As abelhas compreendem que o zero é um número

(CC0/PD) Photos / pixabay

Um estudo anterior já tinha demonstrado que as abelhas podem contar até quatro

São produtoras de mel, cumprem um serviço ecológico essencial polinizando a maioria das plantas que nos servem de alimento e, como se não bastasse, são capazes de entender o conceito do zero.

A capacidade das abelhas de entender a falta absoluta de quantidade foi descoberta por investigadores da Universidade RMIT de Melbourne, na Austrália, que apresentaram recentemente o resultado dos seus estudos na conferência Behaviour 2017, que se realizou recentemente no Estoril, em Portugal.

A ideia do algarismo zero é difícil de entender até para os humanos: as crianças parecem ter dificuldades em fazê-lo, e só o aprendem depois dos outros números.

No reino animal, a compreensão desse conceito também não é comum. Mas, enquanto os macacos e os chipanzés, por exemplo, podem chegar a aprendê-lo, o surpreendente é que as abelhas, que têm um cérebro tão pequeno, também o consigam. Aliás, elas são os primeiros invertebrados que demonstraram ter essa curiosa habilidade.

Para testar essa capacidade, os investigadores usaram abelhas melíferas, ou seja, que produzem mel, e criaram duas plataformas nas quais colocaram de 1 a 4 objectos iguais.

E, como as abelhas aprendem mais rapidamente não só quando são premiadas por fazer certo, mas também quando são castigadas por errar, ganhavam como recompensa uma substância doce quando voavam até a plataforma com menos objectos – e recebiam uma solução de sabor desagradável quando escolhiam a mais cheia.

Então, quando tinham que decidir entre uma com poucos objectos e outra com nenhum objecto, as abelhas escolhiam a de zero objectos.

Numa segunda etapa, os cientistas repetiram a mesma experiência, mas variando o número de objectos. As abelhas continuaram a escolher a plataforma sem objectos, mas cometiam mais erros e demoravam mais tempo quando tinham que escolher entre essa plataforma, uma com 1 objecto e outra com 6.

Segundo os pesquisadores, o facto de que a diferença de quantidade afecta a capacidade de resolver o problema mostra que as abelhas entendem que o zero é um número. Como é que fazem isso ainda é um mistério.

“Ainda temos que descobrir algumas coisas sobre as razões que permitem que as abelhas consigam isto” disse Scarlett Howard, co-autora do estudo, à revista New Scientist. “Para já, simplesmente não sabemos explicá-lo”.

// BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Refugiados em greve de fome por falta de condições em campo bósnio

Centenas de refugiados de um campo improvisado em Vucjak, na Bósnia, estão em greve de fome pelo segundo dia consecutivo para protestar contra a situação degradante em que se encontram. Os refugiados no campo improvisado …

Ex-aliada de Bolsonaro denuncia grupo difusor de notícias falsas ligado ao Presidente

A deputada brasileira Joice Hasselmann, ex-líder do Governo de Jair Bolsonaro no congresso, denunciou na quarta-feira a atuação de um grupo difusor de "fake news" (notícias falsas) ligado ao atual Presidente, Jair Bolsonaro, e que …

Banco BiG: EUA e China vão chegar a acordo, mas não será duradouro

No "Outlook" para 2020, os analistas do banco BiG defendem que será improvável que Estados Unidos e China cheguem a um consenso suficiente para reverter as taxas aduaneiras impostas. De acordo com os analistas do banco …

Alemanha expulsa dois diplomatas russos. Rússia vai tomar medidas

Dois diplomatas russos, acusados pelo Ministério Público alemão de falta de cooperação na investigação de um homicídio, foram expulsos da Alemanha. A Rússia já reagiu e avisou que tomará medidas. Esta quarta-feira, a Alemanha expulsou "com …

Segurança Social demora quase cinco meses a pagar pensões

Em 2018, os beneficiários da Segurança Social tiveram de esperar, em média, 147 dias - cerca de cinco meses -, entre o dia que se aposentaram e o momento que começaram a receber a pensão …

Empresas fechadas e 28 mil despedimentos. Setor têxtil pode atravessar crise

Até 2025, a indústria têxtil em Portugal pode ver um terço das empresas a fecharem e 28 mil trabalhadores a serem despedidos. Este é o pior cenário equacionado no setor nos próximos anos. O setor da …

Ministério Público arquiva queixa de Aguiar-Branco contra Ana Gomes por difamação

Aguiar Branco tinha levantado um processo de difamação a Ana Gomes por declarações sobre alegadas ligações entre o seu escritório de advogados e o grupo Martifer. O Ministério Público (MP) arquivou a queixa apresentada pelo ex-ministro …

66 louvores a funcionários. Centeno é o ministro mais "agradecido" de todo o Governo

Mário Centeno e os seus secretários de Estado publicaram em Diário da República 66 louvores. O seu gabinete garante que não há qualquer significado político associado - nem mesmo uma despedida anunciada. O louvor é dado …

Os glaciares da Nova Zelândia estão a mudar de cor

À medida que o Hemisfério Sul entra no verão, acontece uma temporada catastrófica de incêndios florestais na costa leste da Austrália. Há casas destruídas, coalas a morrer e um fumo espesso que cobre o estado …

Não se irrite. Fisco vai comunicar de forma mais clara

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai lançar um serviço de apoio e defesa ao contribuinte que usará uma linguagem mais simples e clara. A alteração é inspirada num modelo britânico. A Autoridade Tributária e Aduaneira vai …