Benfica perde 8ª final e maldição de Bela Guttman espalha-se pelo Mundo

Alface / Wikimedia

O treinador do Benfica, Jorge Jesus

O treinador do Benfica, Jorge Jesus

O Benfica pagou caro, com nova derrota em final europeia de futebol, a incapacidade de se assumir esta quarta-feira como favorito frente a um Sevilha que levou a decisão para as grandes penalidades e foi mais lúcido.

Os “encarnados” disputaram a décima final europeia da sua história, a segunda consecutiva na Liga Europa, e cumpriram, uma vez mais, um destino que se repete desde 1963, quando entraram num ciclo de várias derrotas nas finais da Europa.

Os comandados de Jorge Jesus deixaram pelo caminho a Juventus, nas meias-finais, e o Tottenham, nos “oitavos”, mas, no jogo do título, caíram perante o Sevilha, na “lotaria” (2-4), após 120 minutos sem golos.

Na final, em Turim, o Benfica jogou desfalcado de Enzo Perez, Markovic e Salvio, todos castigados, de Sílvio e Fejsa, ambos lesionados, sendo que ainda ficou sem Sulejmani, que saiu por lesão ainda na primeira metade.

Com um nulo no prolongamento, foi nas grandes penalidades que tudo se decidiu. O guarda-redes do Sevilha, Beto, defendeu os “penáltis” apontados por Cardozo (o segundo) e Rodrigo (o terceiro).

Os dois avançados mostraram-se muito hesitantes na hora de partir para a marca de grande penalidade e Beto evitou os golos, quando Lima já tinha marcado para o Benfica. Luisão ainda marcou a quarta grande penalidade, mas Kevin Gameiro apontou a quarta penalidade e decidiu o jogo.

O Benfica deixou assim fugir pela segunda vez consecutiva a Liga Europa – desta vez sem perder qualquer jogo.

Nationaal Archief, Den Haag, / Wikimedia

Bela Guttmann

Bela Guttmann

A maldição de Guttman pelo mundo fora

Depois de vencer duas Taças dos Campeões na década de 60 com o Benfica, o treinador húngaro Bela Guttman não chegou a acordo para a renovação do seu contrato com o clube, e lançou uma maldição: “sem mim, o Benfica nos próximos 100 anos não vencerá a Taça dos Campeões”.

A maldição de Bela Guttmann não demorou a “propagar-se” nas notícias da imprensa estrangeira sobre a final da Liga Europa de futebol.

Para a Gazzetta dello Sport, “o tabu continua” e a “maldição de Gutmann atacou novamente”.

“Os portugueses jogaram melhor e tiveram o triplo de oportunidades, mas o futebol é assim. Foi o destino que ditou que o Sevilha ganhasse a Liga Europa. A maldição de Guttmann atacou novamente. A oitava final consecutiva perdida pelo Benfica”, escreve o jornal.

O outro diário desportivo italiano, o Corriere dello Sport, titula “Triunfo do Sevilha, maldição do Benfica”, clube que “acusou o peso da praga das últimas sete finais disputadas” e, pelo segundo ano consecutivo, “viu esfumar-se o troféu ‘nas últimas’”.

Em França, o L’Equipe considera que “o Benfica está definitivamente amaldiçoado” e perdeu uma final europeia “pelo segundo ano consecutivo e pela oitava vez desde 1962”, frente a um Sevilha que “mostrou uma notável regularidade com uma terceira vitória na Liga Europa em três finais disputadas”.

Para o diário alemão Bild, o guarda-redes dos espanhóis, o internacional português Beto, “tinha que ser o vencedor da competição”. “O herói do Sevilha chama-se Beto, que defendeu dois penaltis e garantiu o troféu para o clube espanhol”.

Em Inglaterra, o Daily Mail também escreveu que “a maldição de Bela Guttmann continua a assombrar o Benfica”, clube que “foi melhor nos 120 minutos, mas viu o coração despedaçado pela oitava vez consecutiva numa competição europeia”.

