdade. Boochani escreveu, através de mensagens da rede social Whatsapp, o livro “No Friend But …