Cientistas descobrem nova partícula subatómica

azure_radiation / Flickr

Detalhe do LHC, Large Hadron Collider, acelerador de partículas do CERN

Detalhe do LHC, Large Hadron Collider, acelerador de partículas do CERN

Uma equipa de físicos do LHC, o Grande Colisor de Hadrõe do CERN – o maior acelerador de partículas do mundo – anunciou a primeira observação de uma partícula subatómica com dois quarks pesados, um fenómeno da física cuja existência foi teorizada nos anos 1960, mas que, até hoje, não tinha sido confirmado.

A nova partícula subatómica tem uma massa quatro vezes superior ao barião mais comum, o protão, anunciou esta quinta-feira a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, CERN, em comunicado divulgado em Genebra, na Suíça.

A descoberta ocorre no âmbito da experiência LHCb do LHC, que procura entender porque razão é que, após o início do universo, em que havia quantidades iguais de matéria e antimatéria, a matéria prevaleceu sobre a antimatéria.

A partícula agora descoberta, batizada de Xi cc, apareceu durante uma fracção de segundo no acelerador LHC, Large Hadron Collider, adiantou o físico Guy Wilkinson, investigador do CERN que participou na experiência.

A nova partícula é um barião, uma partícula subatómica composta por outras mais pequenas, os quarks. Os protões e os neutrões são exemplos de bariões.

Quase toda a matéria que nos cerca é formada por bariões, partículas subatómicas compostas por três partículas elementares com carga eléctrica fraccionada, chamadas de quarks, que são os elementos fundamentais de protões e neutrões.

A nova partícula, que se supõe desempenhar um papel na forma como a matéria é composta, tem dois quarks pesados e um mais leve. Normalmente, os bariões costumam ter apenas um quark pesado.

Os dois quark pesados que compõem a nova partícula estão permanentemente envolvidos numa espécie de dança, como se fossem dois sóis no centro de um sistema solar, em roda dos quais orbita o quark mais leve.

“Há muito tempo que se procurava esta partícula”, admitiu Wilkinson, considerando que a descoberta do CERN abre a porta ao estudo de uma nova variedade de bariões.

Maximilien Brice / CERN

O CERN e o acelerador LHC

O CERN e o acelerador LHC

“Ao contrário dos outros bariões, em que os quarks giram à volta do como se estivessem a dançar, esperamos que o barião com dois quarks pesados se comporte como um sistema planetário, em que os quarks pesados fazem o papel de estrelas que orbitam uma em volta da outra, e o quark mais leve a orbitar à volta deste sistema”, explicou Wilkinson.

Levando em consideração que a teoria científica conhece a existência de seis tipos de quarks (up, down, charm, strange, top e bottom), os investigadores especulam há anos sobre as combinações potenciais de bariões que podem existir no Universo.

Os bariões observados até hoje continham, no máximo, um quark pesado. É a primeira vez que os físicos observam, sem ambiguidades, um barião com dois quarks “charm”, que têm uma carga eléctrica fraccionária com uma massa um pouco mais elevada que um protão, e um quark “up”, que é mais leve.

Com a medição das propriedades da nova partícula subatómica, os cientistas do CERN poderão estabelecer o período de vida da mesma, e como se comportam dois quarks pesados e um mais leve, explicou à Agência EFE o físico Samuel Coquereau, investigador da Universidade de Barcelona, que participa na experiência LHCb.

Após muito tempo à sua procura, conseguimos finalmente encontrá-la . Agora temos que a estudar”, acrescentou o cientista.

A descoberta relança agora as expectativas de que se venham agora a identificar outros representantes da família dos bariões com dois quarks pesados.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. “…início do universo em que havia quantidades iguais de matéria e antimatéria…”

    Caros cientistas:
    Mas já se sabe pelo menos como foi o inicio do Universo? e o pré-inicio do universo como foi? e o pre-pre-inicio? e o pre-pre-pre-inicio?

