Bombardeamento causa 131 mortos em casamento no Iémen

USAF / Wikimedia

Caças bombardeiros F-16A, F-15C e F-15E durante um bombardeamento no deserto

Pelo menos 131 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas esta segunda-feira num bombardeamento da coligação militar liderada pela Arábia Saudita a um casamento na província de Taiz, sudoeste do Iémen, noticiou a agência oficial Saba, controlada pelo movimento rebelde Huthi.

A mesma fonte acrescentou que o balanço é ainda provisório e que todas as vítimas são civis, a maioria delas mulheres e menores.

O Ministério do Interior iemenita, também sob o controlo dos Huthi, disse em comunicado que entre os mortos há pelo menos 70 mulheres.

A agência noticiosa iemenita precisou que o ataque ocorreu na zona de Wahya, na região de Dabab, situada perto do porto de Al-Makha, na costa do mar Vermelho, a cerca de 250 quilómetros a sudoeste da capital, Sanaa.

As equipas de resgate continuam a trabalhar “no meio de grandes dificuldades, devido à escassez de pessoal médico e de combustível para as ambulâncias”.

Segundo a imprensa local, o bombardeamento tinha como alvo duas grandes tendas e uma concentração de veículos que se encontravam próximos do lugar onde se estava a celebrar o casamento.

Por outro lado, a Saba indicou que a coligação árabe efetuou esta segunda-feira mais de 30 bombardeamentos contra posições dos rebeldes e seus aliados na província petrolífera de Mareb, no norte do Iémen.

Os Huthi e as forças leais ao ex-presidente iemenita Ali Abdallah Saleh estão a tentar controlar as províncias de Mareb e Taiz para ficarem numa posição mais forte em futuras negociações com o Governo do atual chefe de Estado, Abdrabuh Mansur Hadi.

No domingo, pelo menos 28 civis morreram e 17 ficaram feridos num bombardeamento da coligação a uma localidade situada perto da fronteira iemenita com a Arábia Saudita.

A coligação liderada por Riade está a atuar no Iémen contra os Huthi desde março deste ano, quando estes conseguiram expulsar Hadi da cidade de Aden, à qual o Presidente regressou na semana passada, após os avanços registados no terreno pelas suas tropas, apoiadas pela aviação árabe.

Os bombardeamentos dos aliados árabes sunitas atingiram em muitas ocasiões alvos civis e fizeram vítimas entre a população em zonas sob o controlo dos rebeldes, especialmente na capital.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Mário Centeno está a perder influência no Governo". Os (maus) sinais para o Orçamento de Estado 2020

A proposta de Orçamento do Estado para 2020 [OE 2020] vai ser apresentada daqui a uma semana e alguns economistas antecipam os riscos do documento, falando de uma "situação potencialmente perigosa para as contas públicas" …

Utilizadores russos do Reddit terão divulgado documentos comprometedores sobre o Brexit

A rede social Reddit anunciou ter concluído que utilizadores russos estiveram na origem da divulgação de documentos confidenciais do governo britânico sobre as negociações comerciais do Brexit. O Reddit anunciou, num comunicado citado pela Associated Press, …

Concorrência quer novas regras para fidelizações nas telecomunicações

A Autoridade da Concorrência (AdC) quer mudanças nas regras impostas pelas operadoras de telecomunicações nos contratos de fidelização. Segundo um relatório da AdC, ao qual o Jornal de Negócios teve acesso e que será esta segunda-feira …

Se Trump fosse julgado perante um júri, seria condenado "em três minutos"

Caso o processo de impeachment avance, e Trump seja apresentado perante um júri, Jerry Nadler acredita que o presidente norte-americano seria considerado culpado "em três minutos". O presidente da comissão de Justiça da Câmara dos Representantes, …

Sangue, lágrimas e crianças escoltadas na primeira despromoção da história do Cruzeiro

O Cruzeiro desceu de divisão pela primeira vez na sua história. O último jogo do campeonato, que selou a despromoção, ficou marcado por episódios violentos entre adeptos e polícia. O cenário vivido no 'Mineirão', este domingo, …

Movimento "Convergência" prepara moção para convenção do Bloco (mas rejeita cisão)

Largas dezenas de elementos do Bloco de Esquerda (BE) estiveram reunidos para preparar uma moção para apresentar na próxima convenção do partido, mas rejeitam estar a criar uma nova tendência ou a preparar uma cisão. João …

Empresário lesou Fisco em 60 milhões, mas não tem de devolver nada

Um empresário do setor do ouro condenado a sete anos de prisão por fraude fiscal agravada não terá de devolver nenhuma parte dos 60 milhões de euros de prejuízo que deu ao Estado por não …

Maioria das pistolas Glock roubadas da PSP pode ter estado sempre com a polícia

Luís Gaiba defende que a contagem do armamento não estava atualizada e que, por isso, a maioria das armas alegadamente desaparecidas pode nunca ter saído da posse da polícia. O agente Luís Gaiba, suspeito do roubo …

Rússia banida dos Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos

A Rússia foi banida, esta segunda-feira, de Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos, na sequência de uma decisão, tomada por unanimidade, do comité da AMA que avalia o cumprimento dos regulamentos. A Rússia foi excluída dos …

Governo chinês bane compras públicas de computadores e software estrangeiros

O Governo chinês ordenou que todos os escritórios governamentais e instituições públicas removam computadores e software estrangeiros, ao longo dos próximos três anos, depois da decisão de Washington de banir aquisição de equipamentos da Huawei. A …