Uma das teorias da evolução de Darwin foi finalmente provada

Nordin Catic

“A Origem das Espécies”, de Charles Darwin.

Pela primeira vez, uma das teorias da evolução de Charles Darwin, descrita na sua obra “A Origem das Espécies”, foi provada por uma investigadora da Universidade de Cambridge.

Uma das teorias da evolução de Charles Darwin foi finalmente provada, quase 140 anos após a sua morte. A investigadora da Universidade de Cambridge, Laura van Holstein, descobriu que as subespécies de mamíferos desempenham um papel mais importante na evolução do que aquilo que se pensava anteriormente.

Esta investigação, cujo estudo foi publicado esta quarta-feira na revista científica Proceedings of the Royal Society B, pode ser usada para prever quais espécies os conservacionistas se devem concentrar em proteger para impedir que fiquem sob ameaça de extinção.

“Os modelos evolutivos agora podem usar estas descobertas para antecipar como as atividades humanas, como a exploração madeireira e a desflorestação, vão afetar a evolução no futuro, interrompendo o habitat das espécies”, disse van Holstein.

A antropóloga explica que as subespécies animais tendem a ser ignoradas, mas desempenham um papel central na dinâmica da evolução futura a longo prazo.

“No capítulo 3 de ‘A Origem das Espécies’, Darwin disse que as linhagens de animais com mais espécies também devem conter mais ‘variedades’. Subespécie é a definição moderna”, começou por dizer a autora do estudo, van Holstein.

“O meu estudo investigou a relação entre espécies e variedades de subespécies prova que as subespécies desempenham um papel crítico na dinâmica evolutiva a longo prazo e na evolução futura das espécies. E elas sempre desempenharam esse papel, e isso é o que Darwin suspeitava quando definia o que realmente era uma espécie”, acrescentou, citada pelo Phys.

No livro “A Origem das Espécies”, Charles Darwin argumentou que os organismos evoluíram gradualmente através de um processo chamado ‘seleção natural’. Desde sempre o seu trabalho foi altamente criticado, principalmente por contradizer a versão da bíblia.

A investigadora de Cambridge também concluiu que a evolução acontece de maneira diferente nos mamíferos terrestres e nos mamíferos marinhos, devido às disparidades dos seus habitats.

“Por exemplo, se uma barreira natural, como uma cordilheira, atrapalhar, ela pode separar grupos de animais e enviá-los nas suas próprias jornadas evolutivas. Mamíferos marinhos e voadores – como morcegos e golfinhos – têm menos barreiras físicas no seu ambiente”, esclareceu van Holstein.

A especialista realça ainda que as subespécies podem ser o primeiro passo da formação de uma nova espécie.

ZAP //

No

PARTILHAR

RESPONDER

Rui Pinto colocado em prisão domiciliária

O hacker Rui Pinto, criador do Football Leaks e autor das revelações do caso Luanda Leaks, foi colocado em prisão domiciliária esta quarta-feira. Rui Pinto, que estava em prisão preventiva desde 22 de março de 2019, …

Detidas 33 pessoas desde a renovação do estado de emergência

A PSP e a GNR detiveram, até terça-feira, 33 pessoas pelo crime de desobediência desde 3 de abril, totalizando 141 as detenções feitas desde o início do estado de emergência, indicou o Ministério da Administração …

Bruxelas disponibiliza 300 milhões de euros a pequenas e médias empresas para alavancar investimentos

O programa "Escalar" disponibiliza 300 milhões de euros, através do Fundo Europeu de Investimento, para apoiar investimentos de pequenas e médias empresas "promissoras" que queiram crescer. A Comissão Europeia anunciou que vai disponibilizar 300 milhões de …

Maçonaria cancela eleições e proíbe rituais em sessões virtuais

A pandemia de Covid-19 levou o Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, Fernando Lima, a principal obediência maçónica em Portugal, a cancelar as eleições e a proibir os encontros com rituais maçónicos 'online', visto que …

Mourinho quebra regras e assume que errou ao ir treinar com Ndombele

Fotografias e vídeos divulgados nas redes sociais mostram José Mourinho e os jogadores do Tottenham a treinar juntos e a violar as regras de segurança impostas devido ao surto do novo coronavírus. O Tottenham, treinado por …

Rússia bate recordes de infeções diárias. Em Itália, o número de mortes voltou a diminuir

Há três dias consecutivas que o número de novos casos bate recordes de crescimento na Rússia. Já em Itália, o número de mortes voltou a diminuir esta quarta-feira. Pelo terceiro dia consecutivo, o crescimento de número …

Governo prepara apoios aos media "à medida das televisões"

O Governo está a preparar medidas de apoio aos meios de comunicação social, gravemente afetados pela crise causada pela pandemia de Covid-19. Contudo, como considerou o administrador da Global Media Group, Afonso Camões, citado pelo Dinheiro Vivo, tudo …

Archewell. Harry e Meghan registam a sua nova marca

O príncipe Harry e Meghan Markle registaram a sua nova marca, uma fundação sem fins lucrativos chamada Archewell. De acordo com o jornal britânico The Guardian, que cita registos datados de 3 de março, a marca …

Libertação de reclusos. Esquerda ao lado do Governo garante aprovação

PSD, CDS-PP, PAN e Iniciativa Liberal manifestaram reservas ao diploma que prevê a concessão de indultos e antecipação do fim das penas para reclusos que tenham cometido crimes pouco graves. A proposta do Governo que cria …

Galp anuncia cortes de 500 milhões de euros por ano devido à pandemia

A Galp Energia decidiu cortar mais de 500 milhões de euros por ano dos seus custos operacionais e investimentos para 2020 e 2021, visando fazer face ao impacto da pandemia de Covid-19 na procura de …