      • Não sei se compreendeu a minha pergunta, ou se sou eu que não compreendo a sua resposta.
        Mas vou reformular baseado na sua resposta:
        Como foi o Pré-Big Bang?
        E o Pré-Pré-Big Bang? E o Pre-Pre-Pré-Big Bang?
        (Não sei se me fiz entender )

          • Ele há cada uma… a sua frase começa logo bem… incrível. Mas o que é que havia antes do tempo começar? o que havia antes do Big-Bang? Havia o NADA? e o que havia antes do NADA?

            Não sei se entende, mas tem tudo a haver com o artigo, ou seja no inicio havia matéria e anti-matéria. Qual inicio se nunca ha inicio?

            O que eu estou a perguntar não é para ferir ninguém, mas que não se sabe absolutamente nada do ANTES e do DEPOIS… Até podíamos perguntar de onde viemos e para onde vamos.

  2. Vamos descobrindo todos os dias novas coisas sobre o início do universo. A cada nova descoberta aumenta a área do nosso conhecimento… mas também o perímetro que constitui a fronteira do que ainda não sabemos. Por isso vamos fazendo essas e outras perguntas. Chamar religião a uma teoria científica é como chamar passatempo a não colecionar selos.

RESPONDER

Cartel de construtoras dos estádios do Mundial do Brasil investigado

Foi aberto um processo administrativo para investigar um cartel mantido por empresas de engenharia que atuou nas obras dos estádios usados no Mundial de futebol do Brasil, em 2014. O Governo brasileiro informou esta quarta-feira que …

Novos modelos de carros elétricos vão triplicar. Produção em Portugal "será praticamente inexistente"

O número de modelos de veículos elétricos irá triplicar no mercado europeu até 2021, mas a produção destes veículos em Portugal será praticamente inexistente até 2025, indica um estudo da Federação Europeia dos Transportes e …

Microsoft quer usar a inteligência artificial para salvar a história

Muitas pessoas associam a tecnologia àquilo que vai condenar a nossa espécie, mas a Microsoft planeia agora usar inteligência artificial para preservar a cultura, a linguagem e a história. O projeto "AI for Good", que em …

Bruxelas investiga Amazon por alegado uso de dados pessoais de vendedores

A Comissão Europeia abriu, esta quarta-feira, uma investigação à Amazon para determinar se a empresa usou informações pessoais “confidenciais” de vendedores independentes, quebrando as regras comunitárias na área da concorrência. A Comissão Europeia abriu uma investigação …

Parlamento não sabe o que fazer ao Acordo Ortográfico

Depois de dois anos de meio, foram ouvidas 16 entidades, recebidos 20 contributos escritos, houve uma petição, um projeto de resolução chumbado e uma iniciativa legislativa de cidadãos. Mas a Assembleia da República continua sem …

Ministério da Educação quer reduzir peso excessivo das mochilas dos alunos

O Ministério da Educação lançou esta quinta-feira uma campanha para sensibilizar pais, alunos, professores e diretores escolares a adotar medidas que reduzam o peso excessivo das mochilas dos alunos. A campanha de sensibilização lançada esta quinta-feira …

Morreu o eurodeputado do PS André Bradford. Estava em coma induzido

O eurodeputado do PS André Bradford, que estava em coma induzido desde dia 8 deste mês, faleceu nesta quinta-feira no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, revelou à agência Lusa fonte do PS/Açores. Bradford, …

Crise dos opióides nos EUA: 76 mil milhões de comprimidos e 70 mil overdoses

Entre 2006 e 2012 foram distribuídos setenta e seis mil milhões de comprimidos de duas substâncias opióides, a oxicodona e a di-hidrocodeína. As mais de 70 mil registadas em 2017 representam um aumento para o …

Erosão da costa portuguesa é grave (e vai piorar)

As zonas da costa com ocupação humana são as mais atingidas pelos efeitos da erosão costeira em Portugal, uma situação que vai agudizar-se, apesar das medidas que têm sido tomadas e que custam anualmente milhões …

Oito pessoas sofreram intoxicação por cloro nas piscinas de Odivelas

Oito pessoas sofreram uma intoxicação por cloro na sequência de um derrame nas piscinas municipais de Odivelas, na manhã de quarta-feira. Quatro dos feridos – com reações a nível respiratório – receberam assistência no local e …