Tribunal rejeita recurso de Trump. Refugiados e imigrantes continuam a poder entrar

gageskidmore / Flickr

O milionário americano Donald Trump

O milionário americano Donald Trump

Um tribunal de apelo norte-americano recusou esta sexta-feira a aplicação da ordem executiva do Presidente que proíbe a entrada nos EUA de viajantes provenientes de sete países de maioria muçulmana.

Em decisão unânime, o painel de três juízes do 9.º Tribunal do Circuito de Apelo, baseado em San Francisco, declinou bloquear a decisão de um tribunal de escalão inferior que suspendeu a interdição e autorizou a entrada nos EUA àqueles viajantes que estavam proibidos de o fazer.

Agora, é possível a apresentação de um recurso desta decisão ao Supremo Tribunal.

O 9.º Tribunal recusou a pretensão da presidência Trump de que não tinha autoridade para rever a ordem executiva presidencial.

“Não há precedente que suporte esta pretensa falta de autoridade, que vai ao arrepio da estrutura fundamental da nossa democracia constitucional”, argumentou o tribunal.

Os juízes salientaram que os Estados que tinham contestado a ordem de Trump tinham levantado alegações sérias sobre discriminação religiosa.

O juiz James Robart, em Seattle, emitiu uma ordem de restrição temporária que suspendeu a interdição de Trump na semana passada, depois de os Estados de Washington e Minnesota terem levado o assunto à Justiça.

A ordem presidencial suspendeu temporariamente o programa norte-americanos de refugiados e de imigração de países de maioria muçulmana, alegando preocupações com o terrorismo.

Os advogados do Departamento de Justiça apelaram ao 9.º Circuito, argumentado que o Presidente tem o poder constitucional de restringir a entrada nos EUA e que os tribunais não podem atribuir segundas intenções à sua invocação de que tal passo é preciso para prevenir o terrorismo.

Os Estados argumentaram que a interdição de entrada prejudicou pessoas, empresas e universidades.

Citando a promessa eleitoral de Trump de que iria impedir os muçulmanos de entrarem nos EUA, adiantaram que a interdição impede inconstitucionalmente a entrada no país a pessoas com base na sua religião.

Ambos os lados foram submetidos a interrogatórios cerrados durante uma hora, na terça-feira passada, realizados por telefone – um procedimento invulgar – e transmitido ao vivo por televisões por cabo, sítios de órgãos de comunicação social na Internet e redes sociais, atraindo uma grande audiência.

O Supremo Tribunal dos EUA tem um lugar vago e não há hipóteses de o indicado por Trump, Neil Gorsuch, ser confirmado a tempo de participar em qualquer decisão sobre a interdição.

A ordem executiva expira ao fim de 90 dias, o que significa que pode chegar ao fim sem que o tribunal decida sobre o assunto.

Os países em causa são Irão, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iémen.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. E o que é que os tribunais sabem sobre “Segurança Nacional”? Por acaso têm acesso a alguma informação confidencial desse campo? Sabem mais que o Presidente? Porque alegam logo “racismo” se tem tudo haver com terrorismo?!
    Esta história dá pano para mangas…

    • Ah?! Qual é a tua duvida?
      Sabem interpretar a constituição e as provas – que é a sua competência!!
      Proibir com base na nacionalidade só mesmo na cabeça de alguém como o Trampa!…

RESPONDER

Descoberta classe de objetos bizarros perto do enorme buraco negro da Via Láctea

Astrónomos da Iniciativa Órbitas do Centro Galáctico da UCLA (Universidade da Califórnia) descobriram uma nova classe de objetos bizarros no centro da Via Láctea, não muito longe do buraco negro supermassivo chamado Sagitário A*. "Estes objetos …

David Lynch lança curta-metragem no Netflix em dia de aniversário

O realizador norte-americano lançou no Netflix, esta segunda-feira, uma curta-metragem de 17 minutos. David Lynch lançou, esta segunda-feira, no dia do seu 74.º aniversário, uma curta-metragem de 17 minutos no Netflix, escreve o jornal Público. "What Did …

Dois homens confessam ter roubado (e depois devolvido) quadro de Klimt

A dupla de assaltantes disse que tinha roubado a pintura, em fevereiro de 1997, e que a devolveu "como um presente para a cidade". Dois homens confessaram ter roubado, e logo depois devolvido, a pintura de …

Ozzy Osbourne revela que tem Parkinson

O músico britânico, de 71 anos, revelou, esta terça-feira, que foi diagnosticado com a doença de Parkinson. De acordo com o The Guardian, Ozzy Osbourne fez esta revelação durante uma entrevista no programa Good Morning America, …

Jorja Smith regressa ao NOS Alive em 2020

A cantora britânica é a mais recente confirmação do NOS Alive 2020. O Passeio Marítimo de Algés volta assim a receber Jorja Smith pelo segundo ano consecutivo. “A artista que fez história com um dos concertos …

Confirmada a autenticidade de um raro auto-retrato de Van Gogh

Os principais especialistas holandeses da obra de Van Gogh concluíram que um auto-retrato de 1889 foi realmente pintado pelo artista. A notícia é avançada pelo jornal local holandês Dutch News, que recorda que a autenticidade desta …

Serviço de streaming Disney+ chega a Portugal no verão

O serviço de streaming da Disney chega à Europa a 24 de março. Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha, Itália, Espanha, Áustria e Suíça serão os primeiros países a receber o Disney+. Em Portugal, a plataforma …

Tal como os cães, lobos bebés também brincam ao "busca" (e surpreendem os cientistas)

Brincar ao "busca" com o seu cão não é tão fácil como parece. É uma habilidade tão avançada que muitos cientistas acreditam que só terá aparecido após milhares de anos de domesticação. No entanto, isto pode …

Corpo de Paulo Gonçalves chega a Portugal na quinta-feira

O corpo do piloto português chega a Portugal, esta quinta-feira, ao final da manhã, disse à agência Lusa fonte da Secretaria de Estado das Comunidades. O corpo de Paulo Gonçalves, que morreu na sequência de queda na sétima …

Braga 2-1 Sporting | Minhotos domam "leão" e garantem final

O Sporting de Braga está na final da Allianz Cup. A formação minhota, anfitriã da “final four”, bateu o Sporting – ainda detentor do título – na primeira das meias-finais, por 2-1, num jogo bem …