Novo “cocktail inteligente” combate cancro da mama mais agressivo

Investigadores norte-americanos desenvolveram um novo medicamento que revela eficácia no tratamento do cancro da mama triplo-negativo, considerado particularmente agressivo, e com uma redução dos efeitos tóxicos associados. 

Este novo medicamento foi desenvolvido por cientistas do Hospital Geral de Massachusetts e do Centro Médico Irving da Universidade de Columbia, nos EUA, e revelou eficácia no combate ao cancro da mama triplo-negativo durante os ensaios clínicos realizados.

No artigo científico publicado no New England Journal of Medicine, os investigadores notam que o medicamento que denominaram Sacituzumab govitecan “é muito promissor em mulheres com cancro de mama triplo-negativo metastático, com uma média de sobrevivência de cerca de 12 meses”.

Este tipo de cancro cresce e dispersa-se de forma mais rápida do que outros que afectam a mama. “As pacientes com cancro da mama tripo negativo metastático têm uma biologia muito agressiva do tumor e as opções de tratamento efectivo são muito limitadas“, constata o investigador Aditya Bardia, médico do Hospital Geral de Massachusetts, citado pelo jornal espanhol El Mundo.

“A quimioterapia tradicional foi associada com taxas baixas de resposta ao tratamento e com uma toxicidade considerável, o que demonstra a necessidade de encontrar melhores opções”, acrescenta Bardia.

É neste cenário que surge o novo “medicamento inteligente” que envia uma carga tóxica directamente para as células com tumores, reduzindo os efeitos tóxicos do tratamento.

Desenvolvido em parceria com a farmacêutica Immunomedics, que financiou a pesquisa, o “cocktail” é constituído por um anticorpo e por um medicamento utilizado na quimioterapia (irinotecano, SN-38). O anticorpo identifica a proteína do cancro de mama e envia o SN-38 directamente para a célula cancerosa.

A quimioterapia convencional só demonstrou resultados em 15% dos casos e com uma resposta que dura apenas entre dois a três meses. Já o novo medicamento demonstrou resultados em 33% das pacientes, com uma duração de 7,7 meses.

Este “cocktail inteligente” permite “fornecer uma dose muito mais alta, uma vez que o fármaco é enviado directamente para as células cancerosas”, explica o oncologista Kevin Kalinsky do Hospital Presbiteriano de Nova Iorque, em declarações divulgadas pelo El Mundo.

Os resultados dos testes clínicos revelaram “uma redução significativa do tumor e o atraso na progressão do cancro em comparação com outros medicamentos comummente utilizados para o tratamento deste tipo de tumor metastático”, realça Kalinsky.

Nos ensaios clínicos feitos com 108 mulheres, o cancro deixou de avançar em nove casos durante mais de um ano.

O medicamento apresenta efeitos secundários como “náuseas, diarreia e perda de cabelo, mas não causou neuropatia, adormecimento e formigueiro que podem ser muito dolorosos e, inclusive, limitantes para as pacientes”, explica Kalinsky.

Para já, o Sacituzumab govitecan ainda está em estado experimental, à espera da aprovação da Agência Americana do Medicamento (FDA na sigla original em Inglês) que, recentemente, rejeitou atribuir-lhe a devida licença como tratamento para o cancro de mama.

Mas a Immunomedics está confiante de que a legalização do medicamento não tardará, acreditando no seu potencial como “uma opção de tratamento viável”, conforme constata em comunicado. A farmacêutica sublinha ainda que está a trabalhar com a FDA para conseguir “levar este medicamento importante para os pacientes o mais rapidamente possível”.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Suárez aborda eventual saída de Messi. "Saberá do que precisa"

O futebolista Luis Suárez comentou a possível saída do seu companheiro de equipa Lionel Messi do Barcelona. "Saberá do que precisa", disse o internacional uruguaio, frisando que não consegue ver o astro argentino noutra equipa. …

Mário Centeno nomeado governador do Banco de Portugal

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, o nome do ex-ministro das Finanças para o cargo de governador do Banco de Portugal (BdP). A decisão foi revelada, esta quinta-feira, depois do Conselho de Ministros, pela ministra …

Finanças admitem queda de 9% no PIB. Governo prepara-se para rever projeção inicial de 6,9%

O Ministério das Finanças admite a possibilidade de que a queda do PIB se aproxime dos 9%, revelou esta quinta-feira o Jornal de Negócios, adiantando que o Governo se prepara para rever a projeção inicial …

Vacina de Oxford testada em humanos com "resultados promissores"

Os testes clínicos em humanos da potencial vacina contra a covid-19 que a Universidade de Oxford criou tiveram "resultados prometedores" e desencadearam a resposta imunitária que se pretendia. Os testes em humanos, que desde abril envolveram …

Goa decreta novo confinamento, com Índia a rondar um milhão de casos

Depois de ter aberto portas ao turismo, Goa decreta um novo confinamento de três dias. Registaram-se 198 novos casos nas últimas 24 horas, o número mais alto desde o início da pandemia. O estado de Goa, …

Tribunal da Concorrência confirma coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado

O Tribunal da Concorrência confirmou, esta quinta-feira, a coima de 75 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal a Ricardo Salgado, no caso do financiamento do Grupo Alves Ribeiro (GAR) para compra de ações da …

Mais três mortes e 339 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 339 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da DGS. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos …

Crise entrou em nova fase mas mundo "não está fora de perigo", diz FMI

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse esta quinta-feira que a crise provocada pela pandemia entrou numa nova fase, que exige flexibilidade para assegurar "uma recuperação sustentável e equitativa", alertando que o mundo …

China bane importação de ovelhas portuguesas

As alfândegas chinesas baniram as importações de ovelhas e produtos relacionados de Portugal, alegando um aviso da Organização Mundial de Saúde Animal sobre um surto de paraplexia enzoótica dos ovinos na Guarda. A notícia foi avançada …

Tânia já pode abraçar os filhos. Livrou-se do coronavírus ao 16º teste após 4 meses isolada

A algarvia Tânia Poço foi, finalmente, dada como "curada" de covid-19 após quatro meses de confinamento. Aquele que terá sido o caso mais prolongado da infecção em Portugal, chegou ao fim com o 16º teste …