No outro lado do Atlântico, a Folha de São Paulo lembra que “o Benfica estendeu uma maldição de 52 anos atribuída ao técnico Bela Guttmann, treinador que conquistou o campeonato paulista de 1957 pelo São Paulo”.

“Com este revés, o clube português mantém o jejum de 52 anos sem conquistas europeias. Bicampeão da Taça dos Campeões em 1961 e 1962, quando Eusébio era o craque da equipa, o Benfica disputou e perdeu as oito finais seguintes”, recorda o jornal paulista.

Para o Estadão, “a maldição europeia continua” para o clube da Luz, num desfecho “resolvido nos penaltis que castigou o Benfica por não ter feito golos quando podia”.

Na Argentina, o Clarin escreve que “o Sevilha gritou campeão e a maldição do Benfica, que se arrasta há 52 anos sem títulos europeus, continua”.

PR, Futebol 365 / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Chega apresenta proposta que prevê castração química para pedófilos

O projeto de revisão constitucional do Chega, entregue hoje no parlamento, prevê a remoção dos órgãos genitais a criminosos condenados por violação de menores, algo que em si mesmo encerra dúvidas de conformidade com a …

Fluminense: as derrotas pós-Evanilson e as quatro ausências de Fred

O reforço do FC Porto deixou a equipa brasileira que, desde essa transferência, contabiliza mais derrotas do que vitórias. A instabilidade de Fred não ajuda. Portugal continua mais atento ao Flamengo do que ao Fluminense, mesmo …

MP suíço pede 28 meses de prisão para presidente do PSG e 3 anos para Valcke

O Ministério Público suíço pediu, esta terça-feira, uma pena de 28 meses de prisão para Nasser Al-Khelaïfi, presidente do Paris Saint-Germain, e de três anos para Jérôme Valcke, antigo número dois da FIFA. Trata-se dos primeiros …

Empresa japonesa cria lâmpada UV inócua para humanos que inativa coronavírus

Uma empresa japonesa desenvolveu uma lâmpada de radiação ultravioleta que inativa o novo coronavírus, recorrendo a um comprimento de onda que um estudo científico diz ser inócuo para os seres humanos. A lâmpada Care 222 foi …

Trump pede à ONU atribuição de sanções à China por ter "ocultado factos relevantes"

O Presidente dos EUA, Donald Trump, exortou hoje as Nações Unidas a “pedirem responsabilidades à China” pela sua atuação na fase inicial da expansão da pandemia de covid-19. Na sua intervenção durante o debate geral da …

Há um "clima de medo e insatisfação" nas Forças Armadas, diz Associação de Sargentos

O presidente da Associação Nacional de Sargentos (ANS), Lima Coelho, disse à Rádio Renascença que se vive um "clima de medo e insatisfação nas Forças Armadas", que inclui ameaças, avaliações injustas, demora excessiva das reclamações …

Teletrabalho e questões ambientais são prioridade para o PS no início da sessão legislativa

A líder parlamentar do PS afirma que duas das principais prioridades da sua bancada no início da presente sessão legislativa vão passar pela regulamentação do teletrabalho e pela aprovação de uma lei de bases do …

Justiça alemã abre novo inquérito contra suspeito do desaparecimento de Maddie

A justiça alemã abriu um novo inquérito contra o principal suspeito do desaparecimento de Maddie McCann, relativo à violação de uma jovem irlandesa, em 2004, anunciou, esta terça-feira, o procurador de Brunswick. "Posso confirmar que investigamos …

Mais de metade dos portugueses acredita que os fundos europeus vão ser mal geridos

Mais de metade dos portugueses (60,6%) acredita que os fundos europeus que Portugal vai receber para fazer face à pandemia vão ser mal geridos, revela uma sondagem da Intercampus para o Jornal de Negócios e …

CMVM avança com suspensão de ex-secretário de Estado da Energia da OMIP

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) notificou, esta segunda-feira, o ex-secretário de Estado da abertura de um processo para a sua suspensão da administração da OMIP, alegando "dúvida fundada" quanto à adequação aos …