BE diz que “ninguém enfrenta o poder das celuloses” face à poluição no Tejo

A deputada do BE Mariana Mortágua considerou hoje, em Abrantes, que “o combate à poluição no rio Tejo não se faz porque ninguém tem coragem para enfrentar as indústrias de celulose”, dirigindo críticas ao PSD e ao Ministério do Ambiente.

“Estamos hoje aqui para prestar contas sobre o esforço e a luta do BE no combate a esta chaga da poluição que se faz muito sentir nesta zona do rio Tejo“, disse Mariana Mortágua à agência Lusa, criticando o PSD, que age nesta matéria “conforme os ventos”, e o ministro do Ambiente, ao considerar que o “combate à poluição não se faz porque ninguém tem coragem para enfrentar o poder das indústrias de celulose e das grandes empresas”, a nível local e nacional.

Em declarações no âmbito da sessão pública “Contra a Poluição no Tejo – Por uma consciência ambiental”, que hoje decorreu no Parque Tejo, em Rossio ao Sul do Tejo, no distrito de Santarém, Mariana Mortágua criticou o deputado do PSD Duarte Marques, eleito por Santarém, referindo ser “muito fácil agitar um papel e dizer que quer mais dinheiro para fiscalização, quando foi o PSD que votou contra a imposição à Celtejo da redução dos níveis de poluição para valores decentes. O mais difícil é chegar aqui e enfrentar as grandes empresas”.

O deputado bloquista Carlos Matias, por seu turno, referiu que Celtejo, empresa de celulose instalada em Vila Velha de Rodão, “tem uma licença especial para que possa poluir acima daquilo que o Tejo comporta, produzindo mais do que a capacidade instalada para tratar dos efluentes que lança no rio”.

Para Mariana Mortágua, “tudo isso define a coragem, o timbre e a ideologia de cada partido”, tendo assegurado, perante cerca de uma centena de pessoas, entre pescadores, autarcas, ambientalistas e populares, que o BE vai manter uma “guerra sem quartel e sem medos de enfrentar os grandes interesses económicos” para a defesa do Tejo.

Na sessão de hoje intervieram também Joana Pascoal, deputada na Assembleia Municipal de Abrantes, e o vereador Armindo Silveira, ambos eleitos pelo BE.

O deputado Carlos Matias aproveitou para lembrar que o BE vai levar novamente a debate no parlamento o Projeto de Resolução para a redução de produção na Celtejo, na terça-feira.

“A cumplicidade com a poluição está nesta licença passada à Celtejo, e é uma licença que tem de ser alterada, e esperemos que o PSD vote agora favoravelmente”, afirmou.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Pois, as irmãs metralha e todos os bloquistas não estão no poder?, se assim é só tem que falar com os seu sócio Costa para punir quem deve ser punido ou então fechar de uma vez estas celuloses.

RESPONDER

Rainha Isabel II está a procura de um gestor de redes sociais

A família real britânica está à procura de um gestor de redes sociais. O salário vai oscilar entre os 53 e 59 mil euros anuais por 37 horas semanais, de segunda a sexta-feira. A rainha Isabel II …

Cinco antepassados de crocodilos viveram há 150 milhões de anos na Lourinhã

Pelo menos cinco crocodilomorfos, antepassados dos crocodilos, viveram na região da Lourinhã há 150 milhões de anos, durante o período do Jurássico. Num artigo publicado na Zoological Journal of the Linnean Society, os paleontólogos Alexandre Guillaume, …

A radiação de Chernobyl está a deixar as vespas esfomeadas (e isso é má notícia)

A Zona de Exclusão de Chernobyl é a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat, onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986. Apesar de não haver humanos na região, e …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …

Jovem norte-americano despistou-se e caiu ao rio. Siri chamou os bombeiros

Um jovem norte-americano estava a caminho da universidade quando perdeu o controlo do carro, que derrapou sobre gelo, e foi parar ao rio Winnebago. Como não conseguiu encontrar o seu telemóvel, recorreu à Siri para …

Basta uma máscara impressa para enganar os sistemas de reconhecimento facial

Especialistas da empresa de inteligência artificial Kneron testaram sistemas em três continentes e vários falharam. O reconhecimento facial é, cada vez mais, um método de controlo e de segurança encarado como credível e, inclusivamente, usado …

Pandit olha para as vacas como família e quer produzir "leite ético" para vegans

Um agricultor nos Estados Unidos quer produzir "leite ético" para vegans, mantendo como prioridade o bem-estar e a saúde das vacas. Ultimamente, o consumo de leite tem sido posto cada vez mais em causa. Não só …

Jogadores do Arsenal doam um dia de salário para ações solidárias

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de Natal. Os elementos técnicos também entraram na iniciativa, que prevê, ainda, a doação da receita do próximo …