Creches “verdes” na Finlândia mudaram o sistema imunitário das crianças

5

Um pequeno experimento mostra que brincar numa “pequena floresta” durante apenas um mês pode ser o suficiente para mudar o sistema imunitário de uma criança.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

De acordo com o site Science Alert, várias creches na Finlândia decidiram colocar relvado nos seus recreios, plantar vegetação rasteira (como urze e mirtilos) e deixar que fossem as crianças a cuidar dessas plantações.

Em comparação com as outras crianças que brincam nas creches urbanas tradicionais, ou seja, pavimentadas com cimento e cascalho, as crianças de três, quatro e cinco anos dessas “creches verdes” mostraram um aumento de células T e outros importantes marcadores imunitários em apenas 28 dias.

“Também descobrimos que a microbiota intestinal dessas crianças era semelhante à microbiota intestinal das que visitam a floresta todos os dias”, acrescenta Marja Roslund, a cientista ambiental da Universidade de Helsínquia e autora do estudo publicado, a 14 de outubro, na revista científica Science Advances.

Segundo o mesmo site, os resultados não são conclusivos e precisam de ser verificados em estudos maiores em todo o mundo. Ainda assim, os benefícios dos espaços verdes parecem ir para além do nosso sistema imunitário.

Pesquisas anteriores mostram que brincar fora de casa também é bom para a visão e estar na natureza nesses anos da nossa vida está ligado a uma melhor saúde mental. Alguns estudos recentes até mostraram que os espaços verdes estão relacionados a mudanças estruturais no cérebro das crianças.

“Seria melhor se as crianças pudessem brincar no exterior. Devíamos levar os nosso filhos para perto da Natureza cinco vezes por semana para causar impacto relativamente aos micróbios”, incentiva a ecologista ambiental Aki Sinkkonen, também da Universidade de Helsínquia e outra das autoras do estudo.

Criar laços com a Natureza quando criança também é algo bom para o futuro do planeta. Estudos mostram que crianças que passam tempo ao ar livre têm mais probabilidade de se tornarem ambientalistas quando adultos.

  ZAP //

5 Comments

  1. Ponham os putos urbanos a fumar erva que tem o mesmo efeito. Só não podem é exagerar na dose. Doutro modo acabam no Bloco…

  2. “O ZAP é redigido em Português de Portugal”, todavia escrevem “experimento” (Português do Brasil) em vez de “experiência”.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.