Turistas brasileiros já estão no top 3 dos que mais visitam Portugal

O Brasil subiu de sexto para terceiro país emissor de turistas para Portugal em seis anos, mas é ainda um grande mercado que regiões como o Douro querem explorar cada vez mais.

É por isso que a Associação dos Empresários Turísticos do Douro e Trás-os-Montes (AETUR) está a realizar durante esta semana, no Rio de Janeiro, a iniciativa “Há um rio que começa no Douro e termina no Brasil“.

O objetivo é promover o território português nas suas diversas vertentes: vinho, turismo e cultura.

Num dos locais mais visitados do Rio de Janeiro, no morro da Urca, que tem vista para toda a cidade, decorreu uma ação que teve como protagonista o Douro e que juntou operadores turísticos, representantes de agências de viagem, jornalistas e bloggers.

“O Brasil é um país estratégico na política turística portuguesa. É um país que evidenciou um crescimento muito grande nos últimos anos, tendo passado de sexto país mercado emissor para terceiro”, afirmou à agência Lusa o secretário-geral da AETUR, Alberto Tapada.

O responsável falou “num crescimento assinalável de 135%”, o que considerou ser “um dado extraordinário no potencial do país”.

Em 2007, visitaram Portugal cerca de 100 mil turistas brasileiros, número que ultrapassou, em seis anos (2013), os mais de 250 mil.

À frente do Brasil estão apenas Espanha e França como principais países emissores.

“Sem dúvida que é já um grande crescimento, mas podemos considerar que, à escala do mercado brasileiro, ainda representa uma fatia muito reduzida do mercado e há, por isso, uma grande margem de progressão”, afirmou Alberto Tapada.

O secretário-geral da AETUR salientou que o “turismo é efetivamente uma fileira económica, social e cultural a explorar”.

“Esta ação no Rio de Janeiro insere-se dentro dessa estratégia combinada e múltipla de evidenciar o Douro através daquilo que nós consideramos que são as suas componentes principais”, salientou.

Na bagagem para o Brasil, a AETUR trouxe preparados 36 circuitos turísticos para distribuir pelos operadores turísticos brasileiros.

Em comum têm o facto de começarem no Porto, a porta de entrada, subindo depois para o Douro seguindo depois a rota que os visitantes preferirem, a dos vinhos ou gastronomia, da natureza e paisagem ou cultural e patrimonial.

Em Portugal há cada vez mais turistas brasileiros e também no também no Museu do Douro, sediado no Peso da Régua, entram muitos provenientes do Brasil, país que ocupa o quarto lugar no número de visitantes neste espaço, a seguir aos Estados Unidos da América (EUA), Grã-Bretanha e França.

“Sente-se que o turismo brasileiro vem a crescer todos os anos. Cada vez são mais e representam um turismo de qualidade. São curiosos, querem conhecer o vinho e a região e têm um grande poder de compra”, salientou o diretor desta unidade museológica, Fernando Seara.

O responsável referiu que a loja do museu é um grande atrativo para os brasileiros. “O que é importante em termos de receita para nós e eles trazem um pouco da nossa história para aqui. São também pessoas muito apreciadoras do vinho, que é um novo mundo para eles”, frisou.

Fernando Seara sublinhou que estes turistas querem conhecer a região nas suas várias vertentes.

“Vão à procura do património, dos vinhos e são pessoas que se aproximam muito de quem vive no Douro. Um turismo que fala, que se envolve, que procura os sítios típicos, que vai às tasquinhas almoçar, que gosta das aldeias e que se envolve com a realidade da região “, sustentou.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …

Empresa está a contratar uma pessoa que será paga para usar pijamas e dormir

Um start-up de colchões da Índia, que se descreve como uma "empresa de soluções para dormir" está a contratar alguém que será pago apenas para fazer isso mesmo. O objetivo é testar os seus produtos de …

O primeiro local funerário de compostagem humana do mundo abre em 2021

Prevê-se que a primeira instalação funerária de compostagem humana do mundo abra na primavera de 2021, depois de os legisladores do Estado de Washington terem legalizado o processo póstumo no início do ano. A empresa Recompose, …

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários

A Parpública SGPS emprestou dois milhões de euros ao Hospital da Cruz Vermelha, nomeadamente para fazer pagamento de salários. A Parpública SGPS, holding tutelada pelo Ministério das Finanças, libertou dois milhões de euros para permitir ao …

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …

Capital do Natal de Algés avança com queixa-crime contra promotores

A organização da Capital do Natal, evento que decorre em Algés, Oeiras, vai apresentar uma queixa-crime contra os promotores turísticos que "adulteraram a oferta do parque", o que defraudou "um conjunto alargado de pessoas". Em causa …