“Não querem saber das vidas humanas”. Covid-19 levou Obi Mikel a rescindir com o clube

Obi Mikel rescindiu com o Trabzonspor, o atual líder da liga turca. O jogador acusou o clube de o pressionar a apagar publicações em que criticava o facto de o campeonato não ter sido suspenso.

A liga turca foi, esta quinta-feira, suspensa por tempo indeterminado devido ao surto de Covid-19 no país. “Decidimos, em conjunto, suspender a liga”, informou o Ministro do Desporto turco. O campeonato turco era dos poucos que ainda não tinha sido suspenso.

Ainda assim, ainda antes da suspensão, houve quem tomasse medidas drásticas face à despreocupação nos organismos turcos. Obi Mikel, antigo jogador do Chelsea, rescindiu contrato com o Trabzonspor, o atual líder da liga.

Eles não querem saber das vidas humanas, não querem saber sobre o que se passa no mundo. Tudo o que querem é ganhar o campeonato. Assinei pelo Trabzonspor no último verão porque queria ganhar a liga, dei 100% em todos os jogos. Mas numa situação como esta, em que o mundo está a enfrentar algo tão complicado, senti que o futebol não devia continuar”, disse Obi Mikel ao jornal britânico The Guardian.

O nigeriano de 32 anos regressou a Londres onde mora a sua família. Através das redes sociais não poupou nas críticas às autoridades do futebol turco por, na altura, ainda não terem suspendido o campeonato. Surpreendentemente, o jogador foi ainda pressionado pelo presidente do clube, Ahmet Agaoglu, que exigiu que o jogador apagasse as publicações.

“Comecei por dizer que não ia apagar a publicação. É a minha opinião, o mundo está a passar por tempos turbulentos e assustadores e as pessoas tem de acordar. Depois, o presidente disse-me que se não apagasse o post que não jogava até ao final da temporada“, revelou, citado pela Tribuna Expresso.

Obi Mikel não apagou as publicações e a promessa começou a ser cumprida. No jogo seguinte, o nigeriano estava fora do onze inicial e foi relegado ao banco de suplentes, embora seja uma das estrelas da companhia.

Os encontros estavam a ser disputados à porta fechada, mas de acordo com o jogador, “havia na mesma risco de transmitir o vírus, há muitas pessoas ali”. “Além disso, não havia motivação, todos os jogadores estavam assustados. Não houve cumprimentos. Nada daquilo parecia certo. E eu disse para comigo que não queria fazer parte daquilo”, acrescentou.

O nigeriano disse também ter receio que as fronteiras dos países fechassem e, consequentemente, ficasse preso na Turquia, longe da família.

Mikel alega ainda que muitos não falam por medo. “Toda a gente na Turquia tinha medo de dizer alguma coisa porque poderiam ser punidos pelos clubes ou porque os adeptos iam ficar contra eles, mas eu senti que tinha de dizer algo. Tive muitas mensagens de jogadores da Turquia que me diziam: ‘Obrigado por teres feito o que fizeste, porque nós não podemos falar. Espero que entendas’. Eles tinham medo de perder o emprego e o salário, é claro que eu percebo”, contou.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ruth, a "humana digital" da Nestlé ensina como fazer as bolachas perfeitas

Graças à Inteligência Artificial, nasceu Ruth, um "humano digital" da Nestlé que interage connosco e nos ajuda a fazer as melhores bolachas com pepitas de chocolate. A internet é o maior livro de receitas a que …

“Ditador egoísta e despótico”. Margaret Tatcher comparou Saddam Hussein a Hitler após ataque ao Kuwait

Documentos do início da Guerra do Golfo revelam que a antiga primeira-ministra britânica Margaret Thatcher comparou Saddam Hussein a Adolf Hitler após a invasão do Kuwait pelo ditador iraquiano. De acordo com os documentos anteriormente confidenciais …

Cientistas criam "televisão" ultravioleta para animais (que nos vai ajudar a entendê-los melhor)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Queensland, na Austrália, desenvolveu uma "televisão" ultravioleta para ajudar os especialistas a entender melhor a forma como os animais veem o mundo. Os monitores de televisões ou computadores têm …

Watakano, a “ilha da prostituição” que teve o seu auge nos anos 80, está agora vazia

Conhecida como “ilha da prostituição”, Watakano já foi considera um pequeno paraíso sexual. No seu auge, do final dos anos 70 a meados dos anos 80, homens faziam um curta viagem de barco até ao …

Deputado norte-americano quer banir GTA 5 e outros jogos violentos. Tudo para diminuir roubos de carros

O deputado norte-americano Marcus Evans quer proibir a venda de videojogos violentos que promovam atividades criminosas, como o GTA 5, face ao aumento dos roubos de automóveis em Chicago e um pouco por todo o …

Estudante projetou um casaco que se transforma num saco-cama para os sem-abrigo. E deu-lhes um emprego

Nos Estados Unidos, há pelo menos 567.715 pessoas que vivem nas ruas. Embora há quem vire as costas a essas estas, também há quem esteja disposto a fazer tudo para ajudar os necessitados e tirá-los …

Um livro e uma reclusa-mediterrânica. Aranhas venenosas obrigam a encerramento temporário de biblioteca nos EUA

Aranhas venenosas da espécie reclusa-mediterrânica apareceram na cave de uma biblioteca na Universidade do Michigan, nos Estados Unidos. Os funcionários de uma biblioteca da Universidade do Michigan, nos Estados Unidos, foram obrigados a encerrar temporariamente o …

Bolsonaro diz que máscaras causam "efeitos colaterais"

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse que as máscaras causam "efeitos colaterais" e citou um alegado estudo alemão, sem acrescentar mais detalhes. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, causou polémica esta quinta-feira ao dizer que as …

Pilotos aprovam acordo de emergência na TAP

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) aprovou esta sexta-feira o acordo de emergência na TAP, adiantaram vários pilotos à Lusa. O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) aprovou o acordo de emergência na …

Britânico enviava dinheiro a residentes de uma cidade britânica. Era "um ato generoso de bondade"

Os habitantes de Frome, no Reino Unido, estão constantemente à espera do correio, depois de ter sido revelado que um homem misterioso estava a entregar dinheiro nas casas dos residentes locais. A polícia da cidade inglesa …