Autarca francês condenado por dizer que escolas tinham demasiados muçulmanos

Pablo029 / Wikimedia

O presidente da Câmara de Béziers, Robert Ménard (Frente Nacional)

O presidente da Câmara de Béziers, Robert Ménard (Frente Nacional)

O presidente da Câmara de Béziers, no sul de França, que governa com o apoio da Frente Nacional da extrema direita, foi esta terça-feira multado em 2.000 euros por ter dito que havia demasiados alunos muçulmanos nas escolas da cidade.

O Tribunal Criminal de Paris condenou Robert Ménard por considerar que as suas palavras, proferidas em 2015, constituíram um crime de “incitação ao ódio e à discriminação”.

Ménard, antigo dirigente da organização Repórteres sem Fronteiras e que governa Béziers desde 2014, terá que pagar uma indemnização simbólica de 1 euro, mais mil por danos e mil por custas judiciais às sete associações antirracistas que o denunciaram.

A multa imposta é superior aos 1.800 euros que tinha pedido o Ministério Público por um delito que segundo o Código Penal Francês pode chegar a uma sanção de até um ano de prisão e 45.000 euros de multa.

O autarca repetiu em várias intervenções públicas que nas escolas havia muitas crianças muçulmanas, conclusão a que chegou, confessou, depois de ter visto os seus nomes nas listas municipais. As palavras geraram uma grande polémica porque faziam supor que estava a relacionar os nomes com a religião.

O Tribunal considerou que as palavras marcavam as crianças e reduziam-nas a uma religião, “não importando que tivessem nacionalidade francesa ou que professassem outra religião diferente”.

Ménard, por seu turno, acredita que a condenação viola a liberdade de expressão.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

FPF abre processo contra Teo Fonseca por intermediação ilegal de jogadores

A FPF abriu um processo disciplinar a Teodoro Fonseca, dono da SAD do Portimonense, por intermediação ilegal de jogadores em transferências para o FC Porto. Teodoro Panagopoulos, mais conhecido no mundo do futebol como Teo Fonseca, …

Cabrita fala em "ano terrível" e rejeita alívio de medidas para já

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, fez o balanço de um ano de pandemia em Portugal, admitindo ter sido um "ano terrível" para os portugueses e afastando perspetivas de um alívio de medidas por …

Muçulmanos invadiram a Sicília e revolucionaram o comércio de vinho

Uma equipa de investigadores da Universidade de York encontrou resíduos químicos de uvas em ânforas, um tipo de recipiente medieval, sugerindo um próspero comércio de vinho na Sicília islâmica. Foram ainda encontrados cacos encharcados de vinho …

Com as famílias em dificuldades, escolas alimentam 40% dos alunos que serviam antes do confinamento

Mesmo com as aulas online, as cantinas continuam a trabalhar para alimentar alunos com carências. Só na última semana, as escolas públicas serviram em média 45 mil refeições por dia. O número significa que estão …

2 de março de 2020. Confinamentos, recordes, três vagas e um "milagre" depois

O primeiro caso de covid-19 em Portugal foi registado há, precisamente, um ano. 365 dias depois, o medo esfumou-se, mas a incerteza permanece. A 2 de março de 2020 foram confirmados em Portugal os primeiros casos …

Genoma do urso-das-cavernas sequenciado graças a minúsculo osso com 360 mil anos

Investigadores sequenciaram o genoma do urso-das-cavernas graças a um pequeno osso com 360 mil anos. A história evolutiva deste animal mudou drasticamente. Os ursos-das-cavernas eram enormes ursos herbívoros que vagueavam pela Europa e norte da Ásia …

Um ano após o primeiro caso, Marcelo elogia SNS, mas relembra que a pandemia ainda não acabou

Para o chefe de Estado, ao longo de 12 meses, Portugal "foi-se ajustando à pandemia, umas vezes mais proativamente outras, infelizmente, mais reativamente". Marcelo diz que "é desejável" melhorar a "capacidade de planear e antecipar …

Plano de Recuperação tem alto risco de fraude (e chovem críticas)

Um grupo de reflexão, constituído no âmbito do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), concluiu que o Programa de Recuperação e Resiliência (PRR) comporta um sério risco de fraude e necessita de várias …

Moedas quer unir a direita contra Medina. Objetivo é incluir IL e Aliança na coligação PSD/CDS

Carlos Moedas está a tentar alargar a coligação PSD/CDS para construir uma frente de direita contra o socialista Fernando Medina, atual presidente da Câmara Municipal de Lisboa. O Público avança esta terça-feira que Carlos Moedas, candidato do …

Faz pequenas pausas antes de responder a uma questão? Pode parecer menos sincero

Costuma fazer pequenas pausas antes de responder a uma questão? Este comportamento pode fazer com que a resposta pareça menos sincera e confiável, de acordo com uma nova investigação da American Psychological Association. Segundo a …