Viagem no tempo (virtual) já é possível e cura traumas

ICREA / BBC

Os participantes no estudo podem ver e ouvir os seus "eus anteriores virtuais" quando viajam no tempo

Os participantes no estudo podem ver e ouvir os seus “eus anteriores virtuais” quando viajam no tempo

Se na vida real não é possível voltar atrás no tempo, um estudo que permitia a viagem no tempo num ambiente de realidade virtual descobriu que a experiência pode até ajudar a superar traumas.

O estudo, publicado na Frontiers in Psychology, avaliou 32 participantes que presenciaram, em realidade virtual, um homem a disparar dentro de uma galeria de arte e a matar cinco pessoas.

No teste, os participantes aprendiam a controlar um elevador, e sem saber, deixavam que o assassino subisse ao piso superior, onde se encontravam as vítimas.

Metade dos participantes voltava no tempo para reviver os acontecimentos, mas a segunda vez deparavam-se com um dilema moral: não fazer nada e ver cinco pessoas morrerem, ou intervir e salvá-las, condenando apenas uma pessoa à morte.

Como esperado, a maioria das cobaias decidiu intervir e não deixar o assassino usar o elevador.

ICREA / BBC

Os participantes podiam voltar atrás no tempo e salvar 5 pessoas, sacrificando 1.

Os participantes podiam voltar atrás no tempo e salvar cinco pessoas, sacrificando uma.

Impacto

No mundo virtual, as pessoas podiam deslocar-se e conversar livremente, de forma semelhante à vida real.

O mais interessante, segundo os investigadores, foi o impacto emocional que a experiência virtual teve sobre os participantes.

A maioria teve menos sentimentos de culpa e remorsos depois de “voltar atrás no tempo” e salvar mais vidas.

“Quanto mais sentiam a ilusão, maior o sentido da sua própria moral”, explica à BBC oum dos autores do estudo, Mel Slater, investigador do ICREA – Instituto Catalão de Pesquisa e da University College London.

“Na realidade virtual, o sistema mais superficial de percepção do cérebro não distingue entre o mundo virtual e o real. E o cérebro considera verdadeiro o que vê e ouve no ambiente”, diz Slater.

Por isso, a equipa afirma que as viagens virtuais no tempo podem ajudar as pessoas a superar transtornos de stress pós-traumático ou mesmo a reavaliar más decisões que tenham tomado anteriormente.

Segundo as leis da física, é claro, a viagem no tempo é algo impossível.

Mas o autor principal do estudo, Friedman Doron, da Faculdade Ofer de Comunicações, em Israel, diz que a sua equipa chegou o mais perto possível de a tornar possível.

“A realidade virtual imersiva é muito visceral. As pessoas escondem-se atrás da mesa quando levam um tiro. É o mais próximo que podemos chegar de uma viagem no tempo – pelo menos até que os físicos façam o seu trabalho e inventem uma verdadeira máquina do tempo”, diz Doron.

ICREA / BBC

Os estudos mostram que as pessoas sentem, nos mundos virtuais, um forte sentido de domínio e propriedade do seu corpo

Os estudos mostram que as pessoas sentem, nos mundos virtuais, um forte sentido de domínio e propriedade do seu corpo

ZAP / BBC

RESPONDER

Portas foi talvez o melhor ministro da Defesa (diz João Soares)

O deputado socialista João Soares defendeu esta sexta-feira que o ex-líder do CDS-PP Paulo Portas foi "um excelente ministro da Defesa, se não o melhor", elogiando a solução para a OGMA e a compra de …

Familiares das vítimas vão ter acesso ao capítulo secreto do relatório de Pedrógão

O ministro da Administração Interna assegurou hoje que os familiares das vítimas do incêndio de Pedrógão Grande terão acesso, a partir da próxima semana, às partes do relatório de Xavier Viegas "que digam especificamente respeito …

Greve dos técnicos de diagnóstico chega ao fim após acordo com o Governo

Os sindicatos que representam os técnicos superiores das áreas de diagnóstico e terapêutica e o Governo chegaram a acordo e estes profissionais vão suspender às 24h00 a greve que durou 24 dias, segundo fonte sindical. O …

Sentença de Oscar Pistorius agravada de 6 para 13 anos de prisão

A sentença do atleta paralímpico foi, esta sexta-feira, aumentada de seis para 13 anos e cinco meses de cadeia, decidiu o Tribunal Supremo de Apelação da África do Sul. A Justiça sul-africana aumentou hoje a pena de Oscar …

Beba 3 cafés por dia (o risco compensa)

Um estudo, publicado recentemente, desmistificou a ideia de que consumir três chávenas de café por dia está associado a um deterioramento da saúde. O consumo de cafeína traduz-se, pelo contrário, num aumento de vantagens para …

Da polícia ao SNS, todos falharam em caso de mulher assassinada pelo marido

Nem a polícia, nem o Ministério Público, ou sequer o Serviço Nacional de Saúde responderam adequadamente no caso de uma mulher vítima de violência doméstica, assassinada pelo marido em 2015. A conclusão é do relatório …

25 municípios perdem metade da água em roturas e infiltrações

Roturas, infiltrações e consumos não cobrados levam a que as empresas municipais de gestão de água tenham perdas comerciais da ordem dos 30%, na média do país. Mas há casos em que o valor chega …

Ataque a mesquita no Egipto faz 155 mortos

Pelo menos 155 pessoas morreram e 120 ficaram feridas num ataque contra uma mesquita no norte da península do Sinai, nordeste do Egipto, indica um balanço da agência oficial egípcia, Mena. Os atacantes colocaram explosivos artesanais …

Morreu o jornalista Pedro Rolo Duarte

O jornalista e radialista Pedro Rolo Duarte morreu, esta sexta-feira, em Lisboa, aos 53 anos, vítima de cancro. Pedro Rolo Duarte estava internado desde terça-feira na unidade de cuidados paliativos do Hospital da Luz, em Lisboa, …

PSD vota contra o Orçamento de Estado

O líder parlamentar do PSD anunciou, esta sexta-feira, que o partido repetirá o voto contra o Orçamento do Estado para 2018 na sua versão final e considerou que o debate na especialidade "piorou" ainda mais …