Destruição de Palmyra, a pérola do deserto, será “uma enorme perda para a Humanidade”

varunshiv / Flickr

Palmyra, na Síria

A possível destruição da cidade histórica síria de Palmyra, atualmente controlada pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI), será “uma enorme perda para a Humanidade”, declarou a diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova.

“Palmyra é o local de um legado mundial extraordinário no deserto, e a destruição de Palmyra não será apenas um crime de guerra, mas também uma enorme perda para a Humanidade”, referiu a representante, num vídeo divulgado esta quinta-feira pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

Na mesma mensagem, Irina Bokova voltou a pedir ao Conselho de Segurança da ONU para discutir o assunto.

“Precisamos que o Conselho de Segurança, todos os líderes políticos e os líderes religiosos lancem um apelo para prevenir estas destruições”, indicou a representante, sublinhando que, “em última análise”, esta cidade histórica síria é “o berço da civilização humana” que “pertence a toda a Humanidade”.

A diretora-geral da UNESCO destacou ainda a mensagem de partilha cultural que é visível em Palmyra.

“É isso que [a cidade] Palmyra nos transmite, todas as culturas se influenciam mutuamente, todas as culturas se enriquecem mutuamente”, destacou.

Palmyra foi classificada pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade em 1980.

Os jihadistas do EI assumiram hoje o controlo total desta cidade histórica no deserto sírio, aumentando os receios de uma eventual destruição deste local emblemático, uma vez que os combatentes extremistas já destruíram diversos tesouros históricos, nomeadamente no Iraque.

Situada cerca de 210 quilómetros a nordeste da capital síria de Damasco, a “pérola do deserto“, como é apelidada a cidade, tem uma grande importância estratégica para o grupo radical.

Palmyra, cidade com mais de dois mil anos, está situada no grande deserto sírio limítrofe da província iraquiana de Al-Anbar, que o EI já controla em grande parte.

O Observatório sírio dos Direitos Humanos informou que as forças sírias realizaram hoje vários raides aéreos em distintas zonas da cidade de Palmyra.

A organização não-governamental não precisou se estes ataques aéreos provocaram baixas ou danos materiais naquela zona.

Desde que os extremistas assumiram o controlo de Palmyra, depois da retirada das forças governamentais e da população civil, as informações sobre a atual situação dentro da cidade e da zona antiga são escassas.

Durante a última semana, pelo menos 462 pessoas morreram durante a ofensiva jihadista contra Palmyra e outras zonas do leste da província de Homs (centro da Síria).

Após esta conquista, os jihadistas controlam mais de metade do território sírio, o que equivale a uma superfície de 95.000 quilómetros quadrados, pouco mais do que o território total de Portugal, que ronda os 92.225 quilómetros quadrados.

Antes do início da guerra civil na Síria, em março de 2011, as ruínas de Palmyra, que combinam influências gregas, romanas, persas e islâmicas, eram uma das principais atrações turísticas da região.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nanocorpo de alpaca é capaz de bloquear infeção por covid-19

Cientistas do Instituto Karolinska, na Suécia, identificaram um pequeno anticorpo neutralizante - nanocorpo - que consegue bloquear a entrada do Sars-CoV-2 nas células humanas. Uma equipa de investigadores suecos, do Instituto Karolinska, descobriu que um nanocorpo …

A Terra está prestes a capturar uma nova mini-lua. Ficará por cá meio ano

A Terra está prestes a capturar uma mini-lua, que os astrónomos acreditam que ficará presa na gravidade do nosso planeta durante cerca de meio ano. Entende-se por mini-lua um objeto de pequenas dimensões que é …

Cientistas medem, pela primeira vez, a distância até um magnetar na Via Láctea

Com a ajuda do observatório Very Long Baseline Array (VLBA), uma equipa de astrónomos conseguiu medir, pela primeira vez, a distância até ao magnetar XTE J1810-197, localizado na Via Láctea.  Os magnetares são um tipo de …

Detetado fator climático determinante para a propagação do coronavírus

Altas temperaturas combinadas com baixa humidade propiciam que as gotículas contaminadas com o novo coronavírus evaporem mais rapidamente, reduzindo a sua capacidade de infetar pessoas. De acordo com os cientistas, citados pelo canal estatal russo RT, …

Bayern Munique vence Sevilha e conquista a Supertaça Europeia

O Bayern Munique conquistou, esta quinta-feira, a Supertaça Europeia, ao derrotar o Sevilha por 2-1, em Budapeste, na Hungria. Os alemães do Bayern Munique conquistaram a Supertaça Europeia pela segunda vez ao derrotarem os espanhóis do …

Sporting 1-0 Aberdeen | "Leão" eficaz segue para o play-off

O Sporting foi eficaz e assegurou uma vaga no “play-off” de acesso à fase de grupos da Liga Europa. Na noite desta quinta-feira, num embate relativo à 3ª pré-eliminatória da competição, os “leões” bateram o Aberdeen …

A NASA descobriu uma nova forma de aterrar em segurança na Lua

A NASA construiu um sistema totalmente novo que pode tornar a aterragem na Lua e em Marte muito menos arriscada - e já tem planos de testá-lo numa missão futura. De acordo com o TechCrunch, o …

Rio Ave elimina Besiktas e está no play-off da Liga Europa

O Rio Ave venceu os turcos do Besiktas, esta quinta-feira, no desempate por grandes penalidades (4-2), após o 1-1 no tempo regulamentar, em jogo da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, seguindo em frente na competição. Em …

Dois dinossauros morreram como as vítimas de Pompeia. Foi há 125 milhões de anos, na China

Um grupo de arqueólogos na China acabou de descobrir dois fósseis de uma nova espécie de dinossauro, que estiveram presos no subsolo por 125 milhões de anos devido a uma erupção vulcânica pré-histórica. Os investigadores …

Batalhas de feiticeiros e círculos de demónios. Revelados textos cristãos que não foram incluídos na bíblia

Os textos da bíblia como a conhecemos hoje foram "canonizados" pela primeira vez pela Igreja no final do século IV. No entanto, antes disso, centenas de outros textos religiosos circularam por toda a Cristandade. Há mais …