Cientistas explicam por que trabalhar à noite faz mal aos intestinos

marcel maia / Flickr

As pessoas que trabalham à noite têm mais probabilidades de desenvolver inflamações intestinais, porque há células que contribuem para a saúde intestinal que deixam de receber informações vitais do cérebro, indica um estudo divulgado esta quarta-feira.

Os resultados da investigação foram publicados esta quarta-feira na revista científica Nature. Feito pela equipa de Henrique Veiga-Fernandes, no Centro Champalimaud, em Lisboa, o estudo explica o que leva as pessoas que têm horários desregrados, como trabalhadores noturnos, a ter mais tendência para inflamações intestinais ou obesidade.

A relação entre esses problemas e os horários noturnos era conhecida e já se tem procurado relacionar os processos fisiológicos com a atividade do relógio circadiano do cérebro. Mas foi a equipa do investigador principal Veiga-Fernandes que descobriu que a função de um certo grupo de células imunitárias, conhecidas por contribuírem de forma muito significativa para a saúde intestinal, se encontra sob o controlo direto do relógio circadiano do cérebro.

Veiga-Fernandes, citado num comunicado da Fundação Champalimaud, explica que quase todas as células do corpo possuem uma maquinaria genética interna que acompanha o ritmo circadiano através da expressão dos chamados “genes relógio”, que indicam a hora do dia às células. Esses pequenos relógios são sincronizados pelo grande relógio do cérebro (por exemplo informação sobre o dia e a noite).

A equipa descobriu que as chamadas “células linfóides inatas de tipo 3” (ILC3), que no intestino lutam por exemplo contra as infeções, são particularmente sensíveis às perturbações dos seus genes relógio.

“Quando os cientistas analisaram a forma como a perturbação do relógio circadiano cerebral influía sobre a expressão de diversos genes das ILC3, descobriram que desencadeava um problema muito específico: o “código postal” molecular destas células desaparecia!”, explica-se no comunicado.

O “código postal” é uma proteína na membrana das células que diz para onde devem ir. Faltando a informação as IlC3 podem não ir para o intestino quando deviam, no período a seguir à alimentação.

“Não é, portanto, surpreendente”, diz Veiga-Fernandes, “que as pessoas que trabalham à noite sejam suscetíveis de sofrer perturbações inflamatórias do intestino. Tem tudo a ver com o facto de este eixo neuro-imunitário específico estar tão bem regulado pelo relógio do cérebro que qualquer mudança nos nossos hábitos surte efeitos imediatos nestas importantes células primordiais.”

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Noah foi encontrado com vida

O pequeno Noah, de dois anos, foi encontrado com vida depois de ter estado desaparecido em Proença-a-Velha, concelho de Idanha-a-Nova, desde quarta-feira de manhã.  O menino de dois anos desaparecido em Proença-a-Velha foi encontrado com vida …

Hong Kong. Polícia detém responsáveis de jornal, acusados de conspiração

A polícia de Hong Kong deteve esta quinta-feira o chefe de redação e outros quatro responsáveis do jornal Apple Daily por alegado conluio com um país estrangeiro ou com elementos externos para pôr em perigo …

Dinamarca 1-2 Bélgica | Magia colectiva anula furacão nórdico

A Bélgica somou hoje o segundo triunfo no Euro2020 de futebol, ao bater a Dinamarca por 2-1, com reviravolta, em encontro da segunda jornada do Grupo B, e juntou-se à Itália nos oitavos de final. Em …

Tigre siberiano mata funcionário em parque de animais na África do Sul

Na quarta-feira, um tratador foi morto por um tigre siberiano num parque de vida selvagem na África do Sul, depois de o animal ter saltado uma cerca elétrica que havia sido desligada para conserto. Um funcionário …

Australiana que terá sido violada em Airbnb recebeu 7 milhões para ficar em silêncio

Uma australiana, que terá sido violada num apartamento do Airbnb em Nova Iorque, recebeu 7 milhões de dólares para ficar calada sobre o incidente. A reportagem da Bloomberg Businessweek revela que a australiana, de 29 anos, …

Super Ticão. Sete juízes juntam-se a Ivo Rosa e Carlos Alexandre

Os juízes Carlos Alexandre e Ivo Rosa vão deixar de ser os únicos juízes do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), que passa agora a contar com nove magistrados. O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, …

Ryanair avança para tribunal contra o Governo britânico

A Ryanair e uma empresa dona de três aeroportos britânicos, a MAG, vão fazer queixa nos tribunais contra o sistema de "luzes" nas viagens. Esta quarta-feira à noite, a Ryanair e a maior operadora aeroportuária do …

Ventura concorre pelo Chega à Assembleia Municipal de Moura

André Ventura é o candidato do partido à Assembleia Municipal de Moura nas próximas eleições autárquicas, anunciou o próprio esta quinta-feira. O presidente do Chega, André Ventura, disse esta quinta-feira que vai ser o cabeça-de-lista do …

Texas vai permitir porte de armas em público sem ser necessária qualquer licença

O governador republicano do Texas assinou uma lei que permite o porte de armas em público, sem respetiva licença, a última de uma série de medidas que expandem este tipo de direitos nos estados conservadores …

Para já, Ivo Rosa escapa de um inquérito disciplinar do Conselho Superior da Magistratura

O Conselho Superior da Magistratura não vai abrir inquérito disciplinar a Ivo Rosa, pelo menos, para já. O órgão de gestão dos juízes concluiu que não há suspeitas de violação de caso julgado na decisão …