Enguias elétricas caçam em grupo como matilhas de lobos

(dr) Douglas Bastos

Uma equipa de cientistas observou, nas profundezas da bacia do rio Amazonas, no Brasil, vários espécimes de enguias elétricas, um tipo de peixe considerado solitário, a caçar em grupo, revelou uma nova investigação.

De acordo com o novo estudo, cujos resultados foram esta semana publicados na revista Ecology and Evolution, a equipa observou, nas margens do rio Iriri, no estado brasileiro do Pará, enguias elétricas a trabalhar de forma coordenada para caçar pequenos peixes tetra.

Grupos de até 10 enguias, algumas das quais com mais de 1,20 metros de comprimento, foram observados a separar-se de forma periódica para formar grupos de caça cooperativos, semelhantes a matilhas de lobos ou grupos de baleias.

Depois de formados, os grupos cercavam as suas presas e lançavam ataques elétricos simultâneos, atordoando as suas presas até à submissão, explicam os cientistas.

Esta é uma descoberta extraordinária (…) Nunca nada semelhante a isto foi documentado em enguias elétricas”, afirmou C. David de Santana, investigador do Museu Nacional de História Natural do Smithsonian, nos Estados Unidos, e autor principal do estudo, citado em comunicado de imprensa.

O novo estudo surpreendeu os cientistas, uma vez que desconstrói a ideia de que estes animais são predadores exclusivamente solitários, abrindo também portas para novas questões sobre o tipo de vida destes peixes, que é ainda muito pouco conhecido.

“A caça em grupos é bastante comum entre mamíferos mas, na verdade, é muito rara entre os peixes. Existem apenas nove outras espécies de peixes conhecidas que exibem este comportamento, o que torna esta descoberta realmente especial“, disse.

Santana tem levado a cabo uma série de investigações que têm produzido mais conhecimento sobre a vista dos peixes elétricos da América do Sul. As suas expedições nas águas do Amazonas e dos seus afluentes revelaram 85 novas espécies de peixes elétricos.

Uma das espécies descoberta por Santana em estudos anteriores foi a enguia elétrica de Volta (Electrophorus voltai), capaz de produzir choques de 860 volts – a descarga elétrica mais forte entre todos animais da Terra e 210 volts superior ao recorde anterior.

“Se pensarmos bem, um indivíduo desta espécie pode produzir uma descarga elétrica de até até 860 volts, então, teoricamente, se 10 destes espécimes descarregassem um choque ao mesmo tempo, poderiam produzir até 8.600 volts de eletricidade. Essa é a proximamente a voltagem necessária para alimentar 100 lâmpadas”, rematou.

Sara Silva Alves, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

EUA trocaram "guerra implacável" por "diplomacia implacável" no Afeganistão, diz Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse esta terça-feira à Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que o país se está a concentrar na "diplomacia implacável" e no encerramento de uma era de …

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …

Companhia de aviação privada oferece voo de 20 mil dólares para reunir uma família separada pela pandemia

A empresa de aviação privada Tradewind Aviation está a comemorar o seu 20.º aniversário de uma forma original: vai dar um voo no valor de 20 mil dólares (cerca de 17 mil euros) para reunir …

Mais de 60 pinguins morrem na África do Sul após ataque de abelhas

Dezenas de pinguins-africanos ameaçados de extinção foram mortos por um enxame de abelhas na África do Sul, na passada sexta-feira. Segundo a CNN, 63 pinguins-africanos, uma espécie ameaçada de extinção, foram encontrados mortos na sexta-feira numa …

Macron e Modi manifestam vontade de "agir em conjunto" após disputa submarina

O Presidente Emmanuel Macron discutiu a cooperação na região Indo-Pacífico com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, esta terça-feira. O Presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, conversaram esta terça-feira, em plena crise dos …

Académica treme: salários, último lugar e treinador de saída

Clube de Coimbra, tal como o Boavista, terá de comprovar que tem cumprido no pagamento dos salários. Em campo, mais uma derrota complicou a situação de Rui Borges. Ainda não há muitos anos, a Académica apareceu …

Marcelo discursou na ONU, lembrou Sampaio e mostrou total sintonia com Guterres

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou nas Nações Unidas o antigo Presidente da República Jorge Sampaio, que morreu no dia 10 deste mês, aos 81 anos, pela sua atividade no acolhimento de refugiados. O chefe de …

Governo promete que preço da eletricidade não vai aumentar (e anuncia pacote de 430 milhões)

Esta terça-feira, João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente e Ação Climática, anunciou um pacote de medidas no valor de 430 milhões de euros que visam travar a subida do preço da eletricidade no mercado …